Taxa de inscrição do Enem deve ser paga até hoje

Enem-660x330

Luan Cesar – Página20

Os candidatos que se inscreveram para a edição 2015 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que iniciou no dia 25 de maio e se encerrou na última sexta-feira, 5, devem efetuar o pagamento até esta quarta-feira, 10. Neste ano, o valor da taxa de inscrição subiu para R$ 63 – desde o ano de 2004 o custo era de R$ 35.

Estudantes que estão no 3º ano do Ensino Médio da Rede Pública ou que comprovem renda familiar de até 1,5 salário mínimo (R$ 1.182) ficam isentos de pagar a taxa. A previsão é de que o exame seja realizado nos dias 24 e 25 de outubro, sábado e domingo, em todo o país.

Para realizar o pagamento, o candidato precisa emitir a Guia de Recolhimento da União (GRU). Para isto, basta acessar a página do Enem e informar o CPF e a senha. A novidade desta edição do exame é fortalecer as regras para os ausentes nos dias de aplicação das provas.

Os candidatos que declararam carência devem verificar na página do participante se o pedido de isenção da taxa foi autorizado. Caso a aprovação não ocorra, o pagamento da taxa de inscrição deve ser efetuado no mesmo prazo, ou seja, nesta quarta-feira, 10. A inscrição no Enem será confirmada apenas após o pagamento.

Quem for contemplado com a isenção da taxa de inscrição e faltar nos dois dias do teste terá obrigatoriamente que pagar a inscrição na edição de 2016. Outro critério novo é do cartão de confirmação. Neste ano, os candidatos terão que baixá-lo pela internet, já que o envio não mais será feito pelos Correios.

Aline Nicolli, pró-reitora de Graduação da Universidade Federal do Acre (Ufac), comentou em entrevista dada no mês passado ao Página 20.net que o Enem é a forma de acesso para os que pretendem ingressar em um dos mais de 40 cursos oferecidos pela instituição. “A Ufac disponibiliza suas vagas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Nessa perspectiva, quem pretende entrar na universidade precisa fazer o Enem”.

O exame é a forma de ingresso em programas como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que seleciona alunos para vagas no ensino superior público; Programa Universidade para Todos (ProUni), que oferece bolsas em instituições privadas; e o Sistema de Seleção Unificada do Ensino Técnico e Profissional (Sisutec), para vagas gratuitas em cursos técnicos.

O Enem é também pré-requisito para firmar contratos pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e obter bolsas de intercâmbio pelo Programa Ciência sem Fronteiras. Para fazer a inscrição, os candidatos precisam ter em mãos RG, número do CPF e um endereço de e-mail pessoal. Neste ano, o mesmo endereço de e-mail não poderá ser usado em mais de uma inscrição no exame.

Add a comment (0)

ECC realiza com sucesso 13º Bingão da Família que foi prestigiado por milhares de pessoas

A equipe do Encontro de Casais com Cristo (ECC), da Diocese de Cruzeiro do Sul, realizou na noite deste domingo (07) o 13º Domingo da Família com o sorteio de seis motocicletas das marcas Honda e Yamaha, que foi prestigiado por uma multidão que lotou a Avenida Mâncio Lima para tentar a sorte e ganhar um dos valiosos prêmios oferecidos no bingão que transcorreu dentro de uma tranquilidade.

A venda das cartelas foi realizada com apoio das paróquias de Nossa Senhora da Glória, Nossa Senhora do Rosário e Nossa Senhora Aparecida, de Cruzeiro do Sul, São Francisco, em Guajará e Mâncio Lima, paróquia São José, de Rodrigues Alves e também da comunidade Shalom e dos casais do ECC que receberam um agradecimento especial de uma das coordenadoras do evento, a professora Lisane Negreiros.

No bingão foram sorteadas seis motos em cinco rodadas. Na primeira rodada foi sorteada uma moto Honda POP, na segunda uma moto Yamaha Factor ED, na terceira uma moto Honda CG 125 FAN ESD, na quarta uma moto Yamaha XTZ 125 E na quinta duas motos - uma Honda HXR Bross 160 ESD e uma Yamaha Cross 150 ED. Todas as rodadas tiveram apenas um ganhador.

A coordenadora agradeceu o apoio dos patrocinadores que a cada ano garantem a realização do bingo – Honda Juruá Motocenter, Yamaha Cruzeiro Motors Center, Prefeituras de Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima, Guajará e Rodrigues Alves, Governo do Estado do Acre, Magazine Andrade, Supermercado AS, Pinheiro Baby, Fermáquinas, Casa de Carne Boi Zebu, Agropecuária Laço de Ouro, Comercial Japiim, Evastur, Cacau Show, Supermercado Cameli, Droga Sul e a equipe de som do Biau.

Lisane Negreiros agradeceu também ao Bispo da Diocese, D. Mosé João Pontelo e aos padres Francisco Nepomuceno, Crezildo, Inácio, Benedito, Wagner e Francisco pela confiança na equipe do ECC que coordenou o evento e ainda aos empresários Edvaldo Nascimento, da Honda Juruá Motocenter, Charles e Aslan, da Yamaha – Cruzeiro Motors Center, além de todos os outros que a cada ano contribuem com seu patrocínio para a realização do bingo.

“Graças a Deus tivemos um evento maravilhoso, com grande participação da população que tem credibilidade neste trabalho da Diocese que já está no seu décimo terceiro ano. Agradecemos a todos os parceiros, não registramos nenhum problema e estamos satisfeitos em ver que tudo aconteceu de acordo com o que foi programado e agora vamos nos preparar para no ano que vem realizar o 14º Bingão da Família”, afirmou.

