MTE cadastra pescadores de Rodrigues Alves e do Juruá para Seguro Defeso

Uma equipe da Agência do Ministério do Trabalho e Emprego (TEM) de Cruzeiro do Sul está realizando um trabalho de documentação dos pescadores artesanais dos municípios da região para garantir o pagamento do Seguro Defeso tempo que os pescadores ficam proibidos de pescar cerca de dez espécies de peixe que estão no período de reprodução e sua pesca se constituiu num crime ambiental.

Na semana passada o trabalho foi realizado na sede da Colônia de Pescadores de Rodrigues Alves para atender os pescadores do município. O gerente da Agência do MTE, Paulo Sá, destaca que mesmo com a dificuldade de poucos funcionários o trabalho de cadastramento dos pescadores está sendo realizado com antecedência para garantir que todos os beneficiados sejam atendidos.

O gerente enfatizou que o Seguro Defeso, garantido pela presidenta Dilma Roussef com recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), está na sua 15ª edição e atende mais de sete mil pescadores na região do Juruá, injetando mais de R$ 20 milhões na economia e contribuindo com o desenvolvi mento dos municípios. O recurso já faz parte da renda das famílias de cerca de 1.600 pescadores.

Segundo Paulo Sá para o pescador fazer pela primeira vez ou renovar o cadastramento é necessário apresentar o cadastramento CEI e os recolhimentos do INSS para o preenchimento dos formulários do Ministério da Pesca e garantir a habilitação e o recebimento do Seguro Defeso que neste ano começa no dia 15 de Novembro.

" Sabemos da dificuldade causada pelo número reduzido de funcionários na Agência, mas estamos dando conta do trabalho e ninguém está ficando fora do programa e sem receber o benefício. Vamos fazer ainda o cadastramento nos municípios de Tarauacá, Feijó e Marechal Thaumaturgo e Porto Walter e em Cruzeiro do Sul o atendimento inicia no dia 18 de Dezembro até o dia 15 de Março, tempo suficiente para atender todos", disse.

O gerente da Agência pede a compreensão dos pescadores para evitar o tumulto que aconteceu no ano passado no momento do cadastramento lembrando que há tempo suficiente para atender todos os beneficiados e lembra que o programa foi instituído para garantir o povoamento de peixe nos rios, principalmente para o pescador artesanal que pesca para o sustento de sua família.

Paulo Sá alerta as pessoas que tentam fraudar o programa e enfatiza que é obrigado a habilitar os pescadores que estão de posse da carteira, mas lembra que há ferramentas para identificar os pescadores artesanais, como por exemplo, uma declaração assinada pelo próprio beneficiado e por dois outros pescadores garantindo que o mesmo exerce a atividade ficando os mesmos responsáveis pelas informações.

" Faço um apelo para os pescadores que neste período do Defeso não pesquem e deixem os peixes desova rem. Se um pescador for pego pescando um peixe ovado ele está cometendo um crime ambiental e pode ter sua carteira cassada. Cada pescador tem que ser um fiscal e precisa combater a pesca predatória para garantir a reprodução das espécies protegidas pelo Defeso", disse.

O gerente da Agência do MTE destaca ainda as parcerias firmadas com a Promotoria do Ministério Público e com a empresa UTC que garantiram um veículo, equipa mentos de informática e mate riais, mas ressalta a necessidade de contratação de mais funcionários, além de um novo prédio para o atendimento por motivo do atual não ter mais condição para atender de forma digna a população da região.

Colônia de Pescadores investe em local para venda do pescado e luta por fábrica de gelo

O vice-presidente da Colônia de Pescadores de Rodrigues Alves, vereador Evanildo Almeida, acompanhou o trabalho de cadastramento e agradece a equipe da Agência do MTE em Cruzeiro do Sul que no ano passado fez um trabalho diretamente nas comunidades rurais, mas esse ano teve que fazer o atendimento na sede da Colônia por motivo do acesso aos ramais que ficou prejudicado pelas chuvas.  

" Agradecemos ao Paulo Sá e aos servidores do MTE que não medem esforços para garantir a documentação anual para o recebimento do Seguro Defeso que é de grande importância para o pescador e para a preservação das espécies no período da desova. Este ano não foi possível fazer o cadastramento nas comunidades, mas o atendimento está sendo satisfatório e os pescadores compareceram para se regularizarem", disse.

Evanildo Almeida informou que a Colônia de Pescadores presta um atendimento diário aos pescadores do município e está fazendo um investimento com recursos próprios para garantir um local para a venda do pescado e para 2015 já tem garantia de uma emenda parlamentar do deputado federal eleito Sibá Machado para a implantação de uma fábrica de gelo para suprir uma das grandes necessidades dos pescadores.  

