Polícia Civil de Mâncio Lima prende assaltantes suspeitos de roubar jovens

assaltantes

Agentes da Polícia Civil de Mâncio Lima prenderam na quarta-feira (03) Sebastião Costa da Rocha, 23, vulgo Estúio, e Bruno Ferreira Andriola, 19, conhecido por Bruno, acusados de terem assaltado três jovens que estavam sentados na calçada da praça nas proximidades da Casa Lotérica Japiim, no bairro da Band.

Segundo depoimentos dos jovens que foram assaltados eles estavam na calçada quando os dois homens chegaram numa moto Crypton. Um deles estava com uma arma de fogo e anunciou o assalto levando os celulares das garotas. Depois de roubar os celulares um dos assaltantes ameaçou todos de morte caso gritassem por socorro.

As vítimas reconheceram os assaltantes, que moram em Cruzeiro do Sul, mas estavam na casa de parentes na Rua Anselmo Maia, em Mâncio Lima. Depois da denúncia policiais foram até o endereço indicado pelas vítimas e realizaram a prisão e encaminharam os acusados à Delegacia.

Depois de prestarem depoimento ao delegado Roberto Lucena, titular da Delegacia de Mâncio Lima, os agentes verificaram que os dois assaltantes já tinham passagem pela polícia. Um deles já cumpriu pena de cinco anos por tentativa de homicídio. Depois do reconhecimento o delegado lavrou a prisão em flagrante e foram encaminhados a penitenciária Manoel Néri onde ficarão a disposição da justiça.

Add a comment (0)

Polícias revelam detalhes da prisão da quadrilha que arrombou banco em Manoel Urbano

Delegados de Polícia Federal e Civil concederam coletiva de imprensa nesta terça (02). (Foto: Pedro Paulo)

As Polícias Civil e Federal convocaram uma coletiva de imprensa, na manhã desta terça-feira, 02, para explicaros detalhes de como ocorreu o furto na agência da Caixa Econômica Federal, em Manoel Urbano.A dinâmica do trabalho conjunto das polícias também foi apresentada.

Um mecânico, um pintor de parede e três pedreiros foram presos em flagrantepelo crime de organização criminosa, após furtarem R$ 387 mil da agência do município de Manoel Urbano, a 214 quilômetros de Rio Branco.Outras três foram conduzidas à sede da PF, suspeitas de participaçãono crime.

Elas também estão sendo investigadas, mas acabaram liberadas por não haver situação de flagrância. Foram apreendidos dois revólveres 38, quatro carros, uma moto e as ferramentas utilizadas no crime.Foram elas: furadeira, broca elétrica, pé-de-cabra e luvas.

“O caixa eletrônico foi arrombado na base da violência.Há outras investigações em curso, em breve haverá novidades”, salientou o delegado NiltonBoscaro, que no ato representou a Segurança Publica do Acre.

Integração entre as polícias

No primeiromomento, logo após o furto,houve participação também das polícias Militar eRodoviária Federal. A Polícia Civil conseguiu prender os criminosos com o dinheiro e a as armas nas proximidades do Bujari.

Para o superintendente da PF Araquém Alencar Tavares de Lima, a rapidez e precisão na ação das forças de segurança se deram pela troca de informações, entre as polícias da União e do Estado. Ele lembrou que neste crime especifico a atribuição da investigação é da polícia judiciária da União e que outras investigações estão curso, porém sob sigilo judicial.

Nilton Boscaro, também enalteceu as ações conjuntas das forças de segurança. “Isso vale pra qualquer individuo que se aventure a praticar crime não terá vida fácil aqui no Acre”, disse.

 

Add a comment (0)

Chefão colombiano e mais seis são presos com 15 quilos de coca

Ação conjunta das polícias Militar, Civil e Força Nacional, detonou um esquema de tráfico de drogas que tinha como chefão um colombiano. Seis brasileiros foram presos com cerca de 15 quilos de cocaína. A ação ocorreu na  rotatória da Estaca Zero, em Tarauacá.

Pelo menos  30 policiais  interceptaram um veículo que transportava a  drogas. Interceptaram também  um ônibus que levava  entre seus passageiros, o traficante colombiano  e outros suspeitos.

O delegado José Obetânio estava desde o final da semana passada  fazendo abordagens no local pois já suspeitava desse carregamento de drogas. Foram presos Angel Pito Zapata Peres, 40 anos, nascido na Colômbia e, segundo ele, residindo atualmente  na Bolívia, José Eudes da Silva.45 anos, de Rio Branco, João Brandão da Silva, 56 anos, do município de Marechal Taumaturgo, Raimundo Queiroz Viana, 38 anos, Rio Branco, Carlos Alberto Oliveira, 39 anos, Cruzeiro do Sul, Sebastião Oliveira Andrade, 31 anos, Rio Branco, O menor G.O.C, 14 anos, de Rio Branco.

Parte dos acusados vinha de Cruzeiro do Sul num carro Fiesta, cor prata, de Rio Branco Acre, com os 15 quilos de drogas e os demais, incluindo o traficante colombiano vinha disfarçado de passageiro comum num ônibus da empresa TransAcreana.

Add a comment (0)

Ainda estão foragidos seis detentos que fugiram do presídio Manoel Nery depois de serrar grades e escalar muro da penitenciária

População pode ajudar na captura denunciando anonimamente pelo 190

Policiais Militares do Comando de Operações Especiais (COE) e agentes do Instituto de Administração Penitenciária (IAPEN) estão na busca de encontrar seis presidiários que fugiram depois de serrar as grades das celas, escalar o muro do presídio usando uma corda feita de lençois, chamada de teresa e fugir do presídio tomando rumo ignorado na madrugada deste domingo (24) e estão sendo procurados.

Os foragidos, na sua maioria, respondem pelos crimes de tráfico de drogas, um por assalto e outro por latrocínio (roubo seguido de morte). A direção do presídio informa que todos são considerados de alta periculosidade e confirma que nesta semana tinha recebido denúncia da programação de uma fuga, mas na quarta-feira (13) foi realizada uma vistoria nas celas dos pavilhões e não foi encontrado nenhum objeto que pudesse ser usado na fuga.

Os fugitivos: Elivândio Feitosa Moura, Alerimar Santos de Araújo, vulgo Pam, Edson Chagas de Souza, vulgo Polca respondem pelo crime de tráfico de drogas. João Moreira da Silva, vulgo João Balseiro, por assalto. Thiego Lima de Almeida, vulgo Véio, transferido da penitenciária de Rio Branco e Marcílio Eneas Correia, vulgo Sequestrador, por latrocínio. O último é acusado da morte do filho de um comerciante de Tarauacá.

João Moreira da Silva, o “João Balseiro” – crime de assalto

Alerimar Santos de Araújo, conhecido por “Pam” – crime de tráfico de drogas

Marcílio Eneas Correia, conhecido por “Sequestrador” – sequestro e morte do filho de um comerciante de Tarauacá

 

Thiego Lima de Almeida, o “Véio” – crime de latrocínio

Elivândio Feitosa Moura – crime de tráfico de drogas

Edson Chagas de Souza, o “Polca” – crime de tráfico de drogas

 

Depois que os agentes penitenciários perceberam a fuga dos presos iniciaram uma perseguição na área de mata próxima ao presídio. Mais de 50 policiais militares e agentes penitenciários participam da operação de perseguição e recaptura. A comunidade pode colaborar com informações anônimas pelo telefone 190 caso tenha alguma informação dos fugitivos.

Add a comment (0)