Governo entrega veículos e anuncia concurso para a segurança

Governo entrega veículos e anuncia concurso para a segurança

Tião Viana entregou 12 novos veículos e equipamentos tecnológicos, e anunciou 35 vagas para...

Alerta: condutores são multados por não respeitarem placas de sinalização que proíbem subida de ladeira na Rua Rego Barros

Alerta: condutores são multados por não respeitarem placas de sinalização que proíbem subida de ladeira na Rua Rego Barros

Depois de mais de dois meses de um trabalho educativo no cruzamento da Rua 17 de Novembro com a...

Deputado Alan Rick propõe na Câmara criação da Zona Franca de Rio Branco

Deputado Alan Rick propõe na Câmara criação da Zona Franca de Rio Branco

Com o objetivo de reduzir as desigualdades regionais, ampliar a produção de bens e serviços,...

“Fortalecendo Famílias”: Ministério da Saúde lança programa para prevenção do uso de álcool, cigarro e drogas por crianças, jovens e adultos

“Fortalecendo Famílias”: Ministério da Saúde lança programa para prevenção do uso de álcool, cigarro e drogas por crianças, jovens e adultos

O Ministério da Saúde (MS) lançou em Cruzeiro do Sul o programa “Fortalecendo Famílias”, uma...

Jorge Viana reforça pedido para recuperação das BRs 317 e 364

Jorge Viana reforça pedido para recuperação das BRs 317 e 364

Senador contestou críticos da ferrovia Bioceânica e apresentou requerimento de pedido de...

  • Governo entrega veículos e anuncia concurso para a segurança
  • Alerta: condutores são multados por não respeitarem placas de sinalização que proíbem subida de ladeira na Rua Rego Barros
  • Deputado Alan Rick propõe na Câmara criação da Zona Franca de Rio Branco
  • “Fortalecendo Famílias”: Ministério da Saúde lança programa para prevenção do uso de álcool, cigarro e drogas por crianças, jovens e adultos
  • Jorge Viana reforça pedido para recuperação das BRs 317 e 364

Entre em contato

Outros destaques

Assembleia dos trabalhadores em Educação delibera pela continuidade da greve em Cruzeiro do Sul

Assembleia dos trabalhadores em Educação, realizada no final da tarde desta terça-feira (07) no Auditório da Musical Importadora, manteve o movimento grevista que luta por aumento salarial e mel [ ... ]

Leia [+]
Papa pede união na América Latina para ajudar mais necessitados

Francisco defende luta pela inclusão pelo diálogo e a colaboração.
Pontífice realiza missa campal no Equador; ele irá para Bolívia e Paraguai. Da Reuters O Papa Francisco pediu nesta terça [ ... ]

Leia [+]
Other Articles

Assembleia Legislativa: “Não somos contrários à greve”, diz deputado Daniel Zen sobre movimento da Educação

Assembleia deputados quarta 2 daniel

O líder do governo na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Daniel Zen (PT), salientou nesta quarta-feira (8), que não é contrário à greve da Educação e pontuou que foi mal interpretado por alguns setores da mídia no discurso proferido na última terça-feira (7).

“Ontem fizemos um pronunciamento bastante contundente a respeito da greve. Não somos contrários à greve. Em nenhum momento questionamos a legalidade do movimento. Nós questionamos, sim, a forma como algumas pessoas levam informações para a base”, ratificou Daniel Zen.

O parlamentar afirmou que sempre esteve ao lado dos trabalhadores em Educação. Ele considerou que não é o fato de ser líder do governo que o fará ser contrário ao direito de greve garantido aos servidores.

“Reconheço mais uma vez. Sempre estive do lado dos trabalhadores em Educação. Não é porque sou líder do governo que vou fazer um pronunciamento que vai ferir os direitos assegurados aos trabalhadores, de forma alguma. Eu só queria que não pairassem dúvidas. Não estamos indo contra os trabalhadores da Educação de forma alguma”, reforça.

Zen acrescentou que o pensamento de uma liderança não reflete o sentimento da maioria dos trabalhadores em Educação. “Às vezes uma ou duas pessoas que estão representando a categoria não traduzem o pensamento de 16 mil pessoas”.

