Edital - IMAC

edital

C.A.B. Medeiros- ME

Torna público que recebeu do Instituto de Meio Ambiente do Acre-IMAC, a LICENÇA DE OPERAÇÃO  nº 20/2012, com validade de 4 (quatro) Anos, para atividade de COMÉRCIO VAREJISTA DE COMBUSTÍVEIS LÍQUIDOS DERIADOS DE PETRÓLEO, ÁLCOOL COMBUSTÍVEL, LUBRIFICANTES PARA VEÍCULOS AUTOMOTORES, GÁS LIQUEFEITO DE PETRÓLEO-GLP E TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS PERIGOSAS NO ESTADO DO ACRE COM O CAMINHÃO PLACA MZZ-5176, localizado á Estrada Aeroporto, Km 01, 1536, Cohab, Cruzeiro do Sul- AC.

Add a comment (0)

Edital - IMAC

edital

AREIA BRANCA INDUSTRIA E COMERCIO LTDA
CNPJ 03.141.016/0001-02
Torna público que recebeu do Instituto de Meio Ambiente do Acre (IMAC), a LICENÇA PRÉVIA - LP no 100/2012, com validade de 01 (um) ano, para a atividade de EXTRAÇÃO MINERAL, JAZIDA, AREIA, localizado à Rodovia BR-307, Gleba Campinarana, Lote 35,-A, Mâncio Lima - Acre.

Add a comment (0)

Estudantes de Cruzeiro do Sul realizam estágio na Embrapa Acre

EstagiariosCZSFotoCilaPereira

Estudantes de Engenharia Florestal e Agronomia da Universidade Federal do Acre (Campus Floresta, em Cruzeiro do Sul, AC) estão participando de estágio na Embrapa Acre (Rio Branco, AC). Até meados de fevereiro, 14 estagiários terão oportunidade de desenvolver ações nas diversas áreas de pesquisa da Empresa.

O principal objetivo desta experiência é contribuir na formação profissional dos estudantes. Segundo o pesquisador da Embrapa Acre, Falberni Costa, o estágio é importante porque complementa e consolida os conhecimentos da academia. “Essa experiência é resultado de fatores que envolvem a consolidação dos cursos de Engenharia Agronômica e Florestal em Cruzeiro do Sul, o fortalecimento e aproximação dos profissionais da Embrapa Acre com o Campus Floresta da Ufac e, principalmente, o interesse dos alunos em complementar seus estudos com qualidade”, afirma Costa.

Além de conhecer as diferentes linhas de pesquisa, os estudantes participam de atividades práticas, como instalação de parcelas florestais, avaliação de doenças em plantas, entre outras. “Estamos nos esforçando para que eles aproveitem esse período aqui na Embrapa, com o melhor grau de aprendizagem possível, para que a parceria seja proveitosa para ambos os lados”, diz o analista Robert Thompson, responsável pelo grupo de estagiários que atuam na área de Produção Florestal.

Maria Sueliane Andrade (21), estudante de Engenharia Florestal, relata que no primeiro dia do estágio já teve a oportunidade de colaborar na avaliação de doenças em clones de seringueira, experimento desenvolvido pelo pesquisador Rivadalve Gonçalves, no município do Bujari (AC). “A Embrapa nos oferece uma estrutura muito boa na área de pesquisa, com muitos recursos tecnológicos e profissionais altamente qualificados”, afirma.

O caráter multidisciplinar do estágio na Embrapa também contribui para que os alunos definam a área de atuação. “Fazer o estágio na Embrapa é importante porque temos a chance de vivenciar a teoria na prática, nos laboratórios e campos experimentais, além de abrir novos horizontes com relação a área que iremos atuar”, comenta Neila Cristina Fernandes (27), estudante de Engenharia Florestal e técnica de laboratório florestal no Campus da Ufac em Cruzeiro do Sul.

Esta é a segunda turma que realiza a disciplina de Estágio na Embrapa Acre, a primeira esteve em Rio Branco em 2010. Os estudantes contam também com o apoio da Federação dos Trabalhadores Rurais do Estado do Acre (Fetacre), que disponibilizou hospedagem aos alunos. (Texto: Mauricilia Pereira/Embrapa Acre)


Priscila Viudes

Add a comment (0)

Rios às margens da BR-364 transbordam e PRF fecha rodovia

rio andira_foto_gleilso_miranda_01

Trecho no quilômetro 50 da rodovia foi fechado para dar segurança a quem trafega na rodovia que liga Rio Branco a Sena Madureira

As fortes chuvas que ocorreram ao longo desta semana causaram o transbordamento de vários rios que ficam as margens da BR-364 no trecho que liga a capital aos municípios de Sena Madureira, Manoel Urbano, Feijó, Tarauacá e Cruzeiro do Sul. Na tarde desta quinta-feira, 5, devido ao transbordamento do rio Andirá a Polícia Rodoviária Federal (PRF) decidiu interromper o tráfego nas proximidades do quilômetro 50 da rodovia por medida de segurança.

A PRF informa que a estrada será reaberta para o trafego de veículos somente quando o riozinho Andirá apresentar vazante e suas águas não representarem mais riscos para os veículos que transitam na rodovia.

Defesa Civil se mantem vigilante na capital

Em Rio Branco a equipe da Defesa Civil segue monitorando o nível de igarapés e do rio Acre, que na medição realizada às 16 horas desta quinta-feira, 5, apresentava 13 metros.

A cota de alerta do rio Acre é de 13,50 metros, lembra o Corpo de Bombeiros. De acordo com capitão Batista da Defesa Civil, o rio São Francisco já transbordou e alagou residências de famílias que moram em algumas regiões dos bairros Adalberto Aragão, bairro da Paz, Geraldo Fleming e Vila Ivonete.

A Defesa Civil está auxiliando as famílias na remoção das áreas alagadas, para isso, basta que o morador de área de risco ligue para o número 193 disponível para atendimento 24 horas. “Ao receber a ligação nós vamos até o local e verificamos se há necessidade de remoção daquele local e auxiliamos as famílias”, avisa o oficial da Defesa Civil.

As equipes da Defesa Civil pedem que as crianças sejam orientadas a não entrarem nos rios e igarapés que estão cheios e com a correnteza muito forte. Também pedem que as pessoas tenham cuidado com animais peçonhentos como cobras e evitem andar descalços em locais alagados, pois há risco de contaminações.

Nayanne Santana

Add a comment (0)