Aberta o ano todo, BR-364 aquece economia no interior do estado

GMF 459301

 

Em outubro de 2011 o governador Tião Viana anunciou que a BR-364, no trecho que liga Rio Branco até Cruzeiro do Sul, não fecharia mais para o tráfego de veículos, mesmo durante período de inverno amazônico. Desde então, a rodovia, tem registrados crescentes índices de veículos trafegando, incluindo de carga.

 

A nova rota para chegar aos municípios da região do Juruá e Tarauacá-Envira proporcionou mudanças na economia das famílias que vivem nas cidades dessas regionais. Entre as mudanças destacam-se a redução no preço de botijas de gás, alimentos da cesta básica e maior oferta de frutas, carnes, aves e verduras.

 

O diretor-presidente do Departamento de Estradas de Rodagem (Deracre), Ocírodo Júnior, conta que, entre o segundo semestre de 2011 e o primeiro de 2012, também foi registrado crescimento na trafegabilidade de veículos de carga na rodovia.

 

Cuidados para manter boas condições da pista

 

Para evitar que o alto fluxo de cargas cause danos à pista, o governador Tião Viana determinou que houvesse uma regulação no limite de carga máxima permitida. No segundo semestre de 2012 a determinação voltou a ser válida logo se que iniciou o período de chuvas.

 

Desde o fim do ano passado o diretor-presidente do Deracre, Ocírodo Júnior, observa que o órgão autoriza apenas veículos com peso bruto de até nove toneladas trafegarem na via. “Também é permitido o trafego de caminhões com cargas de até 400 botijas de gás, caminhões que transportes entre 10 mil litros e 12 mil litros de combustível, e os ônibus estão liberados a trafegar desde que os passageiros transportem até 23 quilos de bagagem [cada]”, detalhou Ocírodo Júnior.

 

Trabalhos seguem mesmo no inverno

 

De acordo com o diretor-presidente do Deracre, equipes do Departamento seguem atuando em frentes de serviços em todo o ano. “Mesmo com as chuvas, temos equipes atuando nos trechos entre Manoel Urbano-Feijó, Feijó-Tarauacá, e Tarauacá-Cruzeiro do Sul. São equipes que atuam em operações para tapar buracos e na contenção de encostas para evitar deslizamentos, já que estamos tendo muita chuva este ano, e isso está propenso a ocorrer, e precisamos manter a segurança das pessoas que trafegam na estrada”, comentou Júnior.

 

No trecho entre Sena Madureira e Rio Branco, o diretor do Deracre esclarece que as obras de manutenção da pista estão sob a responsabilidade do governo federal.

 

Conclusão da rodovia

 

A expectativa do Deracre é de que neste ano a estrada tenha sua obra concluída. Para isso, enquanto o período de verão amazônico não chega, a empresa responsável pelas obras já começa a fazer a aquisição e armazenagem dos insumos necessários para os trabalhos. A brita, por exemplo, será transportada via fluvial, por meio de balsas, aproveitando que os rios da região estão cheios, o que facilita a navegação. Já o cimento será transportado via terrestre, respeitando os limites de carga da pista.

 

“Assim que o período de chuvas se encerrar, os trabalhos voltarão a ser intensificados na BR. Nossa meta é, se Deus quiser, concluir a BR-364 ainda em 2013”, concluiu Ocírodo Júnior.

Nayanne Santana

Add a comment (0)

Transacreana inova no transporte rodoviário no Juruá

Real Norte 1

Com carros novos, espaçosos, poltronas  acolchoadas, ar condicionado, tv e serviço de bordo fez  com que os ônibus da Transacreana  se tornem  os mais  procurados pelos passageiros na rodoviária de Cruzeiro do Sul. Hoje, já são mais de 12 mil pessoas que viajam pela empresa de Rio  Branco/Cruzeiro do Sul/Rio Branco.

Nesta semana os sócios proprietários da empresa, Fernando Lourenço e Afonso Américo, vieram a Cruzeiro  do Sul para fazer uma fiscalização nos veículos, conversar com os funcionários e verificar como está o atendimento para garantir que seus passageiros tenham total conforto e segurança nas viagens.

Américo destacou que para bem atender  a população do Juruá  a Transacreana tem investido em carros novos para atender os passageiros nesta rota, ressaltando que são 12 ônibus fazendo a linha Rio Branco / Cruzeiro do Sul / Rio Branco e a expectativa é que nos próximos meses sejam colocados mais quatro novos carros.

Diariamente seis ônibus saem de Cruzeiro do Sul às 7:00 horas e as 19:00 horas com destino a capital. Com a chegada dos novos  veículos a empresa garante que vai disponibilizar outros horários para seus passageiros.

Com o preço em alta do transporte aéreo, que tem apenas uma empresa voando até Cruzeiro do  Sul, o transporte terrestre  se tornou a opção mais viável para os acreanos  que precisam se deslocar da capital ao interior do Estado e também do interior até a capital. Enquanto uma  passagem  aérea no trecho custa R$ 600,00 no ônibus tem o preço de apenas R$ 80,00 e o passageiro chega no mesmo dia com segurança e conforto.

Para aquecer ainda mais a concorrência do transporte rodoviário no Juruá Afonso  Américo disse que em breve  vai colocar ônibus  para  atender a população nos municípios de Rodrigues Alves, Mâncio Lima e Guajará (AM).

Américo anuncia mais uma novidade à população e empresários de Cruzeiro do Sul com a implantação do serviço de transporte de carga pela BR-364. “Estamos viabilizando veículos específicos para  atender a população do Juruá com o serviço de carga”, disse.

