Governo do Estado compra mobiliário escolar das movelarias do Juruá

polo-moveleiro-01

 

Mais de 1.600 carteiras e 167 armários em madeira de lei, fabricados pelos moveleiros cruzeirenses, estão num depósito do Pólo Moveleiro de Cruzeiro do Sul para serem distribuídos às escolas da rede estadual de ensino em substituição ao mobiliário mais antigo e também para o mobiliamento das escolas construídas recentemente.

 

O Secretário de Educação e Esportes, Daniel Zen, fez uma visita ao Pólo Moveleiro, na manhã desta quinta-feira (09), onde se reuniu com os moveleiros e vistoriou o mobiliário adquirido através do Programa de Regionalização de Mobiliário, determinado pelo governador Tião Viana para garantir trabalho às pequenas movelarias, numa parceria com a Central de Cooperativas dos Moveleiros do Estado.

Add a comment (0)

Mais de 95% das escolas públicas do Acre melhoraram seu desempenho desde 2009

educao foto_sergio-vale_2

 

Avaliação estadual aplicada no final do ano passado acaba de ser concluída e tabulada

 

O Seape (Sistema Estadual de Avaliação da Aprendizagem Escolar), realizado anualmente no Acre desde 2009, acaba de verificar os resultados da prova aplicada em outubro passado, para mais de 80% de estudantes da rede pública. A pesquisa aponta índices expressivos de melhora na proficiência dos alunos de mais de 95% das escolas públicas do estado e município.

 

Na disciplina de Português, o crescimento foi de oito pontos e, em Matemática, 12. Para se ter uma noção da dimensão do salto, vale frisar que, nesse tipo de avaliação, a média de elevação é de dois a quatro pontos porcentuais. “O resultado é fabuloso. É um crescimento homogêneo, sustentado e demonstra que as políticas de longo prazo do governo do estado estão se consolidando”, comemora Josenir Calixto, da Diretoria de Ensino da SEE (Secretaria de Educação). As principais razões do resultado positivo, segundo Calixto, são a atenção às políticas de alfabetização e a formação continuada para todos os professores da rede pública.

 

O Seape avalia as mesmas capacidades e conteúdos elencados no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica). A diferença é que, enquanto o Ideb, que é coordenado pelo MEC (Ministério da Educação), faz pesquisas a cada dois anos, o Seape é anual e permite intervenções mais rápidas na rede de ensino, para aprimorar o rendimento. Futuramente, outras disciplinas deverão integrar o conteúdo de avaliação.

Onides Bonaccorsi Queiroz

Add a comment (0)

NSEE de Cruzeiro do Sul: o desafio bem sucedido de gerir 79 escolas e oferecer ensino a 21.500 alunos

flaviano36540d6f

 

Expectativa: 2012 já começa melhor, pois há professores contratados para preencher os postos de trabalho

 

O Núcleo da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (NSEE) de Cruzeiro do Sul executa, acompanha e fiscaliza todas as ações inerentes às políticas públicas do governo do Estado para a Educação no município, sendo responsável por 79 escolas, dentre elas nove conveniadas, sendo 32 na zona urbana, 48 na zona rural, entre as quais seis escolas indígenas.

 

O governo conta com 2.200 servidores públicos (professores, apoio administrativo, limpeza e conservação) efetivos, provisórios e terceirizados para garantir o pleno funcionamento desses estabelecimentos de ensino e da gestão administrativa do NSEE atendendo um universo de 21.500 alunos.

 

Zequinha Lima, coordenador de Educação em Cruzeiro do Sul, considerou que em 2011 houve dificuldades, mas as conquistas foram maiores. “Uma  secretaria com 21.500 alunos  tem problemas todos os dias, mas o bom disso tudo é que o governo nunca parou de fazer investimentos. A cada dia tinha novidades de um investimento novo de um programa novo que estava chegando. Tivemos dificuldades no início, mas depois deslanchamos com avanços consideráveis na área de educação”, declarou.

 

A expectativa para 2012, segundo Zequinha, é a melhor possível, pois já no início do ano haverá profissionais concursados para preencher os postos de professores sem necessidade de fazer concurso para provisórios. Assim, o ano letivo deverá ser antecipado para seis de fevereiro. “Temos um calendário escolar a ser cumprido e a tendência é de que a gente melhore cada vez mais a qualidade de ensino."

 

O NSEE, além do ensino regular, desenvolve vários programas educacionais:

 

PORONGA – Programa Especial de Aceleração da Aprendizagem de 6ª à 9ª séries, para alunos em distorção idade/série. O programa conta com a parceria da Fundação Roberto Marinho. De sua criação até os dias atuais o programa já certificou 1.900 estudantes em Cruzeiro do Sul e capacitou aproximadamente 30 profissionais.

 

PEEM – Programa Especial do Ensino Médio é uma proposta pedagógica para alunos com distorção idade/série, voltada para o mundo do trabalho, para o desenvolvimento de competências e para a formação de cidadania. É ainda uma proposta de inclusão social de valorização e reconhecimento do capital humano. Esse programa já formou em Cruzeiro do Sul 1.500 alunos.

 

ASAS DA FLORESTANIA – É uma oferta de Ensino Fundamental de 6º ao 9º ano e Médio para alunos que residem em áreas rurais e de difícil acesso. O projeto é executado em parceria com a Fundação Roberto Marinho e com o Instituto Dom Moacir. O projeto é modular e trabalha com a unidocência (01 professor) por sala e área. Em 2011 o projeto atendeu 1.039 estudantes, sendo 559 no ensino fundamental e 480 no ensino médio, num total de 69 turmas distribuídas ao longo dos rios e ramais de Cruzeiro do Sul.

