Pais e alunos passam noite em fila para garantir matrícula na Escola de Ensino Médio Flodoardo Cabral e avaliam ser uma das melhores

A matrícula para o ano de 2015 nas diversas escolas da rede pública de Ensino Médio iniciou na manhã desta segunda-feira (12). Desde a madrugada de domingo (11) muitos pais e alunos fizeram uma longa fila na Escola de Ensino Médio Flodoardo Cabral e em outras para garantir a vaga e principalmente escolher o turno de estudo. O período da manhã é o preferido da maioria dos pais e também dos alunos.

O primeiro da fila chegou na Escola Flodoardo Cabral por volta das 5:00 horas deste domingo (11). Francisco da Costa queria garantir a vaga de seu filho que vai cursar o 1º Ano do Ensino Médio e afirmou que chegou cedo porque nos últimos dois anos não conseguiu a vaga para seu filho. “ É uma escola muito conceituada e apesar de ter vaga para todo mundo, como disse o diretor, decidi chegar cedo para garantir”, disse.

A senhora Amarilda Souza, que mora no bairro São José, estava na fila para garantir matrícula de mais um dos filhos, pois o outro já estuda na escola. Ela chegou as 6:00 da manhã de domingo para ter preferência na escolha do turno de estudo dos filhos. “ Além de ser uma escola muito conceituada é a que está mais perto da nossa casa e quando não tiver ônibus eles conseguem chegar andando”, disse.

Vânia Menezes mora no bairro da Escola Técnica, como ficou conhecida a Escola Flodoardo Cabral e chegou cedo também para garantir a vaga e poder escolher o turno de estudo de seu filho, dando preferência para o da manhã. “ Moramos no bairro e tem que fazer um sacrifício para garantir a vaga, pois as outras escolas ficam muito distantes”, disse a mãe que foi matricular o filho no 1º Ano do Ensino Médio.

Taísa e os amigos Lucas, Mateus, Alessandra e Luana trouxeram um barraca para passar a noite. “ Chegamos cedo deste domingo para garantir nossa vaga. Existem poucas escolas de Ensino Médio e a Escola Flodoardo Cabral é uma das melhores do município, tem uma boa estrutura, bons professores e queremos conseguir vaga para garantir um bom curso”, disse a jovem estudante.

Ao avaliar a formação da fila onde os pais e também alunos passaram a noite para garantir a matrícula o professor Marcondes Maciel, diretor da Escola Flodoardo Cabral, enfatizou que os pais foram avisados que haverá vaga para matricular todos os alunos e avaliou que a decisão de ficar na fila se dá para garantir a escolha do turno de estudo dos filhos.

“ Estamos iniciando as matrículas dos nossos alunos para este ano letivo, os pais e alunos sempre querem garantir o turno de sua preferência e decidem ficar nesta fila. Graças a Deus o processo de matrícula está ocorrendo sem maiores problemas, inicia nesta segunda-feira e se sobrar vagas continuamos nos dias seguintes . Os pais foram avisados da disponibilidade de vagas e ficam na fila por escolha pessoal”, disse.

Segundo o diretor Marcondes a Escola Professor Flodoardo Cabral é uma das mais tradicionais do município, com mais de 45 anos de existência, tem uma boa estrutura para atender alunos e professores e disponibilizará em 2015 cerca de 500 vagas em dois turnos – manhã e tarde. “ Nossa escola tem mostrado grande potencial, precisamos de melhorar um pouco a estrutura, para ficar ainda melhor e os alunos da escola tem mostrado sua tradição na conquista de muitos prêmios de nível estadual e nacional”, disse.

Add a comment (0)

Escola de Cruzeiro do Sul é tricampeã da Olimpíada de Jogos Digitais

Por Dell Pinheiro – Foi realizada na manhã de ontem, 28, na quadra poliesportiva do Instituto São José, em Rio Branco, a etapa final da Olimpíada de Jogos Digitais e Educação (OJE) 2014.

Promovido no Estado desde 2011, o torneio escolar acontece em um ambiente de rede social, promovendo o uso de jogos digitais como ferramentas de aprendizado através de desafios e trabalho em equipe.

Nos quatros anos de competição, mais de 15 mil estudantes participaram da OJE. Por meio das equipes formadas pelos alunos de instituições públicas de ensino, são completados desafios que rendem pontos e os leva a outro nível, aprimorando o conteúdo escolar e incentivando a interdisciplinaridade como solução para os desafios propostos.