Em Cruzeiro do Sul os empresários tiveram uma agenda de muito trabalho e também se dedicaram a escolha de um terreno para construir uma garagem com estacionamento para os veículos da empresa e aproveitaram a oportunidade para desejar  um feliz 2013 à população do Juruá.

 

Add a comment (3)

Governador Tião Viana visita o Sergipe

Governador 0801

Acompanhado do secretário de Estado do Turismo, Elber Batalha, o governador do Acre (AC), Tião Viana, que está de férias, e sua família visitaram na manhã desta segunda-feira  (7), o Palácio Museu Olímpio Campos e o Museu da Gente Sergipana, ambos localizados na capital sergipana, Aracaju.

Encantado com o Estado, ele passará alguns dias conhecendo cidades sergipanas e um pouco mais dos pontos turísticos aracajuanos, além da cultura, da variedade de formas e matérias-primas do artesanato e a culinária, que reserva um festival de sabores, cores e aromas aos visitantes.

Durante a visita ao Palácio Museu, o governador do Acre comentou seguramente que a antiga sede do Poder Executivo Estadual é um patrimônio da história, da cultura e da arte brasileira. “Nós temos o governador Marcelo Déda diretamente ligado à arte e à cultura. O Museu mostra a tradição do seu povo, sua identidade está expressa na arte, na memória histórica, na manifestação, no jeito de ser da comunidade”, ressaltou.

Ele lembrou ainda da política sergipana, que está presente em cada canto do Palácio Museu Olímpio Campos. “Aqui tem uma reunião de imagens, quadros que expressam muito bem a política sergipana, como se constituiu o poder, como foi formado, como foi a transmissão histórica da representação do poder”.

Tião Viana disse ainda estar orgulhoso de visitar o local. “É um orgulho para todos os brasileiros visitar esse ambiente artístico, esse patrimônio cultural do Brasil e que mostra a expressão viva da cultura nordestina. Meus filhos levarão na lembrança, eu e minha esposa também. Procuramos fazer algo semelhante da história da Amazônia, no Acre, e aqui tem algo muito forte da história nordestina e da cultura política sergipana”, destacou.

O governador do Acre avaliou Sergipe como um Estado acolhedor. “Temos aqui a admirável sensação de segurança, onde se observa a qualidade de vida das pessoas. A hospitalidade do povo sergipano a gente vê com muita facilidade na convivência, no diá-logo interativo. O ambiente noturno é acolhedor, as praias são limpas, tem ambiente para as crianças brincarem. Ficarei aqui esses dias em descanso com os filhos, esposa e amigos, recomendando aos amigos que façam a mesma coisa”, indicou.

O secretário de Estado do Turismo, Elber Batalha, disse estar honrado em acompanhar a visita do governador do Acre. “É com muita honra que Sergipe recebe, em férias, mais um turista, essencialmente falando, com sua família, o governador João Tião. Dentro do roteiro, ele fez questão de visitar e conhecer um pouco da história política e cada cultura do nosso povo. Uma forma de mostrar aos que nos visita, através desse belíssimo equipamento turístico que é o Palácio Museu Olímpio Campos, um pouco da nossa história e da luta do nosso povo, como esse Estado tão aprazível, acolhedor e forte foi criado”, observou.

Após a visitação ao Palácio Museu Olímpio Campos, o governador do Acre se dirigiu com sua família ao Museu da Gente Sergipana. (Do site www.faxaju.com.br)

Add a comment (0)

Loja Maçônica Fraternidade Acreana homenageia Antonio Parente

Antonio Parente 1

Morreu em Rio Branco neste dia 30 de dezembro o senhor Antonio Parente, empresário de destaque que contribuiu com o desenvolvimento de nossa região, destacando-se alguns empreendimentos como o Auto-Peças “Z” Parente, Café Náuas e Hotel Pacífico e foi um dos primeiros agentes aéreos em Cruzeiro do Sul, representando a companhia Varig-Cruzeiro, que por mais de três décadas prestou relevantes serviços à população local.

 

Homem de conduta exemplar, Antonio Parente, sempre pautou sua vida na retidão e no trabalho. Foi maçom pertencente ao quadro da Loja Fraternidade Acreana, tendo sido iniciado em 19.06.1948, elevado ao Grau 2 em 15.08.1948 e ao Grau de Mestre em 20.10.1948. Foi ainda Benemérito do Quadro em 04.05.1965 e Benemérito da Ordem em 29.10.1968. Ocupou o cargo de 1º Vigilante da Loja Maçônica Fraternidade Acreana, eleito em 24.05.1965 e reeleito para o mesmo cargo em 06.06.1967. Ocupou, ainda, o cargo de 1º Grande Vigilante do Sublime Capítulo Fraternidade Acreana, tendo sido eleito em 06.05.1967.

 

Antonio Parente nasceu no dia 27 de março de 1921, na cidade de Viana de Castelo, em Portugal. Filho de Antonio Parente Junior e de Dona Inácia Pereira, foi casado com Dona Zenir de Oliveira Parente. Deixou quatro filhos, a saber: Altamiro Rosas Parente, Altaniro Rosas Parente, Simône de Oliveira Parente e Maria da Conceição de Oliveira Parente.

Na tarde de domingo o corpo de Antonio Parente foi transladado para a cidade de Manaus onde será sepultado.  

 

O venerável Mestre da Loja Maçônica Fraternidade Acreana, Narcélio Flávio Siqueira de Oliveira, vem de público externar os mais profundos sentimentos à família Parente, ressaltando que a sociedade cruzeirense e a Maçonaria estão enlutadas.

Add a comment (1)