Velocista acreana ocupa quinta posição no ranking nacional dos atletas Paraolímpicos

Luana atelta paraolimpica - Cópia

Para muitos a deficiência física, intelectual ou a cegueira poder ser um problema, mas para Luana dos Santos, 17 anos, a deficiência visual é apenas mais um dos obstáculos que ela já venceu. Em quatro anos Luana já conquistou sete medalhas de ouro em competições nacionais.

Luana atelta paraolimpica 2 - Cópia

Aos 17 anos a jovem acreana já coleciona um quadro de sete medalhas de Ouro, três de Prata e duas de Bronze, todas conquistadas em competições nacionais e se depender de seu esforço e promete conquistar mais medalhas nos jogos Paraolímpicos, no mês de Novembro, em São Paulo.

Luana é a competidora de maior destaque na Seleção Acreana de atletas Paraolímpicos e avalia que as medalhas são o resultado da sua dedicação ao esporte e a vontade de vencer na vida.

“Não é por causa da minha deficiência que não posso ser feliz e trazer felicidades para as outras pessoas. Para mim a deficiência não me faz ser diferente dos outros, somos capazes de ser bons profissionais e fazermos a diferença numa sociedade tão indiferente e com tanta discriminação”, afirmou.

A medalhista concedeu entrevista ao Globo Esporte onde contou que perdeu sua visão aos quatros anos de idade e aos doze começou a praticar atletismo. “No começo foi mais difícil, mas agora já estou acostumada, sou até campeã e não vou parar por aqui”, brincou.

Luana já faz parte de um grupo de quinze atletas Paraolímpicos do Acre que recebem uma bolsa do Governo Federal para custear as despesas  em seus treinos de preparação para as competições nacionais. As doze medalhas foram conquistadas em corridas de 100 a 1.500 metros.

A última competição em que Luana ganhou duas medalhas de bronze aconteceu neste ano, na cidade de Uberlândia (MG), na modalidade 200 e 400 metros.

Para o coordenador dos Jogos Paraolímpicos do Acre, Geison Morais, Luana tem todas as possibilidades de conquistar outros títulos. “Ela é uma atleta espetacular, esforçada e não desanima com nada”, afirmou Morais.

 

 

Powered by Bullraider.com