Escolas cruzeirenses estão entre as dez finalistas do Prêmio Gestão Escolar 2013

Escolas 1

Rubiluci Almeida (Setor de Comunicação e Eventos do NSEE).

Faltam poucos dias para que o Acre conheça a escola referência em gestão escolar do Estado. A grande cerimônia de premiação está prevista para o dia 1º de agosto, onde será escolhida a grande campeã do Prêmio Gestão Escolar 2013.

Duas escolas cruzeirenses, Maria de Nazaré  Lima e Valério Caldas de Magalhães estão entre as dez finalistas que possuem excelentes práticas de gestão que podem servir de exemplo e inspiração.

A gestora da Escola Maria de Nazaré Lima, Milena Pinheiro de Oliveira, conta que participar do Prêmio Gestão Escolar é contribuir para o avanço do processo de gestão, a qual irá refletir no sucesso de aprendizagem dos estudantes.

“Estou muito alegre por ser escolhida entre as dez finalistas do Estado do Acre. Essa vitória premia toda a união entre a comunidade escolar e a sociedade no entorno da escola”, comemorou.

Realizado no Acre desde 2005, essa é a 14ª vez que acontece a premiação das escolas públicas estaduais e municipais, realizada pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed).

O evento é realizado em parceria com as secretarias estaduais de Educação e conta com a iniciativa conjunta da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), da UNESCO e da Fundação Roberto Marinho.

A meta do Consed de aumentar o número de inscrições em relação à edição passada registrou cerca de nove mil inscritos, um aumento significativo em relação a edições anteriores.

Desde sua primeira edição, já foram realizadas 34.232 inscrições. Os participantes são avaliados em quatro dimensões de gestão: pedagógica, participativa, de pessoas e liderança e de infraestrutura.

Finalistas

Conheça um pouco do perfil das duas escolas cruzeirenses finalistas:

Escola de Ensino Infantil Maria de Nazaré Lima

É a quinta vez que a escola estadual de Ensino Infantil Maria de Nazaré Lima participa do Prêmio Gestão Escolar. Iniciou suas atividades em 1985 e está localizada na Rua Félix Gaspar, nº 31, bairro da Baixa, no centro do município de Cruzeiro do Sul, atende 119 alunos, sendo 70% dos bairros periféricos e 30% dos alunos provenientes do centro da cidade, caracterizando-a como uma comunidade plural, onde a classe predominante é a de pouco potencial econômico. Entre os projetos interessantes desenvolvido na escola está o “Brincando e Aprendendo com Jogos Numéricos”, confeccionados com materiais reciclados, em parceria com os pais, alunos e professores.

Escola Valério Caldas de Magalhães

A Escola Valério Caldas de Magalhães situada à Rua Boulevard Thaumaturgo, nº267, está localizada no centro da Cidade de Cruzeiro do Sul, foi inaugurada em 28 de setembro de 1968. É uma escola exclusiva de JOVENS E ADULTOS, funcionando os três turnos com Ensino Fundamental e Médio, atendendo 17 turmas de EJA e 01 turma de PORONGA, com um total de 845 alunos oriundos principalmente dos bairros periféricos da cidade, talvez devido à modalidade de ensino que é oferecida, pois a Educação de Jovens e Adultos é destinada a alunos que não tiveram oportunidade de estudar na idade apropriada, além do que, a maioria dos discentes é de classe médio-baixa, filhos de pais desempregados e com pouca instrução. Há alunos que são pais e mães de famílias construídas, empregados que buscam no ensino um caminho para um aprimoramento de suas relações profissionais e familiares.

Entre os projetos de maior destaque está o “Aprendendo, Transformando e Descobrindo Talentos”, o qual foi desenvolvido trabalhos de conscientização e doação de 45 bolsas de sangue para o Hemonúcleo e arrecadação de 651 (seiscentos e cinquenta e um) quilos de alimentos, sendo confeccionadas 21 (vinte e uma) cestas básicas, que foram divididas entre alunos e funcionários. Além das cestas, um total de 80 (oitenta) sacos de leite de 400g, 12 (doze) latas de Nescau e biscoitos foram doados para o Abrigo Novo Lar.

A premiação

As escolas representantes dos Estados e do Distrito Federal recebem o diploma de destaque estadual/distrital e R$ 6 mil. As seis escolas finalistas, além do diploma de destaque nacional, recebem R$ 10 mil cada. A primeira colocada ganha R$ 30 mil e o título de Referência Brasil. Os prêmios em dinheiro não são cumulativos. Os diretores de todas as instituições de ensino selecionadas para representar seus estados também são contemplados com uma viagem de intercâmbio para os Estados Unidos.

Mais informações: www.premiogestaoescolar.com.br

 

Powered by Bullraider.com