O petista frisou também que o governador Tião Viana (PT) não tem intenções de prejudicar as classes trabalhadoras, sejam elas quais forem. Para ele, os reajustes não estão sendo concedidos por falta de recursos.

“Nem um governo quer ficar mal com as categorias, porque eles querem ver os trabalhadores felizes e tendo-os como aliados. Se esse reajuste não é concedido agora é porque existe uma impossibilidade orçamentária e financeira”, ressalta.

Deputada Eliane Sinhasique: “O governo está fazendo uma espécie de monólogo com os professores”

Assembleia deputados quarta 4 eliane

Agência Aleac - Mircléia Magalhães

A deputada Eliane Sinhasique (PMDB) disse na sessão desta quarta-feira (8) que o governo do Estado estaria realizando com a comissão grevista da Educação uma espécie de monólogo. Segundo a oposicionista, os trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac) não estão sendo levados a sério durante as reuniões de negociação com a equipe do governo.

“O que está havendo entre o governo e a comissão de greve da Educação é um monólogo, porque só os professores é que falam e o governo só ouve e nada faz para resolver a situação. A equipe do governo senta e deixa os professores falarem por duas horas e em seguida diz que não tem como dar o reajuste salarial que a categoria está pedindo”, disse.

Para a deputada, se as reivindicações dos professores não forem atendidas o governo terá novas desculpas para o ano que vem. “Se agora está difícil entrar num entendimento com o governo, imagine ano que vem que é época de eleição. Eles com certeza irão usar essa desculpa e tentarão empurrar essa situação com a barriga por mais tempo”, complementou.

Eliane Sinhasique afirmou que falta compromisso do governo com os professores e alunos. Ela disse que é favorável ao movimento grevista por entender que os professores estão há dois anos sem ter ao menos a reposição da inflação em seus salários. “Vamos caminhar para 20 dias de greve e o governo não negocia. Isso é falta de compromisso com os professores e alunos, o ano letivo está sendo prejudicado por causa desse descaso.”, afirmou.

A parlamentar acredita que a classe tem que ser valorizada e precisa também de melhores condições de trabalho. Ela citou como exemplo os problemas estruturais que, segundo ela, atrapalham o andamento do ano letivo. “A demora na execução de obras escolares é um exemplo disso, as escolas fecham para reforma e passam de dois a três anos para serem entregues”, concluiu.

Deputado Jonas Lima comemora construção de Centro Esportivo na Baixada da Sobral

Assembleia deputados quarta 8 jonas

Agência Aleac - Mircléia Magalhães

Em pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) durante sessão desta quarta-feira (8), o deputado Jonas Lima (PT) destacou a ordem de serviço assinada no último sábado (4) pelo ministro do Esporte, George Hilton, para a construção do Centro de Iniciação ao Esporte da Baixada. A obra será orçada em R$ 5 milhões.

A solenidade foi realizada no local das obras, no bairro Aeroporto Velho, e contou com a participação de autoridades públicas como o governador Tião Viana (PT) e o prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre (PT), atletas e dirigentes do esporte acreano.

O parlamentar destacou ainda o empenho do deputado federal Alan Rick (PRB), para garantir a construção do Centro Olímpico na Baixada da Sobral. “Tive a alegria de participar dessa agenda, esse Centro Olímpico mudará a realidade da juventude daquela região. Não poderia deixar de parabenizar o deputado Alan Rick que se empenhou ao máximo na defesa desse projeto para o Estado”, disse.

O parlamentar ressaltou também o lançamento do programa de mecanização do Alto Acre para 2015. O programa foi lançado na última quinta-feira (2) pelo governador Tião Viana (PT). Os municípios de Brasileia, Xapuri, Assis Brasil e Epitaciolândia receberam 12 tratores, quatro caminhões e 18 implementos agrícolas para mecanização, que irão auxiliar os produtores da agricultura familiar. Ao todo, os investimentos na região para este ano ultrapassam os R$ 6 milhões.

Para Jonas Lima, o programa irá fomentar a agricultura familiar daquela região. “Acredito que essa foi uma das conquistas do deputado estadual Lourival Marques, enquanto ele ainda era secretário da Seaprof. O programa de mecanização fortalecerá ainda mais a produção familiar do Alto Acre, os produtos poderão ser vendidos na própria comunidade sem intermediários. O governo do Acre está de parabéns por mais uma conquista”, enfatizou.

