Associação dos Comunicadores do Vale de Juruá - Nota de Pesar

O presidente da Associação dos Comunicadores do Vale do Juruá, em nome dos jornalistas e comunicadores da região, lamenta o falecimento do jornalista cruzeirense Jorge Said, que teve grande destaque em sua atuação no jornalismo da capital durante mais de duas décadas, atuando como repórter e apresentador de televisão nas principais empresas de comunicação. Neste momento de profunda dor e tristeza para seus familiares e amigos, apresentamos sinceros pêsames a família enlutada. Jorge Said era irmão do radialista Adelcimar Carvalho com quem nos solidarizamos neste momento de grande dor. Jorge Saíd, na  sua despedida ficamos com o seu melhor sorriso.                          Saudades eternas....Siga em paz!!!!

Add a comment (0)

Jornalista Jorge Said sofre parada cardíaca e morre no Pronto Socorro de Rio Branco

O corpo do jornalista e apresentador Jorge Said, 43, cruzeirense que atuava no jornalismo da capital há mais de duas décadas, está sendo velado na capela da funerária São Francisco. Ele morreu na madrugada desta segunda-feira (15) vítima de duas paradas cardíacas indo a óbito horas depois de chegar ao Pronto Socorro de Rio Branco.

O comunicador havia sido atendido por médicos da Upa do Segundo Distrito aonde foi diagnosticado que o seu caso era grave e logo em seguida foi encaminhado ao PS, mas não resistiu. Muitos amigos e autoridades foram ao velório e prestam suas últimas homenagens ao cruzeirense que teve grande destaque na imprensa da capital. O prefeito Marcus Alexandre, esteve no velório para se despedir do jornalista.

O comunicador trabalhou nas principais empresas de comunicação da capital, mas foi durante suas passagens pela TV Rio Branco e TV Gazeta que conheceu grande parte dos amigos. O repórter Ronaldo Guerra, presente no velório, destacou que Jorge Said foi um dos melhores repórteres de televisão que ele conheceu e um excelente apresentador.

“O Said era uma pessoa que tinha postura. Era um bom profissional, tinha os posicionamentos. Nós lamentamos muito porque era um colega que trabalhava com a gente há muito tempo, uma pessoa que estava na área desde 1989 e foi um dos melhores repórteres de televisão que conheci em Rio Branco, um excelente apresentador e, na verdade, a imprensa perde com sua morte”, disse Guerra.

Outro amigo, o jornalista Antonio Klemer classificou como “insubstituível” e “ousado”, o colega de profissão Jorge Said. Em entrevista ao ac24horas, e bastante abatido, Klemer destacou grandes trabalhos de Said e falou sobre a perda.

“Uma grande perda para a imprensa. Ele era muito criterioso, sério e profissional. Tinha uma personalidade forte. Foi um grande pioneiro. O Said ousou e comprou os seus próprios equipamentos e fez o seu trabalho como nenhum outro. Ele viajava pelos estados do Brasil e trazia informações que nenhuma outra pessoa trazia para o Acre”, lembra o também jornalista.

Said atua no jornalismo acreano a mais de duas décadas. Ultimamente, ele apresentada um programa de entrevistas da Rede Vida, canal 27 e deixa enlutados uma filha de 18 anos, além de irmãos, irmãs e muitos amigos.

Add a comment (0)

Em parceria com EMBRAPA, FUNTAC, COOPERACRE e IDM, Uninorte promove Semana do Meio Ambiente

Práticas, consumo, ações do cotidiano são debatidos na Semana do Meio Ambiente Uninorte.

Todas as ações do cotidiano humano geram impactos ao meio ambiente. E os temas ambientais nunca foram tão debatidos em todo o mundo. As constantes crises climáticas e o alto consumo global aliado aos desperdícios incalculáveis originaram maior atenção da sociedade. O mundo já entende o consumo sustentável como a única solução para amenizar as faltas ou excessos causados por práticas destrutivas ao ambiente.

Como instituição de ensino da Amazônia, a Uninorte está comprometida em engajar os acadêmicos a busca de soluções para a problemática que permeia o ambiente global. A diretora acadêmica da Uninorte, Vanessa Igami ressalta a importância dos temas de desenvolvimento sustentável para todos os cursos da instituição. “Em parceria com Embrapa, FUNTAC, COOPERACRE e Instituto Dom Moacyr, a Uninorte promove a Semana do Meio ambiente, em especial com os Cursos de Ciências Biológicas e de Tecnologia em Gestão Ambiental, mas entende que este tema é para todos, por ser transversal e a prática da educação ambiental ser interdisciplinar. Todas as áreas podem cooperar e buscar maior conhecimento sobre as mudanças necessárias e notadamente urgentes para o futuro de bem estar social e desenvolvimento que sonhamos para nossos filhos,” garante Vanessa.