A coordenadora destacou a legalidade do bingo que tem o objetivo de custear a manutenção do ECC na Diocese e a evangelização das famílias. Ela agradece a Justiça Federal, que através do juiz federal Herley Brasil entendeu o caráter social do evento autorizou sua realização. Ela agradece ainda ao professor Francisco Gomes (Chico Gatão) que colaborou na parceria e entendimento com a Justiça Federal.

A coordenadora do Bingão da Família agradeceu também a equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), Polícia Militar e Corpo de Bombeiros que garantiram a segurança e o socorro a algumas pessoas que não se sentiram bem por motivo do calor, mas foram bem atendidas e logo se recuperaram.

“Trabalhamos com uma perspectiva que foi superada, muita gente prestigiou e só temos que agradecer a Deus por essas parcerias todas que garantiram essa bela festa. O Bispo D. Mosé pediu para que o bingo só acontecesse se fosse dentro da legalidade e neste conseguimos a colaboração da justiça numa parceria com nosso amigo Chico Gatão que colaborou para a legalização e realizamos com sucesso no bingo”, disse.

Add a comment (0)

MPF/AC denuncia donos de construtoras e servidora do CREA por crime de falsidade ideológica e corrupção

O Ministério Público Federal no Acre (MPF/AC) apresentou denúncia à Justiça Federal pedindo a condenação dos empreiteiros Narciso Mendes de Assis Junior e Luiz Carlos de Oliveira, além da ex-servidora do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (CREA-AC), Shirlen de Souza Miranda.

Os três envolvidos no caso teriam cometido fraudes para beneficiar a empresa de Narciso Júnior, CIC Construções e Comércio LTDA com a emissão de Certidões de Acervo Técnico, documento que comprova a capacidade técnico-profissional e habilita a participar de licitações. O caso foi descoberto pela própria equipe de auditoria do CREA, que flagrou manobras em documentos para encobrir a possível fraude.

Luiz Carlos de Oliveira, representante da empresa ENGECAL, teria atestado falsamente que a empresa CIC, de Narciso Júnior, havia concluído integralmente determinadas obras no conjunto residencial conhecido como “Cidade do Povo". Entretanto, a Câmara Especializada de Engenharia Civil do CREA verificou que a empresa ENGECAL não poderia ter sub-contratado a CIC, além de constatar que a obra sequer havia sido terminada.

Os empresários foram denunciados pelo crime de falsidade ideológica, podendo ser condenados a penas que variam de um a três anos de prisão, e pagamento de multa.

Shirlen Miranda, por sua vez, que à epoca dos fatos era gerente do departamento de registro e cadastro do CREA/AC, foi denunciada por uso de documento falso e corrupção passiva “privilegiada”, tendo em vista que praticou atos de ofício, infringindo seu dever funcional, para beneficiar a empresa de Narciso Júnior. Shirlen pode ser condenada a até quatro anos de reclusão pelos crimes de que é acusada.

Add a comment (0)

Produtor de Mâncio Lima inova e empreende com apoio do governo

“O Marquinho é uma lição de vida. Trabalhou, batalhou e conseguiu”, disse o governador (Foto: Sérgio Vale/Secom)

José Barbosa de Oliveira, conhecido como “Marquinho”, não é apenas mais um produtor de frutas e verduras de Mâncio Lima. O diferencial já começa quando se vê de perto seu modo de plantio. Marquinho planta alfaces no sistema hidropônico, técnica de cultivar plantas sem solo, no qual as raízes recebem uma solução nutritiva balanceada que contém água e todos os nutrientes essenciais ao desenvolvimento. E vai além: é o único produtor do estado a usar esse método para plantar tomates.

 

(Foto: Sérgio Vale/Secom)

Mas não é só de alface americana e tomate que Marquinhos tira sua renda. Ele produz quase uma dezena de frutas e hortaliças. Ele também tem investido na criação de pequenos animais como frango e suínos. Vende parte da produção em Mâncio Lima mesmo, e o excedente para Rodrigues Alves e Cruzeiro do Sul.

 

Produtor utiliza técnica diferente para cultivar hortaliças (Foto: Sérgio Vale/Secom)

O sistema está avançando. Marquinho já levantou toda a estrutura metálica da futura fábrica e comprou cerca de 80% dos equipamentos. “Agora só esperamos a liberação da licença pelo Imac. Mas agora acabou-se essa burocratização, que fazia uma licença demorar até mais de um ano – agora o máximo é quinze, vinte dias”, explica.

Governo ajuda

 

(Foto: Sérgio Vale/Secom)

O governador Tião Viana ficou satisfeito em rever o produtor e conhecer seus planos para o desenvolvimento de toda a região. “O Marquinho é uma lição de vida. Trabalhou, batalhou e conseguiu”, disse o governador.

Marquinho ainda agradece o apoio do governo em suas atividades. “Com o apoio do governo tudo fica mais fácil. O transporte de insumos, o uso de uma máquina. Não queremos dinheiro, queremos parcerias assim. Isso diminui os custos pra gente, que diminui no preço para o consumidor”, ressalta o produtor.

 

(Foto: Sérgio Vale/Secom)

 

 

Tião Viana conhece empresa ambiental de incineração em Cruzeiro do Sul

 

Empresa é capaz de incinerar, sem prejudicar o meio ambiente, 70 toneladas de resíduos por mês - Foto: Sérgio Vale

Add a comment (0)