Deputado Jairo Carvalho cobra aquisição de ônibus para o Hemoacre

Assembleia deputados quarta 6 jairo

Agência Aleac - Mircléia Magalhães

O deputado Jairo Carvalho (PSD) voltou a cobrar do governo do Estado, na sessão desta quarta-feira (8), a aquisição de um ônibus para o Hemoacre. Segundo o parlamentar, a unidade móvel que atualmente é utilizada pelo Hemocentro para coletar sangue em diversos pontos do Estado está “caindo aos pedaços”. Jairo Carvalho disse que apresentou requerimento na tribuna solicitando a aquisição de um novo transporte, mas até o momento não obteve resposta da Secretaria de Saúde do Estado.

“Está na hora do governo vender um desses carros de luxo que são usados por algumas pessoas da gestão para comprar um ônibus novo para o Hemoacre. Como querem atrair novos doadores se a única unidade móvel que o Hemoacre tem está caindo aos pedaços?” indagou.

Jairo Carvalho parabenizou ainda o deputado Jenilson Leite (PCdoB) pela realização da audiência pública em Tarauacá. O evento, que debateu a segurança naquele município, foi realizado na última sexta-feira (3), no plenário da Câmara Municipal, e contou com a participação de representantes da Segurança Pública do Estado e da sociedade civil organizada.

Deputado Josa da Farmácia destaca realização de audiência pública em Tarauacá

Assembleia deputados quarta 9 josa

Agência Aleac - Mircléia Magalhães

O deputado Josa da Farmácia (PTN) destacou na sessão desta quarta-feira, (8) a audiência pública realizada na última sexta-feira (3), em Tarauacá. Para o parlamentar, a audiência que debateu a segurança naquele município foi um evento de grande importância, pois reuniu representantes da Segurança Pública do Estado e autoridades do Judiciário e sociedade civil organizada.

“Primeiramente quero agradecer ao presidente desta Casa, deputado Ney Amorim, que possibilitou a realização da audiência naquela cidade. Na ocasião, nós discutimos soluções que possam dar ao cidadão de Tarauacá um sentimento de segurança”, disse.

O parlamentar enfatizou ainda a criação do Comitê Municipal de Segurança que será composto por representantes dos poderes públicos, forças de segurança e da sociedade. “Este Comitê será peça fundamental no desenvolvimento das estratégias de segurança pública, à medida que poderá ouvir o povo e propor soluções aos órgãos de segurança e aos poderes constituídos”, explicou.

A ideia central do Comitê, segundo o parlamentar, é propor a criação de centros esportivos, ginásios, centros de convenções, bem como ações de poder público. A ideia é criar condições para realização de eventos que ocupem particularmente os jovens nos horários em que não estiverem na escola.

“Eventos como atividades esportivas entre as escolas, trabalhos científicos, palestras, seminários, inclusão digital e pesquisas de campo, tiram os jovens das ruas e diminuem a ociosidade”, afirmou.

Josa da Farmácia ressaltou o empenho dos integrantes da Segurança Pública daquele município em encontrar soluções para o crescimento da violência local. “Saí daquela cidade muito satisfeito, pois vi os integrantes da Segurança Pública local preocupados em encontrar alternativas para combater a violência. Eles se mostraram dispostos em discutir ações e melhorias nas estratégias utilizadas pelas Polícias Civil e Militar”, complementou.

A audiência pública foi realizada pela Comissão de Segurança Pública da Aleac a pedido do deputado Jenilson Leite (PCdoB).

“A greve é feita quando o trabalhador não aguenta mais”, diz deputado Gehlen Diniz

Assembleia deputados quarta 5 gerlen

O deputado Gehlen Diniz (PP) disse, durante a sessão desta quarta-feira (8), na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), que este é o momento oportuno para se garantir os reajustes para a Educação e frisou que o movimento grevista é legítimo.