 

O pescador Francisco Mota, que mora na comunidade Nova Cintra, parabeniza a direção da Colônia de Pesca dores pelo bom trabalho prestado e afirma que os lagos da região estão com pouco peixe porque não houve uma alagação maior do rio Juruá para os peixes entrarem nos lagos e destaca que apesar de não haver pesca predatória o pescado está muito escasso.

"A Colônia de Pescadores tem dado um bom atendimento para nós e hoje o pessoal do Ministério do Trabalho veio fazer a documentação do Seguro Defeso que é de mui- ta importância para garantir nossa sobrevivência durante o período que não se pode pescar para que se possa preservar a desova do peixe e depois garantir fartura para que todos possam pescar", disse o pescador.

 

Add a comment (0)

Mais de sete mil participam de show de encerramento das comemorações do aniversário de Rodrigues Alves

Rodrigues Alves 7

 

O desfile cívico das escolas e o show da banda Forró  Batida Louca encerram neste domingo (28) a programação que teve início segunda-feira (22). Durante uma semana a população de Rodrigues Alves teve a oportunidade de participar de diversos eventos culturais, de lazer e esportivos alusivas ao 21º aniversário de fundação do município que foi fundado em 28 de abril de 1992 e teve a data de comemoração transferida para  o mês de julho devido o período de chuvas que assola a região durante o mês de abril.

A apresentação das escolas teve iniciou às 19 h com a participação de unidades de ensino estaduais e municipais. Logo após o desfile, um público de mais de sete mil pessoas lotou o estádio municipal para assistir a banda Bizz que fez o pré-show e a banda de São Paulo que se apresentou pela primeira vez no vale do Juruá.

O desfile deste ano teve o tema “Construindo um Futuro de Paz”. Nas unidades de ensino, os educadores e alunos se prepararam durante mais de um mês para abordar o assunto e fazer as apresentações de forma que conscientizasse a população para a construção de um mundo sem violência.

“Precisamos educar as crianças para que elas se desenvolvam mental, espiritual e fisicamente. Esse tema é importante para que possamos implementar no aluno esse espírito de paz”- disse o secretário de Educação Orleilson Ferreira.

Cartazes e faixas tomaram conta da avenida principal da cidade. Os estudantes destacaram a paz no trânsito, na escola, o entendimento entre as famílias e outras formas de garantir um mundo sem  violência.

Além do prefeito Burica  e do vice, Jailson Amorim, convidados de outros municípios prestigiaram a desta. O deputado Jonas Lima, o prefeito de Guajará, Hélio de Paula e os vereadores do município fizeram parte do dispositivo de honra. Os vereadores Valdemir Neto e Mauri Barbosa (Sinhor) de Cruzeiro do Sul, também marcaram presença.

Após o desfile, a multidão se dirigiu ao Estádio Municipal para assistir a apresentação da Banda Forró Batida Louca. Antes da entrada do grupo, o cantor João Paulo fez sua participação com a Banda Bizz. A área do estádio, que tem capacidade para mais de 10 mil pessoas, ficou praticamente lotada. O show se encerrou às 3 da manhã.

“Nosso povo merece uma festa como essa. Estou muito feliz por está administrando nosso município nesse momento em que chega aos 21 anos de idade. Sei que já fizemos muitas coisas importantes para nossa população e nesse segundo mandato vamos fazer muito mais, principalmente para os produtores rurais são a grande maioria dos habitantes de Rodrigues Alves”- comemorou o prefeito Burica.

 

 

Add a comment (0)

Arco de Puah e Espalha Brasa se apresentam na primeira noite do I Concurso de Quadrilhas de Rodrigues

Quadrilha 2

As comunidades rurais Profeta e Treze de Maio se uniram para participar da disputa que vai definir a quadrilha caipira que representará o município de Rodrigues Alves no XV Concurso Estadual de Quadrilhas Caipiras do Acre que será realizado em Rio Branco no período de 1 a 7 de julho. A quadrilha Arco de Puah com integrantes das duas comunidades fez a abertura do concurso municipal e concorre com mais três quadrilhas. o evento se encerra nesta sexta-feira (27) com a definição da vencedora do concurso.

O I Concurso Municipal de Quadrilhas Caipiras de Rodrigues Alves será disputado por duas quadrilhas de comunidades rurais e duas da cidade. Além das comunidades Profeta e Treze de Maio, os moradores da Nova Contra também se organizaram e tentam a vaga para participar do concurso estadual.

Na primeira noite, nesta quinta-feira, o ginásio coberto do município ficou lotado de pessoas que foram assistir as apresentações. O público se divertiu com os casamentos e pode presenciar algumas inovações nas coreografias feitas pelos organizadores das duas quadrilhas. Arco de Puah foi a primeira na arena e, logo em seguida, os componentes da Quadrilha Espalha Brasa fizeram a apresentação com a participação da dupla de humoristas Pachoca e Frochinilda que fizeram a cerimônia de casamento dos noivos.