A Semana do Meio Ambiente foi iniciada no último dia 05 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente, e neste ano a temática do consumo sustentável, amplamente debatida no círculo acadêmico proporcionou uma programação especial para alunos, professores e sociedade em geral.      Segundo a coordenadora dos Cursos de Ciências Biológicas e Gestão Ambiental, mestre em Ecologia e Manejo de Recursos Naturais, Solange Chalub, a Semana é voltada para atrair o olhar para a sustentabilidade como forma de traduzir todas as ações do cotidiano. “A importância dessa Semana para a comunidade acadêmica e para a sociedade em geral é que estamos participando de um processo de desenvolvimento de competências de futuros profissionais que entrarão em breve  no mercado de trabalho com um novo olhar: o olhar da sustentabilidade e da preocupação com a preservação. Sabendo que para isso, para garantir o tão sonhado desenvolvimento sustentável, teremos que mudar nossas atitudes, nossos paradigmas e ter uma prática mais saudável, a começar pelo nosso próprio consumo e nossas ações”, afirma a professora.

Para os cursos de Ciências Biológicas e de Tecnologia em Gestão Ambiental, todas as atividades da Semana têm componentes curriculares obrigatórios, dada à natureza dos mesmos. A comunidade acadêmica pode participar de palestras e excursões, mini cursos, apresentação do premiado documentário ‘Lixo Extraordinário’ (2010), que retrata o trabalho do artista plástico Vik Muniz e seu envolvimento com catadores do lixão de Jardim Gramacho, no Rio de Janeiro e muito mais.

Na parceira com a FUNTAC os alunos contaram com uma palestra feita pelo pesquisador e professor da Uninorte, o geólogo Roberto Matias, que falou sobre  a ‘mensuração da influência de tênue cobertura vegetal no regime geotermal raso’. No dia 06 do corrente, acadêmicos participaram de excursões e de aulas de campo em várias áreas. Na COOPERACRE, por exemplo, puderam aprender sobre o gerenciamento de atividades rurais com a professora Socorro Saraiva; na visita à Fazenda Experimental Catuaba/UFAC, os acadêmicos do 4º período de Ciências Biológicas tiveram a oportunidade de observar e coletar material da zoodiversidade aquática e fito diversidade em ambientes úmidos, sob a orientação da professora Juliana Abreu. No dia 08 de junho, foi realizado, também na Embrapa, o minicurso ‘Clonagem de plantas nativas da Amazônia’, sob a orientação dos pesquisadores DSc. Andréa Raposo e MSc. João Ricardo Leão, este último professor da Uninorte.

A Semana do Meio Ambiente Uninorte tem uma rica programação até o dia 13 de junho.

 

PROGRAMAÇÃO DA SEMANA

 

 

O QUÊ: Exibição do documentário ‘Lixo Extraordinário’

QUANDO: 09.06.2015 - 19h

COM QUEM: Profª Sílvia Uszacki

ONDE: Auditório UNINORTE

CARGA HORÁRIA: 2h

 

O QUÊ: Minicurso: Preparação de mudas florestais

QUANDO: 10.06.2015 - 13h às 17h

COM QUEM: Prof. Rean Zaninetti

ONDE: Viveiro do PZ/UFAC

CARGA HORÁRIA: 4h

 

O QUÊ: Mostra de trabalhos acadêmicos

QUANDO: 10.06.2015 - NOITE

COM QUEM: Várias turmas

ONDE: Hall da UNINORTE

CARGA HORÁRIA: 4h

 

O QUÊ: Mostra de trabalhos acadêmicos / Pegada ecológica - profa. Janaína

QUANDO: 11.06.2015 - NOITE

COM QUEM: várias turmas

ONDE: Hall da UNINORTE

CARGA HORÁRIA: 4h

 

O QUÊ: Apresentação de trabalhos de estatística aplicada e bioestatística

QUANDO: 11.06.2015 - Das 18h40 às 20h20

ONDE: Sala 46 do Bloco C

CARGA HORÁRIA: 2h

 

O QUÊ: Gincana Ambiental - 5º período de Ciências Biológicas

QUANDO: 12/06/2015

COM QUEM: Resp.  Acad. Antônio Bruno

ONDE: Salas de aula

CARGA HORÁRIA: 4h

 