 

EJA – Programa de Educação de Jovens e Adultos, é destinado àqueles que não tiveram acesso ou continuidade de estudos no ensino fundamental e médio na idade própria. Em 2011 foram formadas 16 turmas em 11 escolas urbanas e rurais, atendendo uma clientela de 1.525 alunos.

 

PRONATEC – Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego, que atenderá 1.382 jovens em todo o Estado. Em Cruzeiro do Sul serão 220 vagas nas Habilitações: Operador de Computador (20); Operador de Caixa (40); Recepcionista (40); Recepcionista em Meios de Hospedagem (40); Auxiliar Administrativo (40); Eletricista Instalador Predial de Baixa Tensão (40). Este programa é destinado a estudantes das Escolas Craveiro Costas, Dom Henrique Ruth, Flodoardo Cabral, Madre Adelgundes, Valério Caldas, Absolon Moreira, João Kubitschek, Antônio de Barros Freire e Hugo Carneiro, que estão cursando o 2º ano do Ensino Médio regular ou PEEM, e EJA que tenham concluído o I Módulo. A SEE seleciona os alunos e os cursos serão ofertados por Instituições de Ensino Profissional em Cruzeiro do Sul, no 1º momento pelo SENAC e SENAI.

 

OJE - Olimpíada de Jogos Digitais e Educação - É um serviço educacional baseado em plataforma WEB (internet), que auxilia alunos e professores no processo de ensino e aprendizagem, através do diálogo e da diversão - em nosso caso, totalmente focado nas habilidades e competências/conhecimentos exigidos no Exame Nacional de Ensino Médio – ENEM; funciona como uma rede social rica em desafios, que animam a atividade dos jogadores ao longo de uma aventura colaborativa, baseada em um conjunto de aplicativos voltados para alunos, professores e gestores da rede. Em Cruzeiro do Sul participaram 04 escolas de Ensino Médio: Dom Henrique Ruth, Craveiro Costa, Flodoardo Cabral e Madre Adelgundes Becker. Participaram 1.050 estudantes e 36 professores. Os campeões municipais de Cruzeiro do Sul foram Dom Henrique Ruth (1º lugar) e Flodoardo Cabral (2º lugar), ambas classificadas para a etapa estadual em Rio Branco, sendo a Flodoardo Cabral a grande escola campeã estadual 2011.

 

NAPI – Núcleo de Apoio Pedagógico à Inclusão – Tem como objetivo geral desenvolver com gestores, professores e comunidade, práticas e conhecimentos que os ajudem a construir uma sociedade melhor, trabalhando os alunos com necessidades educacionais especiais de forma proveitosa e enriquecedora, proporcionando-lhes uma aprendizagem significativa e uma boa adaptação na escola e na sociedade, onde possam se sentir felizes e tenham consciência de que estão fazendo parte da construção de suas múltiplas inteligências, numa convivência democrática. O NAPI procura melhorar a qualidade de ensino das pessoas com NEE através de cursos, oficinas, palestras e projetos, socializando e sensibilizando os professores, em relação à receptividade dos alunos e conhecimentos que os possibilitem a trabalhar com os mesmos. Auxiliam também com cursos de capacitação as equipes dos municípios vizinhos (Mâncio Lima, Rodrigues Alves, Porto Walter, M. Thaumaturgo e Guajará).

 

Em 2011 o NAPI atendeu 48 escolas (30 urbanas e 18 rurais), formou 49 professores de atendimento, 17 intérpretes, 16 cuidadores e uma professora de atendimento domiciliar. Possui 27 salas de recursos, duas escolas polo e 498 alunos incluídos;

 

NTE – Núcleo de Tecnologia Educacional – Setor da secretaria responsável pelas políticas de inclusão digital e capacitação de educadores para uso do computador/internet como ferramentas educacional. O NTE atende os municípios Cruzeiros do Sul, Mâncio Lima, Rodrigues Alves, Porto Walter, Marechal Thaumaturgo, Tarauacá e Feijó, totalizando 160 laboratórios de informática. Capacitou em 2011 aproximadamente 442 profissionais da educação ao uso desta tecnologia.

 

SAÚDE NA ESCOLA - O principal objetivo do programa é educar, prevenir e curar as doenças que acarretam prejuízo à saúde prejudicando o aprendizado das crianças. O programa trabalha levando para as escolas estaduais, urbanas, rurais e municipais todos os benefícios possíveis com como:

 

Escovação nas crianças de 1º ao 5º ano - 15.212; aplicação de flúor nas crianças do ensino fundamental de todas as escolas urbanas e rurais - 18.716; triagem Bucal – 6.284, triagem visual - 8.649; Consultas oftalmológicas – 876; entrega de 532 óculos para crianças de baixa visão e 179 palestras educativas.

 

PROGRAMA BRASIL PROFISSIONALIZADO – Prevê, dentre outras ações, construir e equipar laboratórios para unidades escolares de Ensino Médio integrado ao Programa de Educação Profissional e Tecnológica em prol da melhoria da qualidade do Ensino no Estado. Em Cruzeiro do Sul 05 escolas foram contempladas com reforma e construção de laboratórios de Matemática, Física, Química e Biologia. As escolas são: Valério Caldas, Dom Henrique Ruth, Flodoardo Cabral, Craveiro Costa, Indígena Nova Katukina.

Flaviano Schneider (com informações de Charles André)

Add a comment (0)

SEMEC ministra curso para professores do Ensino Especial no Lagoinha

621

Durante os últimos dois meses a Secretaria

Municipal de Educação ministrou um curso de Iniciação de LIBRAS – Língua Brasileira de Sinais. O curso, de 40 horas, teve por objetivo qualificar os professores da rede municipal para trabalharem no Ensino Especial, com surdos-mudos, dado o grande número de alunos com esse tipo de deficiência na localidade.

Add a comment (0)