“Eu quero dizer que eu já fui professor e sei o que é ter salários minúsculos. Ninguém faz greve por prazer. A greve é feita quando o trabalhador não aguenta mais. Dizem: ‘Ah, escolheram o ano errado’. Como foi errado? Este é o momento adequado, sim!”, pontua o progressista.

O parlamentar fez críticas ao discurso do deputado Jonas Lima (PT), que comparou o governo a uma vaca em lactação. E pontuou ainda que quando se acaba o leite não há como concedê-lo novamente, referindo-se à falta de recursos para a Educação.

“Essa história de que a vaca não tem mais leite não cola, acontece que tem muitos mamando nessa vaca. O exemplo são os ex-governadores com as pensões. Nós poderíamos corrigir isso aqui. É só gente grande, senadores, deputados federais. Já os pequenos, que precisam do leite, vão recebendo à conta gotas”, lamentou Diniz.

Ele parabenizou os servidores da Educação que estão há mais de 20 dias com as atividades paralisadas.

“Como eu falei, se a Educação está parando é porque não aguenta mais. Parabenizo esses servidores que enfrentam o governo. Chega um momento que esses representantes, que eram do governo, não conseguem segurar a classe e têm que ser ouvidos, sim. Tem que ser feita uma contraproposta”, finaliza.

Deputado Jenilson Leite ressalta importância de PL que concede benefícios aos doadores de sangue e medula óssea

Assembleia deputados quarta 7 jenildo

 

Agência Aleac - Mircléia Magalhães

O deputado Jenilson Leite (PCdoB) falou na sessão desta quarta-feira (8) sobre a importância do projeto de lei que visa “conceder benefícios aos doadores de sangue e de medula óssea, dentre eles a meia entrada em eventos culturais e a isenção em taxas de concursos públicos”. A matéria, segundo o parlamentar, já foi aprovada pelas Comissões de Constituição de Justiça e Redação e de Orçamento da Aleac. O projeto segue agora para devida discussão e votação no plenário da Casa.

“Sabemos que temos muitos problemas com doações de sangue. Já presenciei muitos pacientes falecendo pela falta de sangue compatível no estoque. A doação de sangue é espontânea e essa é uma forma que encontramos de beneficiar as pessoas que se dispõem a fazer essa boa ação”, disse.

Jenilson Leite falou ainda sobre a reunião que será realizada amanhã (9), após o Pequeno Expediente, com a representante regional da Vivo. A mesma foi convocada para prestar esclarecimentos sobre a qualidade dos serviços fornecidos para o Estado do Acre. “Sabemos que as reclamações dos usuários dessa operadora são inúmeras, e a falha do sinal é uma delas. Em alguns municípios o sinal é tão ruim que às vezes nem conseguimos realizar uma ligação”, enfatizou.

Deputado Eber Machado questiona paralisação do Programa Luz Para Todos no Acre

Assembleia deputados quarta 3 eber machado

O 1º vice-presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Eber Machado (PSDC), pediu a retomada imediata do Programa Luz Para Todos, no Acre. Ele disse que é inadmissível que um programa de alcance social dessa magnitude esteja parado por questões burocráticas.

“Esse Programa era referência para o Brasil, mas não está sendo realizado no Estado. A Eletrobras Distribuição Acre está sem comandante. Ela está um barco à deriva. Digo isso porque estamos com uma licitação em aberto desde março e até o momento nada se resolveu”, disse Eber Machado.

De 2004 a 2009, o Programa Luz Para Todos atendeu 45 mil famílias no Acre. Esse ano os investimentos seriam da ordem de R$ 40 milhões para atender 3.330 famílias. Entretanto, corre-se o risco desses recursos não serem aplicados este ano na economia local.

“A economia do Estado vai está perdendo R$ 40 milhões a fundo perdido. Se houvesse boa vontade, já teríamos as obras iniciadas em março”, completou.

Machado criticou a atual administração da Eletrobras Distribuição Acre. Para ele, a direção da empresa não conhece a realidade do Estado. Ele pediu que um gestor conhecedor da Amazônia seja empossado no cargo.

“A Eletrobras não está existindo de fato e de direito. Desafio qualquer um aqui a pedir informações que não vai ter, porque não há interesse nem do gestor da Eletrobras e nem da pessoa que coordena esse Programa”, acrescenta o deputado acreano.