“A OJE na verdade é um game, uma plataforma digital focada em conhecimentos do Enem. Então, o aluno joga e resolve os enigmas, mas sempre usando conhecimentos das diferentes áreas do saber. O grande intuito dessa ação é de possibilitar e levar ao estudante uma forma de aprendizado diferenciado e muito mais sintonizado com o tempo dele. Estamos incentivando todos eles para que utilizem essas ferramentas produtivamente e também desenvolva não só o sentido de socialização, mas do trabalho em equipe para que possam fazer uso desses novos mecanismos para o processo de aprendizagem”, comentou o Secretário de Estado de Educação e Esporte (SEE), Marco Brandão.

Em 2014, a Olimpíada está em sua 4ª edição, tendo participado 45 escolas e um total de 3.598 alunos inscritos. Dos mais de três mil estudantes, foram selecionadas quatro equipes para a grande final: os times das escolas Armando Nogueira (Rio Branco), Instituto São José (Rio Branco), Flodoardo Cabral (Cruzeiro do Sul) e Dr. Djalma da Cunha Batista (Tarauacá).

Escola de Cruzeiro do Sul torna-se tricampeã da competição

A equipe Maníacos da Net, formada por alunos da Escola Flodoardo Cabral, de Cruzeiro do Sul, foi a grande vencedora da competição e tornou-se tricampeã da Olimpíada de Jogos Digitais e Educação (OJE).

“Foi mais uma oportunidade para mostrarmos todo o potencial dos alunos cruzeirenses. Estamos muito honrados em dar à nossa escola o título de tricampeã, e ainda conseguimos aplicar o que aprendemos na escola durante a competição, resolvendo vários desafios”, disse a estudante Vitória Cordeiro.

Os integrantes das quatro equipes finalistas, incluindo os professores aliados, serão premiados de acordo com a classificação final. Para o primeiro lugar, além do troféu definitivo para a escola, a equipe ganhou medalhas e tablets educacionais, além de uma viagem para Lima, no Peru, com passagens, hospedagem, alimentação e passeios pagos.

 

Add a comment (0)

Pronatec certifica 229 alunos dos municípios do Juruá

IFAC 9

A solenidade de conclusão de diversos cursos ministrados pelo Instituto Federal de Educação do Acre (IFAC), através do Programa Nacional de (Pronatec), realizada na manhã desta terça-feira (29) teve a presença da reitora da instituição, professora Rosana Cavalcante, que prestigiou a entrega dos certificados e destacou a importância do programa de âmbito nacional que prepara os jovens para o mercado de trabalho.

 Prestigiaram a solenidade representantes de diversos órgãos parceiros do IFAC, com destaque para a coordenadora Adjunta do Pronatec no Juruá, professora Aline, a representante do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Fátima, o diretor geral do Campus do IFAC, professor Marcondes, representantes da Secretaria de Estado de Indústria, Comércio, Serviços (Sedens), gestor público Alcy Costa e da Secretaria de Estado de Agricultura e Programa Familiar (Seaprof), Jairo Lobato, além de familiares dos formandos.

O Campus do IFAC em Cruzeiro do Sul já disponibiliza 29 cursos e conta com uma moderna estrutura física que garante atendimento de qualidade aos alunos que podem participar de cursos do Pronatec, profissionalizantes, graduação e pós graduação e agora vai avançar no atendimento as comunidades indígenas da região, destacou o diretor geral da instituição, professor Marcondes.

Em Cruzeiro do Sul foram ofertados os cursos de Agente de Desenvolvimento Cooperativista, Espanhol Básico, Inglês Básico, Operador de Caixa, Operador de Máquinas Agrícolas, Operador de Supermercado e Programador Web. Foram 103 alunos selecionados na comunidade local pelas instituições parceiras – Secretaria de Desenvolvimento Florestal, da Indústria, do Comércio e dos Serviços Sustentáveis (Sedens), Polícia Militar, Centro de Assistência Social (CRAS), estes ligados ao demandante Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), já a Secretaria de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar, atuou como representante do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).

 Em Mâncio Lima, 90 alunos concluíram os cursos de Agente de Desenvolvimento Cooperativista, Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Recursos Humanos, Operador de Supermercados e Vendedor, cursos ofertados sob recomendação do Ministério do Desenvolvimento Social, de acordo com informações repassadas pelos representantes nos municípios. No caso, a Secretaria de Desenvolvimento Florestal, da Indústria, do Comércio e dos Serviços Sustentáveis (Sedens) e Centro de Assistência Social (CRAS).    

