Mesmo com o apoio da torcida Náuas não saiu do zero a zero

Fotos: Onofre Brito

Mesmo jogando em casa neste domingo (29), no Estádio Arena do Juruá, em Cruzeiro do Sul (AC), e contando com todo o apoio da torcida, o Náuas não conseguiu sair do zero a zero contra o Plácido de Castro. Com o empate o time ocupa apenas a 6ª posição na tabela de classificação do Campeonato Acreano.

Em um lance duvidoso, o juiz anulou o gol do Náuas, Vianeis chegou na bola antes do goleiro, mas a arbitragem entendeu que ele estava impedido.

O jogo foi transmitido pelo Sistema Público de Comunicação do Acre, com narração de Geovane Correia e comentários de Nonato Costa, reportagem de Juarez Oliveira e Jhones Correia.

 

Add a comment (0)

Escola São José comemora título do Voleibol Masculino e 3º lugar do Futsal Feminino nos Jogos Escolares 2014

Escola São José 3

Mais uma vez estudantes da Escola São José conseguiram um bom resultado na Fase Estadual dos Jogos Escolares e conquistaram em Rio Branco, na semana passada, o terceiro lugar no Futsal Feminino e o título do Voleibol Masculino que garante a equipe na Fase Nacional que será realizada em Londrina (PR) de 02 a 13 de Setembro.

A equipe do Voleibol Masculino conquistou o título de forma invicta ao vencer equipes de escolas de Tarauacá, Rio Branco e Plácido de Castro que tiveram um bom desempenho, mas não conseguiram segurar a garra e técnica dos alunos da escola cruzeirenses que pela segunda vez conquistam o título da Fase Estadual.

A diretora da Escola São José, Sernízia Correia, ressaltou que a equipe de Futsal Feminina fez sua primeira participação na Fase Estadual dos Jogos Escolares com o apoio do professor Ralid, ex-aluno e agora colaborador da escola, que treinou com sucesso as atletas ao destacar que o Voleibol já tem uma tradição e sob o comando do professor Ney foi a grande campeã.

Ao parabenizar os estudantes a diretora afirmou que os Jogos Escolares tem grande importância porque tira um pouquinho os jovens do computador, do celular e da internet num investimento muito válido dos governos Estadual e Federal que com certeza melhora a condição de cada jovem que se socializa e garante um futuro mais brilhante.

“Estamos muito contentes com os resultados, o esporte é muito saudável, colabora no problema das mídias que os jovens estão muito ligados e muitas vezes atrapalha até nos treinos e nos estudos. A Escola São José tem conseguido um grande destaque e nossos alunos e os professores Ney e Ralid estão de parabéns pelas conquistas”, disse.

O capitão da equipe, Dieneton da Silva, destacou a conquista ao elogiar o trabalho do professor Ney que exige muita disciplina dos atletas nos treinos, mas tem conseguido uma grande evolução no voleibol da escola e afirma que agora a dedicação vai ser para preparar a equipe para a Fase Nacional que será muito difícil, mas todos vão lutar para ganhar o título.

“Este foi o terceiro ano que participei dos Jogos Escolares. No primeiro ano ficamos em terceiro lugar, no segundo fomos vice-campeões e este ano conquistamos o título resultado de muitos treinos e o apoio do professor Ney, que é muito rigoroso, exige muito trabalho dos atletas, mas deu certo e fomos campeões”, disse.

O professor Ney afirmou que o trabalho é feito com muito amor para superar todas as dificuldades e esse ano a escola conseguiu o título no Voleibol Masculino com um grande desempenho que garantiu a participação na Fase Nacional que será outro desafio ao elogiar os atletas e também as alunas do Futsal que conquistaram o terceiro lugar.

“Quando colocamos o amor na frente do trabalho com os alunos conseguimos resultados excelentes como este. O grupo deste ano é muito bom, vamos para a Fase Nacional esperançosos e temos condições de representar bem o Estado nesta fase que é de maiores dificuldades, mas estaremos lá com muita vontade de vencer”, afirmou.