O parlamentar afirmou que no Amazonas o Programa está sendo executado e questionou quem será responsabilizado no Acre pela não execução do Luz Para Todos no Estado. “Quem vai arcar com os prejuízos?”, ratifica.

Deputado Raimundinho da Saúde pede saneamento básico para bairro de Cruzeiro do Sul

Assembleia deputados quarta 12 raimundinho

Agência Aleac - Mircléia Magalhães

O deputado Raimundinho da Saúde (PTN) apresentou indicação ao governo do Estado na sessão desta quarta-feira (8), pedindo que o mesmo providencie através do Departamento de Pavimentação e Saneamento (Depasa), o saneamento básico da parte baixa do bairro da Várzea, em Cruzeiro do Sul. Segundo o parlamentar, na referida área daquele bairro residem aproximadamente 227 famílias que vivem em condições lastimáveis.

“As dificuldades são maiores no período invernoso, quando as condições de trafegabilidade ficam ainda mais difíceis, em especial para os alunos da rede pública de ensino. Os esgotos a céu aberto trazem grandes riscos à saúde dos moradores”, destacou.

O deputado pediu ainda que a Secretaria de Saúde do Estado renove o convênio com a unidade de saúde Santa Casa da Misericórdia, localizada em Cruzeiro do Sul. Raimundinho da Saúde relatou que os 46 leitos daquele hospital não estão sendo utilizados devido à falta de repasse de R$ 82 mil.

“Enquanto o Hospital Geral do Vale do Juruá está superlotado a unidade de saúde Santa Casa está com os 46 leitos vazios e à disposição do serviço público. O hospital parou de atender porque o governo deixou de pagar o valor de R$ 82 mil. Peço que a Secretaria de Saúde providencie a renovação do convênio o mais rápido possível”, pediu.

Para concluir, o deputado pediu o fortalecimento da segurança no entroncamento para Capixaba e Plácido de Castro. Segundo ele, algo deve ser feito para combater o furto e roubo de caminhões e outros veículos naquela região.

“Conversei hoje pela manhã com o senhor Alexandrino de Oliveira, ele disse que teve seu caminhão roubado e que não conseguiu as imagens do furto porque as câmeras que deveriam registrá-las estavam quebradas. Isso não pode continuar assim, os ladrões roubam veículos com a maior facilidade do mundo e ninguém faz nada”, concluiu.

Deputada Leila Galvão pede retomada do Programa de Regularização Fundiária no Estado

Assembleia deputados quarta 10 leila

A deputada Leila Galvão (PT) pediu na sessão desta quarta-feira (8), na Assembleia Legislativa do Acre (Acre), a retomada do Programa de Regularização Fundiária nos municípios acreanos, em especial, nas cidades de Brasileia, Xapuri e Epitaciolândia.

A parlamentar pediu o apoio dos prefeitos no sentido de firmar parcerias com o governo do Estado, por meio do Instituto de Terras do Acre (Iteracre), para a legalização das áreas a serem mapeadas.

“A resistência que o governo está enfrentando, junto aos municípios, é porque o Estado está batendo nas portas das prefeituras e não está obtendo resposta. Pedimos uma articulação juntos aos prefeitos para sensibilizar para que o Estado possa regularizar essas terras, com o consentimento dos municípios”, disse a deputada petista.

Ainda de acordo com ela, a regularização dessas áreas permitirá o aquecimento da economia, isso porque com a documentação em mãos os proprietários poderão recorrer aos agentes financeiros em busca de financiamentos para reforma ou construção de seus imóveis.

“Isso vai trazer um benefício muito grande para a sociedade e para a economia, porque abre a oportunidade das instituições financeiras concederem créditos para reforma e ampliação de suas casas”, salienta.

Leila Galvão comentou, também, que em parceria com o gabinete do deputado federal Sibá Machado (PT/AC) e o apoio da Universidade Federal do Acre (Ufac) articulam a realização de um seminário com o objetivo de discutir a implantação de novos cursos superiores no Alto Acre.

Finalizando seu pronunciamento, a deputada pediu atenção dos pares para a análise do projeto que visa discutir o transporte de passageiros intermunicipais feito pelos táxis-lotação. Ela ressaltou que esta é a oportunidade de corrigir as distorções que vêm afetando a categoria nos últimos anos.