O QUÊ: Excursão interdisciplinar - 6º período de Ciências Biológicas

QUANDO: 13.06.2015

COM QUEM: Prof. Rodrigo de Jesus

ONDE: Reserva Extrativista Novo Encanto/AM

CARGA HORÁRIA: 20h

 

 

O QUÊ: Excursão do CST (Curso Superior Técnico) em Gestão Ambiental - Usina de Jirau/RO

QUANDO: 13.06.2015

COM QUEM: Profa. Maura Ribeiro

ONDE: Usina de Jirau - RO

CARGA HORÁRIA: 20h

 

ATIVIDADES JÁ REALIZADAS

 

O QUÊ: Palestra: Mensuração da influência de tênue cobertura vegetal no regime geotermal raso

QUANDO: 05.06.2015 - 8h

COM QUEM: prof. Roberto Matias

ONDE: FUNTAC

CARGA HORÁRIA: 2h

 

O QUÊ: Excursão interdisciplinar - 4º período de Ciências Biológicas

QUANDO: 06.06.2015 e 13.06.2015 - Manhã e Tarde

COM QUEM: profa. Juliana Abreu

ONDE: Fazenda Experimental Catuaba UFAC

CARGA HORÁRIA: 20h

 

O QUÊ: Minicurso Clonagem de Plantas Nativas da Amazônia

QUANDO: 08.06.2015 - 8h às 17h

COM QUEM: DSc. Andréa Raposo e M. Sc. João Ricardo Avelino Leão

ONDE: EMBRAPA

CARGA HORÁRIA: 8h 

 

O QUÊ: Palestra: Um olhar sobre o desenvolvimento comunitário na Reserva Extrativista Chico Mendes - Distribuição de mudas pelos acadêmicos dos cursos.

QUANDO: 08.06.2015 - 19 h

COM QUEM: Historiador César Félix

ONDE: Auditório UNINORTE e Corredor.

CARGA HORÁRIA: 3h

 

 

Add a comment (0)

Marinha muda sede da Agência Fluvial depois de desbarrancamento causado pelas águas do Rio Juruá

A Agência Fluvial da Marinha do Brasil, em Cruzeiro do Sul, mudou sua sede administrativa que antes estava localizada na área do porto, para a Vila da Marinha, nas proximidades do Clube Recreativo do 61º Batalhão de Infantaria de Selva (61º BIS) por motivo de desbarrancamento causado pelas águas do Rio Juruá. A sede foi interditada pela Defesa Civil no dia 30 de Maio, mas já está funcionando no novo endereço.

Tenente Carlos Brandão, comandante da Agência Fluvial da Marinha do Brasil em Cruzeiro do Sul

A Vila da Marinha, onde está instalada a nova sede da Agência Fluvial de Cruzeiro do Sul, está localizada na Rua Antônio José Soriano da Silva, 130, no bairro Formoso. Com apoio do 61º BIS a transferência foi efetuada em apenas cinco dias para não atrapalhar a prestação dos serviços prestados à população que já foram reiniciados, informou o comandante da Agência Fluvial, tenente Carlos Brandão.

“Houve um desbarrancamento causado pelas águas do Rio Juruá que causou a queda do barranco na área da frente da sede da Agência Fluvial que causou várias rachaduras no prédio. Entramos em contato com a Defesa Civil que fez vistoria e interditou a sede por motivo de segurança e tivemos que mudar a sede da Agência para um imóvel da Marinha localizado na Vila da Marinha”, disse o comandante.

O tenente Carlos Brandão informou que apesar da interrupção dos serviços para a mudança da sede não houve nenhuma perda para a população e o atendimento está normal deste o dia cinco do Junho e terá uma interrupção nesta quinta-feira (11) onde a Marinha do Brasil comemora a data histórica da Batalha do Riachuelo, na Guerra do Paraguai, onde houve uma grande vitória comandada pelo Almirante Barroso.

O comandante destacou que neste último semestre a Agência Fluvial de Cruzeiro do Sul realizou um intenso trabalho de fiscalização das embarcações que navegam no Rio Juruá e Môa para garantir a segurança, além de realização um trabalho de conscientização dos Aquaviários mostrando a necessidade de participarem dos cursos realizados para que sejam habilitados para o trabalho nos rios de forma mais consciente.

“A Marinha desenvolveu bem os trabalhos de orientação e inspeção naval, temos observado o aumento de uso de colete pelas pessoas que utilizam os rios para seu deslocamento. Estamos dando ênfase no nosso trabalho para a conscientização da população da necessidade do uso do colete para evitar mortes no caso de alagamento de alguma embarcação, como já aconteceu em outras ocasiões”, destacou.