“Dá muito trabalho mais é prazeroso vê o resultado com o público aplaudindo. Esperamos que nossa quadrilha tenha agradado os jurados e possamos sair daqui com a vitória” – disse o coordenador da quadrilha Espalha Brasa, Elissandro Conceição da Silva.

O prefeito Burica também assistiu a apresentação das duas quadrilhas e disse que gostou do desempenho dos grupos que organizaram. “Me sinto muito feliz em está proporcionando à juventude de nosso município a oportunidade se envolver com atividades culturais e estou muito satisfeito com a participação e o empenho que os jovens estão tendo para que nossa cidade possa realizar um evento tão bonito como esse” – disse o prefeito que garantiu que a quadrilha campeã terá todo apoio para participar da etapa estadual.

Nesta sexta-feira (28), na última noite do evento, vão se apresentar as quadrilhas caipiras Trem Bala, da comunidade Nova Cintra e Arrasta Pé, compostas por alunos da escola Francisco Braga de Souza. Após a apresentação sairá o resultado do concurso e será anunciada a quadrilha que participará do concurso estadual. Pelo segundo ano consecutivo a Prefeitura de Rodrigues Alves garante a representação do município no evento que é realizado na capital do estado.

 

 

 

 

 

Add a comment (0)

Encontro da Undime em Rodrigues Alves reúne MEC, UFAC, SEE e secretários de educação de 19 municípios

A União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) realiza no município de Rodrigues Alves, nos dias 18 e 19, reunião de interiorização das ações da entidade, com a presença de 19 secretários municipais de educação, representantes do Ministério da Educação (MEC), Secretaria de Estado de Educação (SEE), União dos Conselhos Municipais de Educação (UNCME) e da Universidade Federal do Acre (UFAC).

O encontro teve início na tarde desta terça-feira (18) no auditório da Escola Francisco Braga e tem como principais temáticas a Educação em Tempo Integral – Mais Educação, Parfor, PDE Interativo, PAR, Proinfo, fortalecimento dos Conselhos Municipais de Educação, Pradime e Conviver Educação, com troca de experiências, informações e apresentação de propostas para melhorar a qualidade do ensino.

O Presidente da Undime, professor Márcio Batista, vice-prefeito de Rio Branco e Secretário Municipal de Educação da capital, destacou ser um encontro muito representativo pela presença de 19 secretários municipais de educação que são atores que vão debater aspectos importantes, mas também polêmicos como o financiamento da educação e a melhoria da qualidade do ensino em seus mais diversos aspectos.

“É um momento rico da educação do país onde os municípios estão preparando suas conferências municipais para traçar as metas dos próximos dez anos, além de uma reunião técnica com a presença de representante do MEC e da Ufac para intercambiar experiências orientadoras da discussão que vai culminar com a elaboração dos planos decenais que serão aprovados pelas Câmaras de Vereadores, em 2014”, destacou.

O prefeito Francisco Ernilson de Freitas, Burica, deu as boas vindas às delegações dos municípios e aos representantes da Undime, MEC e Ufac que prestigiam o encontro histórico para o município de Rodrigues Alves, lembrando que sua administração tem priorizado investimentos para melhorar a educação municipal com a construção de escolas e a valorização de professores e servidores.

O secretário Municipal de Educação de Rodrigues Alves, professor Orleilson Silva, agradeceu a presença do presidente da Undime e dos 19 secretários municipais no encontro histórico de muita importância para discutir a educação pública municipal, além do fortalecimento da Undime como instituição que congrega os 22 municípios do Estado do Acre.

O secretário informou que o município de Rodrigues Alves estava desde 2006 sem receber recursos do MEC, mas os problemas foram sanados com o processo de regularização das escolas que já passaram a receber direto na conta os recursos federais, ressaltando um grande volume de investimentos que já estão sendo realizados no município.

“Este ano as escolas já receberam mais de R$ 150 mil, adquirimos ônibus escolares num valor de mais de R$ 1 milhão, lanchas para o transporte de alunos, implantação de uma escola do Proinfo no valor de mais R$ 1,9 milhão, além de muitas ações na área de formação e planejamento que vão beneficiar a educação municipal. Este encontro vai beneficiar todos os municípios com a troca de experiências e informações”, disse.

A representante do MEC, professora Marilene Pedrosa Leite, que assessora o Programa de Educação em Tempo Integral, destacou a grande expectativa do MEC que se faz presente na reunião da Undime que pela primeira vez realiza um trabalho de interiorização de suas ações. “A Educação em Tempo Integral é a nova visão de escola para o Brasil, pois a escola que temos não atende as necessidades das comunidades e dos alunos e esta nova modalidade vem trazer ao Brasil uma nova visão de escola”, disse.

Add a comment (0)