Vereador de Guajará denuncia descaso com a população do município

Vereador CarecaLixo pelas ruas, ônibus, máquinas danificadas e ruas esburacadas são um retrato do município do Guajará

O vereador Marcos Martins (DEM), popular Careca, avalia que o prefeito de Guajará, Hélio de Paula tem tratado com descaso a população e o abandono é geral em todas as esferas da administração pública municipal, afirmando que o lixo da cidade fica vários dias acumulados na caixas, as estradas estão totalmente esburacadas, máquinas estão se deteriorando no sol e na chuva em frente a prefeitura, ônibus novos do transporte escolar parados por falta de manutenção, entre outros graves problemas que penalizam a população de Guajará.


O vereador denuncia a situação precária que se encontra a estrada do Gama, onde foram gastos a maior parte de um recurso da ordem de R$ 1 milhão, anunciados pelo governador Omar Aziz (DEM), nos primeiros meses de 2010, para recuperação dos ramais do município, penalizando a população da zona rural que está sem acesso à suas localidades por conta de irresponsabilidade na realização dos trabalhos de recuperação dos ramais.

Vereador Careca denuncia Guajara 4

Segundo Careca o trabalho de recuperação da estrada do Gama foi feito sem nenhum acompanhamento profissional e a estrada se encontra sem condições de tráfego, com bueiros arrebentados e valas que impossibilitam o tráfego até de carros traçados, prejudicando a população das localidades Paranazinho da Floresta, Ramal dos Carobas e dos Badejos. 

Vereador Careca denuncia Guajara 2

“ Como é do conhecimento da população de Guajará o governador anunciou em praça pública a liberação de R$ 1 milhão para a recuperação dos ramais. Sem condições de tráfego na estrada que liga a comunidade do Gama e as dos Rio Boa Fé aos centros maiores estão totalmente isolados. Os moradores daquela região, que demoravam cerca de uma hora para se deslocar até a sede do município, agora gastam mais de um dia de viagem de barco quando precisam ir até Guajará”, disse o vereador.

Careca destaca que para completar o descaso o prefeito nos três anos que passaram não se preocupou em garantir barcos para a população ribeirinha utilizar no período das chuvas, que isola as comunidades que fica sem alternativa para trafegar na estrada para escoar sua produção.

“ A população está sem opção para escoar a produção. A estrada não funciona e não tem barcos. Então, a população da zona rural está entregue a própria sorte, principalmente quando tiverem que passar por uma emergência”, afirmou.

A limpeza pública do município de Guajará é questionada pelo vereador que afirma que a Prefeitura tem apenas um caminhão para a coleta do lixo que fica acumulado porque a maior parte do recolhimento do lixo é feito por carros de boi.

Vereador Careca denuncia Guajara 10 lixo 

“É inadmissível a situação que se encontra o município de Guajará, pois a buraqueira toma conta das ruas da cidade. Para aumentar a problemática a prefeitura autorizou a ampliação de buracos na Avenida Justino Bernardes, proximidades do Colégio Enedina Herculano, afirmando que seriam tapados em seguida e até hoje estão abertos dificultando o trânsito. Tal situação atrai animais, sujeira, mal cheiro e riscos à saúde”, disse.

O descaso com os equipamentos públicos estão caracterizados pelo abandono de uma máquina moto niveladora, de valor inestimável para a abertura dos ramais e de um ônibus novo do transporte escolar, que está em frente à prefeitura, sob o sol e chuva.
  
“De acordo com pessoas conhecedoras do problema, seria bem mais viável ao município mandar consertar a moto niveladora do que ficar contratando serviços de terceiros”, afirmou.

Vereador Careca denuncia Guajara 7

O vereador Careca protocolou denúncia junto ao Ministério Público Estadual para que a prefeitura resolva o problema do transporte escolar dos alunos da Floresta que é utilizado indevidamente para outros fins.

“Não tem como aceitar a falta de vontade da prefeitura de solucionar problemas básicos, pois somente no mês de janeiro entrou na conta apenas com recursos federais mais de R$ 1,6 milhão de repasses federais e estaduais”, disse.

A merenda escolar é outro assunto abordado pelo vereador que garante que os estudantes estão sendo liberados mais cedo porque não tem merenda na escola.

“Mesmo sendo um dever do Estado os prefeitos Samuel e Armando Filho sempre colaboravam com uma pequena quantia para a manutenção dos veículos utilizados pela Polícia Militar. Hoje, se a Polícia Militar quiser fazer rondas tem que usar o carro do Conselho Tutelar”, disse.

Powered by Bullraider.com