Ao elogiar a realização dos Jogos Escolares o professor Ney lembra que existe toda uma estrutura pedagógica utilizada porque para poder participar o aluno não pode tirar notas baixas, precisa ter bom comportamento e ficam na escola num contra turno para realizar os treinamentos o que é algo muito salutar.

“Para a classe estudantil os Jogos Escolares é o grande ápice e uma grande festa porque eles ficam na expectativa e se preparando durante todo o ano para participar. O governo do Estado está de parabéns pela boa estrutura oferecida aos alunos porque sempre deu grande importância para esses jovens estudantes e atletas”, disse. .

O professor Ney é formado em história e está concluindo seu curso de nível superior em Educação Física. Ele já trabalha na Escola São José há 23 anos e afirma que tem a escola como uma extensão da sua casa ao destacar que com muito trabalho os atletas da escola já conquistaram muitos títulos e agora vão em busca de mais um.

A senhora Edilene, mãe de um dos alunos, parabenizou a organização dos Jogos Escolas, a diretora Sernízia e os professores da Escola São José que conquistaram o título no Voleibol ao destacar que acompanhou o filho e tudo ocorreu dentro de um clima muito saudável.

“Meu filho queria ir no ano passado, mas eu não deixei. Esse ano confiei no trabalho do professor e ele foi participar. Estava em Rio Branco nos dias dos jogos e na arquibancada ficava até mais nervosa do que eles. A Escola São José está de parabéns pela organização e os alunos fizeram por onde ganhar o título e estão de parabéns”, disse.

O professor Ralid, técnico da equipe de Futsal, lembrou a importância dos Jogos Escolares que tem garantido melhorias na vida dos jovens tirando eles do mundo virtual e das mídias que trazem prejuízos para os adolescentes e passam a trabalhar o físico e através do esporte crescem muito mais.

“Fizemos um trabalho dentro do planejado para levar o nome da Escola São José ao topo. O Futsal feminino nunca tinha conseguido êxito nos Jogos Escolares, mas esse ano conseguimos ser campeões na fase municipal, regional e terceiro lugar na fase Estadual. Agradecemos a força dos pais que foi fundamental para o sucesso e os bons resultados”, disse.

Destaque da equipe feminina de Futsal a estudante Lohana Costa, zagueira, comemorou a conquista da Fase Municipal e o terceiro lugar na Fase Estadual dizendo que foi um grande sonho ter jogado nos ginásios de Rio Branco e apesar de não ter conseguido o título às atletas tiveram uma grande experiência.

“Para mim o esporte é tudo. Além de participar da equipe da Escola São José também faço parte da Escolinha de Futebol do Cláudio, que é do meu pai e funciona no bairro do Aeroporto Velho. O professor está preparando a nossa equipe para o ano que vem, mas nesse ano fomos lá e conquistamos o terceiro lugar, mas o importante é competir com lealdade”, disse.

Elson Júnior, um dos integrantes da equipe de vôlei, destacou o trabalho do professor Ney, da diretora Sernízia e dos demais professores da Escola São José, que fazem um bom trabalho ao afirmar que participar dos Jogos Escolares é uma emoção muito grande, principalmente pelas vitórias que garantiram o título.

“ Foi muito bom participar dos jogos em Rio Branco. Com muito treino e esforço conseguimos vencer os três jogos e conquistar o título para nossa escola. O professor Ney está de parabéns, ele cobra muita disciplina dos atletas, mas vemos que é necessário para que se consiga um resultado importante como o que conseguimos”, disse.

 

Add a comment (0)

Brasil dá adeus ao sonho do hexa depois de ser massacrado pela Alemanha: 7 a 1

SOCCER-WORLD M61-BRA-GER-GHU1OK6NG.1

Os brasileiros não acreditaram no resultado do jogo entre Alemanha e Brasil que sofreu sua maior derrota em Copas do Mundo ao perder por 7 a 1 e protagonizou um dos maiores vexames da seleção brasileira que não resistiu ao futebol sofisticado do time alemão que em 30 minutos praticamente garantiu o resultado e a passagem para a grande final que acontecerá no próximo domingo no Maracanã.