“Esse é um assunto que precisa do apoio dos demais deputados. O deslocamento desses municípios para Rio Branco é dispendioso. Fico bastante satisfeita que já chegou a esta Casa esse projeto de lei que está tramitando nas comissões. Que possamos estar sensibilizando os pares e fazer esse pedido: que analisemos essa matéria com muito carinho por que essa categoria faz muito pelo nosso Acre”, ressalta.

Deputado Nelson Sales apresenta projeto de resolução que possibilita audiências públicas no plenário da Aleac

 

Assembleia deputados quarta 11 nelson

Agência Aleac - Mircléia Magalhães

O deputado Nelson Sales (PV) apresentou na tribuna da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), durante a sessão desta quarta-feira (8), o Projeto de Resolução nº 7, que altera o dispositivo da Resolução nº 86, de 28 de novembro de 1990.

Se a matéria for aprovada, o Art. 1º do parágrafo 2º passará a vigorar com a seguinte redação: Parágrafo 1º: “O plenário da Assembleia Legislativa do Acre, fora da sua destinação exclusiva, somente poderá ser utilizado para a realização de Convenção Partidária e Audiências Públicas que tratem da apreciação de gestões e contas públicas”.

O parlamentar lembrou que no mês passado foi realizada audiência pública para prestação de contas das ações da Saúde do primeiro quadrimestre de 2015. O evento, que aconteceria no plenário do Poder Legislativo, foi transferido para o auditório desta Casa devido a um impedimento legal do Regimento Interno da Aleac.

“O evento, que seria realizado no plenário desta Assembleia, teve que ser transferido de última hora para o auditório desta Casa, porque nosso Regimento Interno não permitia o uso do mesmo para o evento. Com a mudança, a próxima audiência pública para prestação de contas de qualquer órgão poderá ser realizada no plenário sem problema algum, possibilitando a divulgação de forma clara e organizada das ações públicas de interesse público”, disse.

O deputado apresentou também indicação solicitando que o governo do Acre, através do Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento (Depasa), faça a instalação de um posto de fiscalização da Polícia Militar, visando controlar as entradas e saídas na fronteira com a Bolívia, no município de Plácido de Castro.

Segundo Nelson Sales, apesar dos postos existentes nos municípios de Senador Guiomard e Brasileia, o acesso à Plácido de Castro continua totalmente vulnerável. “É de conhecimento público os constantes episódios envolvendo o roubo de veículos nos diversos municípios do Estado. Plácido de Castro encontra-se com o corredor livre para os ladrões de carros atuarem despreocupados, eles contrabandeiam e conduzem os produtos roubados no Estado numa boa para o país vizinho, a Bolívia”, ressaltou.

 

Deputado Antônio Pedro cobra reforma de quartel da Polícia Militar em Xapuri

Nesta quarta-feira (8) o deputado Antônio Pedro (DEM) apresentou uma indicação à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) para que seja encaminhada ao Executivo solicitando a reforma do quartel da Polícia Militar, em Xapuri. De acordo com o parlamentar, os próprios servidores estão fazendo ‘cotas’ para melhorar o ambiente de trabalho.

“Estive na minha cidade, Xapuri, e visitei o quartel da Polícia Militar para ver as condições e vi que está critica a situação. O prédio está deteriorado. Não foi feita nenhuma reforma. Os próprios policiais estão fazendo cotinhas para melhorar a situação ali”, disse o deputado.
Ainda em seu pronunciamento, Antônio Pedro afirmou que os professores que trabalham no Programa Asas da Florestania, também em Xapuri, estão há quase quatro meses com os salários atrasados.

“Os professores do ensino rural de Xapuri, os provisórios do Programa Asas da Florestania, eles estão há quase quatro meses sem receber e a situação tende a se complicar a cada dia”, pontua o democrata.

O parlamentar denunciou, ainda, a falta de pagamento dos freteiros que fazem o transporte de alunos na zona rural naquele município. “Eles disseram que estão querendo parar. No assentamento Tupá os alunos estão indo a pé para a escola. É preciso que a Secretaria de Educação veja essa situação”, pontuou.