 Rodrigues Alves foi contemplado com dois cursos, Recepcionista e Vendedor, solicitados pela Secretaria de Educação do Acre, instituição ligada ao demandante Ministério da Educação, e pelo Centro de Assistência Social, que repassa as necessidades ao Ministério do Desenvolvimento Social. Somadas as duas turmas reúnem 36 alunos.  

Até o final deste ano, o Instituto Federal do Acre deverá certificar mais turmas do Pronatec que estão em andamento nos municípios do Vale do Juruá e em todo o Acre. Além disso, a previsão é de mais 3.470 vagas sejam abertas no início de novembro em todas as regionais. Mais de 800 estão destinadas para alguns municípios do Vale do Juruá (Cruzeiro do Sul, Porto Walter, Rodrigues Alves e Mâncio Lima) atendendo especialmente mulheres e servidores públicos nas cidades e pescadores e produtores rurais no campo.

O professor Marcondes agradece o apoio da reitora Rosana Cavalcante que tem um olhar especial pelo Pronatec e garante total apoio para a realização dos cursos do programa que são ministrados com muita qualidade, além das outras atividades desenvolvidas ao destacar que o Campus de Cruzeiro do Sul é um lugar de muita harmonia e através do Pronatec está promovendo desenvolvimento social, disse.

 “ Como é bom estar com todos vocês neste momento importante da consolidação desse trabalho bem feito conduzido pela professora Aline que é de grande importância para a comunidade e principalmente para os jovens do Juruá. É preciso reconhecer que os formandos passaram por um processo de aprendizagem e receberam a certificação e o IFAC acredita em vocês, sabe da importância dessa formação e da certificação”, disse.

 

A Coordenadora Adjunta do Pronatec no vale do Juruá, professora Aline, agradeceu a presença dos alunos e familiares que deixaram suas casas e trabalhos para prestigiar o evento de grande importância para os formandos que ganham uma oportunidade para garantir uma vaga no mercado de trabalho. “ É um trabalho árduo que garante a realização de sonhos para os alunos que se dedicaram e aprenderam as principais técnicas das diversas profissões dos cursos”, disse.

 A coordenadora fez um agradecimento especial aos alunos de Mâncio Lima e Rodrigues Alves e disse que o Pronatec representa uma política sólida de formação e destacou que com certeza os alunos não vieram apenas pela bolsa, mas pela vontade de aprender e melhorar sua formação ao agradecer a reitora do IFAC, Aline Cavalcante, ao diretor do Campus de Cruzeiro do Sul, professor Marcondes e toda a equipe de professores que realizam um belo trabalho.

“ Cada vez que acompanha uma história de sucesso de pessoas que tem conseguido melhorar sua renda através do Pronatec ficamos muito felizes porque o Pronatec está conseguindo ajudar pessoas a gerar sua renda e melhorar sua condição familiar.

  

A reitora do IFAC no Acre, professora Rosana Cavalcante, destacou que o Pronatec é um programa de grande importância a nível nacional e no Acre não seria diferente porque trabalha a inclusão e a transformação social através de cursos rápidos de dois e três meses que fazem uma grande diferença na vida de quem participa com atuação nas áreas comercial, rural e da indústria.  

 “ O IFAC está presente nos 22 municípios e fazemos cursos que vão de Cuidador Infantil a Operador de Máquinas, Espanhol e Inglês Básico atuando em todas áreas e aumentou consideravelmente de quatro mil vagas no início do ano para nove mil vagas. Temos seis Campus estruturados no Estado e todos eles já são polos de Educação a Distância e onde se trabalha o Pronatec. Agora, vamos levar Unidades para o restante do interior para atender ainda melhor os alunos do Pronatec”, disse.  

 

A aluna Janaína que é de Rodrigues Alves, concluiu o curso de Recepcionista e elogiou o trabalho dos professores e dos profissionais do IFAC que mostraram muita dedicação com os alunos. “ O curso foi uma experiência muito boa para mim, apesar de já ter feito outros cursos. Cada vez que a gente faz um curso adquire muito mais conhecimentos. Meu curso foi o de recepcionista e agora quero buscar uma vaga no mercado de trabalho”, disse.

 

A aluna Deliane de Souza, de Mâncio Lima, concluiu o curso de Operador de Supermercado e destacou que aprendeu muito durante as aulas que abordaram os principais temas ligados a profissão qualificando os alunos que estão prontos para o mercado de trabalho. “ Hoje para se conseguir um emprego é preciso estar bem qualificado e o IFAC e o governo Federal estão de parabéns pela qualidade dos cursos oferecidos que vão modificar a vida dos concludentes que estão prontos para o mercado de trabalho”, afirmou.

