Marechal Taumaturgo, Porto Walter e Tarauacá terão aeródromos reformados

Tiao viana aerodromos

O governador Tião Viana participou de uma audioconferência com a Secretaria de Aviação Civil, membros do governo do Estado do Acre e Banco do Brasil na Casa Civil

Os aeródromos de Marechal Taumaturgo, Porto Walter e Tarauacá serão totalmente reformados para oferecer melhores condições de acesso e uso. A ação faz parte de uma decisão do governo federal, através da Casa Civil, em parceria com o Banco do Brasil. A proposta é revitalizar a estrutura aeroportuária nacional, num investimento de R$ 7,3 bilhões.

 A ideia é integrar os aeroportos para fortalecer a aviação regional e atender quase a totalidade da população brasileira com aeroportos num raio de até 100 quilômetros de suas cidades. Os projetos e a execução serão feitos pelo Banco do Brasil, que, numa ação emergencial fará uma operação de recuperação rápida, com tapa-buracos, para garantir a trafegabilidade das pistas durante o inverno amazônico.

“Essa é uma decisão importante da presidenta Dilma, em parceria com o Banco do Brasil. Vamos atender a população destas cidades de difícil acesso e num segundo momento contemplar as cidades de Brasileia e Epitaciolândia, que vivem um bom momento de expansão e precisam deste suporte de aeroporto”, disse o governador Tião Viana durante uma audioconferência com a Secretaria de Aviação Civil, governo do Estado do Acre e Banco do Brasil, que aconteceu na Casa Civil, em Rio Branco.

O diretor do Departamento de Estradas e Rodagens do Acre (Deracre), Ocírodo Júnior, explica neste primeira etapa será realizada a operação emergencial. “Estes investimentos são totalmente do governo federal. Antigamente o governo do Estado entrava com uma contrapartida. Esta é uma ação importante para garantir o acesso a estes municípios, dando mais qualidade e segurança aos aeródromos”, explicou.

Os investimentos são do Fundo Nacional de Aviação Civil (FNAC), na ordem de R$ 7,3 bilhões e beneficiarão 280 aeródromos em todo o Brasil. “O Banco do Brasil será o responsável pela elaboração dos projetos e pela execução da obra, que vai atender aos municípios de Marechal Taumaturgo, Porto Walter e Tarauacá. A ideia de envolver o BB foi entregar ao Banco a gestão de um fundo, cuja rentabilidade virá do funcionamento dos aeroportos”, explicou Marcolino Rodighero, superintendente em exercício do Banco do Brasil.

O governador Tião Viana lembrou da importância de alterar o local da pista do aeroporto de Marechal Taumaturgo, que se encontra sobre uma região pantanosa, e do outro lado do rio, o que obriga a população a enfrentar as escadarias do barranco do rio e fazer uma longa caminhada até a pista, percurso especialmente difícil para idosos e doentes. A proposta será analisada do ponto de vista da viabilidade econômica e poderá ser acatada.

Na próxima semana começam as visitas técnicas aos aeródromos, para a elaboração dos projetos e a definição do tipo de investimentos que serão feitos em cada um deles, realizadas pelo Banco do Brasil.

Agência de Notícias do Acre - Tatiana Campos Fotos: Sergio Vale

 

Powered by Bullraider.com