A humilhante derrota da seleção brasileira no Estádio Mineirão, que estava lotado, foi definida principalmente nos primeiros 30 minutos de jogo quando o Brasil já estava sendo goleado pela Alemanha pelo placar de 5 x 0. O time ficou totalmente desestruturado e sem condições de reagir a ação dos alemães que impuseram seu estilo e mandaram no jogo.  

O desastre iniciou com uma falha na marcação de um escanteio logo depois de uma falha da zaga. Thomas Müller, livre de marcação, aproveita cruzamento e marca o primeiro da Alemanha. Klose finaliza dentro da área e marca o segundo gol. O atacante se tornou o maior artilheiro da história das Copas, com 16 gols, superando Ronaldinho. Toni Kroos marcou o terceiro e o quarto e Sami Khedira o quinto, desestruturando a seleção brasileira que saiu arrasada do primeiro tempo.

As mudanças de Felipão, Paulinho e Willian não deram resultado. No segundo tempo Andre Schürrle desvia cruzamento e marca o sexto gol da Alemanha e em seguida acerta belo chute e marca o sétimo. O Brasil marcou seu gol de honra numa jogada com Oscar que finalizou sem chances para o goleiro alemão que fez uma grande partida e mais uma vez foi peça fundamental da seleção alemã que garantiu sua participação na grande final.

A torcida brasileira ficou sem entender o que aconteceu durante os 90 minutos com a seleção brasileira e ao amargar a frustrante derrota ainda teve forças para aplaudir e seleção alemã que nos venceu com méritos e dá um grande passo para conquistar mais uma Copa do Mundo e agora vai se preparar para o jogo de domingo contra Holanda ou Argentina que decidem nesta quarta-feira a outra vaga da grande final.

Felipão assume culpa

Após o término da partida e da humilhante derrota o técnico Luiz Felipe Scolari falou sobre o resultado e assumiu toda a culpa pelo vexame ao admitir que foi momento mais difícil da seleção brasileira em toda sua história ao explicar que não conseguiu fazer alterações no primeiro tempo para tentar reverter o dramático resultado que tira o Brasil da competição e deixa uma grande frustração aos brasileiros.

"Quem é responsável quando a equipe se apresenta? Quem é colocado como técnico? Quem é responsável pelas escolhas: sou eu. O resultado pode ser dividido porque os jogadores querem, porque dividimos as responsabilidades. Mas as escolhas, a parte tática, sou eu... o responsável sou eu. Vou ser lembrado pela pior derrota, mas era o risco. Quando assume o risco, tem que assimilar e seguir a vida", disse o técnico.

Add a comment (0)

Brasil derrota Colômbia, mas perde Neymar que lesionado depois de agressão está fora da Copa

Neymar 2

Jogador levou uma joelhada nas costas em dividida com colombiano Zúñiga; diagnóstico confirmou lesão na região lombar

Revoltado com a arbitragem, Felipão já previa Neymar fora da Copa

A seleção brasileira venceu a Colômbia por 2 a 1, nesta sexta-feira, em Fortaleza, e garantiu sua classificação às semifinais da Copa. No entanto, Luiz Felipe Scolari perdeu seu principal jogador na decisiva partida contra a Alemanha, na próxima terça-feira, em BH. Aos 40 min do segundo tempo, Neymar disputou bola com Zúñiga e levou a pior. O camisa 10 brasileiro sofreu uma joelhada nas costas e deixou o campo com muitas dores. Encaminhado para uma clínica da capital cearense, o jogador foi diagnosticado com uma lesão na terceira vértebra da coluna. Minutos antes, na entrevista coletiva, Felipão criticou a arbitragem e já imaginava o pior.

Fonte: www.otempo.com.br 

Add a comment (0)