 Natalina Silva conclui o curso de Auxiliar de Recursos Humanos e segundo ela garantiu muitos conhecimentos para que ela possa buscar uma vaga no mercado de trabalho. “ Foi muito participar do curso deste curso que já tem uma grande importância na minha vida porque vai permitir que eu possa garantir um emprego”, disse.

 Ione Saldanha, de Mâncio Lima, concluiu o curso de Vendedora e destacou que ganha um novo caminho e vai poder possibilitar garantir uma vaga no mercado de trabalho. “É muito bom fazer um curso desse, agora quero fazer outros para que eu possa garantir um emprego”, afirmou.

 

Antônio Azevedo, da comunidade Santa Luzia, participou do curso de Desenvolvimento e Cooperativismo e parabenizou os coordenadores e professores do IFAC pela qualidade dos cursos oferecidos através do Pronatec ao destacar que já tinha algum noções porque já trabalhava na área do cooperativismo, mas agora ampliou muito mais seus conhecimentos.

 “ Tinha algum conhecimento porque já trabalho na área do cooperativismo e com o curso do Pronatec consegui adquirir mais conhecimentos e ampliar a visão desta importante área do comunidade rural. Pretendo incentivar e colocar em prática todo esse conhecimento adquirido ao longo do curso para beneficiar nossa comunidade. Avalio de forma muito positiva o trabalho do IFAC e parabenizo os coordenadores e professores que passaram conhecimentos muito importantes para a comunidade”, disse.

O Coral do IFAC, sob a regência do professor e maestro Emerson, mais uma vez  fez uma bela apresentação, digna de elogios.

 

Add a comment (0)

Em Cruzeiro do Sul, curso do Senai forma técnicos em Segurança do Trabalho

Senai cusrso

Novas perspectivas de trabalho e de vida abrem-se pra os 25 alunos que concluíram o curso técnico em Segurança do Trabalho do SENAI, em Cruzeiro do Sul. Para o mercado de trabalho significa mais profissionais técnicos qualificados. A solenidade de formatura foi realizada na última sexta-feira, 10.

Oferecido pela primeira vez no município de Cruzeiro do Sul, o curso teve por objetivo habilitar profissionais para planejar, coordenar e realizar ações para assegurar a integridade física e mental das pessoas e a preservação do meio ambiente, do patrimônio e da imagem da organização, de acordo com a legislação e normas aplicadas à segurança, saúde e meio ambiente.

A decisão de ofertar o curso em Cruzeiro do Sul foi tomada considerando uma demanda identificada em um documento produzido pelo Departamento Nacional do SENAI chamado “Mapa do Trabalho”, bem como pela necessidade das empresas locais.

Durante a solenidade de formatura, o presidente da FIEAC e diretor regional do SENAI, Carlos Sasai, comentou que a maioria dos profissionais que atuavam nessa área eram de Rio Branco, ou até mesmo, de outro Estado. “Com a implantação do curso, o SENAI valoriza os profissionais da cidade, gerando oportunidade de trabalho e contribuindo para a economia de Cruzeiro do Sul e para a qualidade de vida de pessoas do próprio município.”

Entre as histórias de luta e superação, um ponto em sintonia: “expectativa de crescimento. “É um momento muito especial. Guardaremos para toda a vida”, disse a oradora, Rosângela da Silva.

Sobre o curso

O curso teve uma carga horária total de 1.600 horas, sendo 1.200 horas de fase escolar e 400 horas de estágio curricular obrigatório.

Os alunos terão direito ao Diploma de Técnico em Segurança do Trabalho, após a apresentação do relatório final do estágio, sendo o diploma reconhecido em todo o território nacional.

O técnico de segurança do trabalho, após a habilitação, poderá ter seu registro profissional realizado na Superintendência Regional do Trabalho, apresentando o diploma e histórico escolar do curso.

O SENAI iniciou a oferta de cursos técnicos no Estado em 2004, formando até o ano de 2014 mais de 1300 técnicos em diversos cursos. Atualmente, a instituição oferece 10 cursos técnicos em suas unidades operacionais, a citar: Técnico em Segurança do Trabalho; Técnico em Eletrotécnica; Técnico em Eletromecânica; Técnico em Edificações; Técnico em Manutenção Automotiva; Técnico em Manutenção e Suporte de Informática; Técnico em Design de Móveis; Técnicos em Desenho da Construção Civil; Técnico em Design de Interiores; e Técnico em Automação Industrial.

 

Add a comment (0)