Em assembleia professores e servidores da Educação decidem manter greve e realizar manifestação

Greve educação 1

Depois de mais uma assembleia realizada no auditório do Núcleo da Coordenação de Educação de Cruzeiro do Sul, na manhã desta quarta-feira (10) os professores e servidores da Secretária de Estado de Educação e Esportes (SEE) decidiram permanecer em greve por tempo indeterminado porque não houveram avanços nas negociações.

O presidente do Núcleo do Sindicato dos Trabalhadores em Educação, professor Valdenísio Martins, enfatizou que as negociações foram suspensas e convocou a classe para uma manifestação pelas ruas do centro da cidade até a ponte da União na próxima sexta-feira (12).

Valdenísio Martins convocou também os pais de alunos à participarem da manifestação para fortalecer o movimento que deixa 22 mil alunos sem aulas e prejudica o andamento do ano letivo pela decisão do governo do Estado que garante não ter condições financeiras de dar o aumento pleiteado pela classe em 2013.

“Estamos pedindo o apoio e convocando os pais de alunos para dar mais força ao nosso movimento. A culpa da paralização das aulas não é dos professores nem do Sinteac, mas da decisão do governo do Estado que não atendeu a reivindicação da classe que luta por melhores salários e condições de trabalho”, avaliou o sindicalista.

Powered by Bullraider.com