Produtores do Jordão e Marechal Thaumaturgo recebem equipamentos agrícolas

O relógio marcava 2 horas da madrugada quando Valmir Rodrigues da Silva, 42, pegou a farofa reforçada e partiu. Ele e mais 16 homens, todos moradores das margens do Rio Muru, no Jordão, chegaram ao município às 15 horas de segunda-feira, 4. Descansaram e esperaram a manhã do dia seguinte, quando receberiam, das mãos do governador, um kit completo para uma moderna casa de farinha.thumb 09s7df0s8096dfkjlf

“Para um pai de família, isso é uma ajuda grande demais. Lá a gente não produz com a intenção de vender, até porque é muito difícil tirar a produção. Mas todas as famílias da comunidade precisam fazer farinha para sobreviver. É o nosso alimento, e ralar a macaxeira na força do braço era um sacrifício. Eu ainda nem acredito em tudo isso que estamos ganhando”, disse o produtor.

thumb s09d87f986s9d8f7

A história dele se repete em mais 149 famílias que receberam os kits de modernização de casas de farinha, comprados pelo governo do Estado por meio da Secretaria de Desenvolvimento Florestal, da Indústria, do Comércio e dos Serviços Sustentáveis (Sedens). Também foram entregues no Jordão cinco barcos com motores, dentro do Programa de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva Familiar. Uma pá-carregadeira, no valor de R$ 300 mil, foi entregue pela Secretaria de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof), para apoio ao programa de piscicultura, que se inicia no Jordão. Segundo o secretário Edvaldo Magalhães, a entrega dos kits para casas de farinha surgiu da necessidade de modernizar a produção agrícola e fortalecer as cadeias produtivas locais.
 
thumb 098798798f5f5
 
“Um motor desse não tem importância para quem vive lá em Rio Branco, que tem carro para andar. Mas para quem mora nos nossos rios, nas nossas matas, um motor como esse é tudo na vida. Imagine o que é para um pai, uma mãe de família, ralar a macaxeira, torrar a farinha, tudo à mão. E ele ainda pode pegar o motor, adaptar uma rabeta e colocar no barco para vir ao município trazer um doente, comprar algo, por exemplo. Nós também vamos dar as paletas para que vocês possam usar esse motor também a fim de se locomover”, disse o governador em exercício César Messias.

O prefeito Hilário Melo estava emocionado. “Meu pai defendeu essa luta por muitos anos e eu continuei a batalha. Nunca tivemos no Jordão um ato como este para os nossos seringueiros e ribeirinhos. Se eu tivesse saído daqui para Belém e Manaus, como faziam meus amigos, e investido em terras que não são nossas, não estaria aqui para viver este momento. É o governo do Tião Viana e do César Messias chegando a quem realmente mais precisa, aonde nunca chegou, na foz dos nossos rios”, comentou.

thumb 0s97d9f8769807sf

Marechal Thaumaturgo, terra de 14 tipos de feijão, recebe máquinas agrícolas

Conhecido por suas 14 variedades de feijão, Marechal Thaumaturgo também recebeu ações de fortalecimento da produção familiar. Foram entregues pelo governo do Estado R$ 203 mil em máquinas e equipamentos, além de uma pá-carregadeira no valor de R$ 300 mil para apoio à piscicultura. Além disso, 166 produtores receberam R$ 500 mil em crédito do Pronaf B, do Banco da Amazônia.

thumb 654064ddd6f06d1

“O programa de piscicultura, que vai construir cinco mil açudes até 2014, chega aos municípios mais distantes, com toda dificuldade. Essas máquinas vão fortalecer a produção agrícola e ampliar as oportunidades para os produtores. O governo do Estado vai distribuir as 364 máquinas em todo o Estado, fortalecendo o compromisso de priorizar a produção rural”, disse o secretario Lourival Marques, da Seaprof.

Leia mais

Governador Tião Viana faz a maior entrega de equipamentos agrícolas da história do Acre

João Panavoleiro, presidente de uma das associações de seringueiros e ribeirinhos de Marechal Thaumaturgo, não acreditava no que estava à sua frente. Dezenas de máquinas e equipamentos, além de um trator, expostos em praça pública para serem entregues a pessoas simples, moradoras de comunidades espalhadas pelos caminhos que os rios fazem cortando a floresta. “Um dia eu entendi que se a gente se unisse era mais fácil conseguir alguma coisa, e criamos a associação. Eu não tinha nada a dar para vocês, porque eu era só um seringueiro, como vocês. Mas eu lutei acreditando que um dia a gente podia ser ouvido. E hoje o governo do Estado vem aqui e entrega tudo isso para os produtores”, disse em seu discurso.

thumb 6546s5d4f06sd

O governador em exercício César Messias, que conhece cada comunidade da Foz do Breu a Marechal Thaumaturgo, reencontrou velhos amigos, todos reunidos no município para receberem do governo a ajuda com que tanto sonharam. “No passado ninguém imaginava que produtor rural pudesse ter conta em banco. Hoje eles estão fazendo até financiamento. No passado era preciso bater o feijão, ralar a mandioca, debaixo do sol, na força do braço, era algo que, dia a após dia, se tornava pesado demais. Hoje eles vão botar o milho e o feijão de um lado da máquina e apanhar do outro, sem esforço. O Tião Viana e eu, nossa equipe de governo, o governo. Todos estamos de mãos dadas com vocês porque o nosso papel é servir. É trabalhar por vocês, que são o povo do nosso Estado”, disse César Messias.
 
thumb s98d76f897s6td8976fsdf

O deputado Moisés Diniz acompanhou a entrega dos equipamentos em Jordão e Marechal Thaumaturgo. “Hoje esses produtores estão recebendo a esperança que eles tanto tiveram, só que em forma de debulhadeiras, de barcos, de prensas. Isso é o governo chegando a todos, às comunidades mais distantes”, comentou.

Jordão

Cinco barcos com motor

150 kits de casas de farinhas

(R$ 267 mil com recursos do Proacre)

Uma pá-carregadeira

(R$ 300 mil com recursos do BNDES)

Marechal Thaumaturgo

Debulhadores de feijão

Prensas de cana

Tachos para rapadura e açúcar mascavo

(R$ 203 mil com recursos do Proacre)

Uma pá-carregadeira

(R$ 300 mil com recursos do BNDES)

“Nunca tivemos no Jordão um ato como este para os nossos seringueiros e ribeirinhos. Se eu tivesse saído daqui para Belém e Manaus, como faziam meus amigos, e investido em terras que não são nossas, não estaria aqui para viver este momento. E valeu a pena acreditar para viver este dia.” (Prefeito do Jordão, Hilário Melo)

 

Agência de Notícias do Acre - Tatiana Campos

Powered by Bullraider.com