O comandante ressalta também que desde que assumiu a função já houve uma diminuição no número de acidentes com vítimas fatais nos rios da região, apesar das mortes que aconteceram anteriormente, sendo de fundamental importância à colaboração das pessoas para que sigam as orientações dos marinheiros que percorrem os rios nas embarcações da Marinha fazendo as fiscalizações e orientações.

“Estamos satisfeitos com a resposta da população que está assimilando às orientações que com o uso de coletes está garantido a diminuição do número de acidentes. Para se regularizar junto a Marinha os ribeirinhos e pessoas que utilizam embarcações nos rios precisam comparecer a sede da Agência Fluvial e antes podem se informar sobre a documentação necessária através do telefone (68)3322-3083. Temos um militar 24horas de serviço para atender e orientar a população”, disse.

Neste Semestre a Agência Fluvial de Cruzeiro do Sul cadastrou várias embarcações, realizou um curso Cefaq para formação de Aquaviários que receberam a Carteira de Inscrição e Registro (CIR) e estão aptos a conduzir embarcações, dois cursos ETSP, voltado para a formação de funcionários públicos do Governo do Estado, Corpo de Bombeiros e Polícia Federal que agora estão aptos a conduzir embarcações nos rios.

“Estamos à disposição da comunidade de Cruzeiro do Sul que utiliza os rios como transporte para qualquer esclarecimento de dúvidas e estamos sempre a conscientizar sobre a necessidade do uso de colete, regularização de embarcações, além de realizar vários cursos de capacitação para garantir cada vez mais o aperfeiçoamento dos Aquaviários e a prevenção dos acidentes com a observação das regras”, finalizou.

A Agência Fluvial de Cruzeiro do Sul dispõe de um efetivo de 11 militares – Agente e 11 praças - que fazem parte da tripulação encarregada de realizar as ações das sessões de Secretaria, Apoio e de Ensino Profissional Marítimo. “Tivemos a sorte de pegar um imóvel novo e com toda a estrutura e as atividades na Agência estão tão operativas quanto estavam antes”, disse.

Batalha Naval de Riachuelo

O tenente Carlos Brandão lembrou que nesta quinta-feira (11) não haverá expediente na Agência Fluvial de Cruzeiro do Sul por conta das comemorações da Batalha Naval do Riachuelo, data de importante vitória da Marinha do Brasil na Guerra do Paraguai, que realiza cerimônias e formaturas nas Organizações Militares (OM) em todo Brasil para relembrar o grande feito da Marinha do Brasil lideradas pelo Almirante Barroso.

Combate Naval do Riachuelo - Óleo sobre tela, de Vitor Meireles de Lima (1832-1903)

A Batalha do Riachuelo foi um dos principais eventos militares ocorridos durante a Guerra do Paraguai. Aconteceu no dia 11 de junho de 1865, nas margens do rio Riachuelo, um afluente do rio Paraguai (situado na província de Corrientes, Argentina).

História

Esta batalha naval colocou de um lado os paraguaios e de outro os brasileiros. O Paraguai, sem conexão com o mar, queria muito controlar os rios da bacia do Prata, pois significava uma saída para o Oceano Atlântico, ou seja, uma via de transporte de pessoas e mercadorias.

Na fase inicial da guerra, o Paraguai já havia feito importantes conquistas militares, ocupando regiões da Argentina, Mato Grosso e Rio Grande do Sul. Se saíssem vencedores da Batalha do Riachuelo, iriam controlar os rios Paraná e Paraguai e dar um importante passo na conquista do Rio Grande do Sul e do Uruguai. Desta forma, poderiam fazer comércio com outros países e até receber armas da Europa.

Vitória brasileira na Batalha do Riachuelo

A estratégia paraguaia era boa. Aproveitariam o nevoeiro intenso da madrugada para atacar os navios de guerra brasileiros. Porém, um dos navios paraguaios apresentou um problema e fez com que todos outros chegassem atrasados (9h da manhã) para o ataque, num momento que o nevoeiro já havia passado. Com boas condições climáticas e visuais, as forças navais brasileiras, lideradas pelo Almirante Barroso venceram o Paraguai nesta importante e estratégica batalha.

Alguns dados da Batalha do Riachuelo:

- A frota brasileira era composta por nove navios de guerra. Já a frota paraguaia possuía 8 navios de guerra.

- Cerca de 2.500 militares brasileiros combateram na Batalha do Rioachuelo.

Add a comment (0)