Governo fortalece Polícia Militar em Cruzeiro do Sul

Tiao Viana PM CZS5

Ao todo, 35 novos soldados entraram para reforçar o batalhão no combate à criminalidade (Foto: Sérgio Vale/Secom)

Agência de Notícias do Acre – Samuel Bryan

Cruzeiro do Sul, a segunda maior cidade do Acre, apresentou uma redução drástica de homicídios e um dos melhores índices de segurança pública do estado. E para manter este resultado e fortalecer ainda mais o combate ao crime, o governador Tião Viana entregou na manhã de quarta-feira, 5, 15 novos veículos para a Polícia Militar, além de dar as boas vindas aos 35 novos policiais que integram a corporação e lançou o programa Ronda Diária.

A entrega dos equipamentos ocorreu no quartel do 6° Batalhão da Polícia Militar. Só de veículos novos foram 11 motos e quatro caminhonetes traçadas. “Estamos dando mais um passo de reconhecimento e fortalecimento do sistema público de segurança. Eu sempre venho a Cruzeiro do Sul com um sentimento de gratidão especial. A PM se converte cada dia mais no nosso estado a uma instituição de paz. Sei que ainda temos muito a fazer, mas temos o dever de fortalecer nossas instituições para essa luta”, disse o governador Tião Viana.

 

Investimentos garantem melhoria dos índices de criminalidade (Foto:Sérgio Vale/Secom)

Se em 2010 Cruzeiro do Sul registrou 36 homicídios, em 2013 este número passou para sete. Para o comandante do 6° Batalhão, tenente-coronel Alves: “Os investimentos do governador Tião Viana têm feito a diferença nos resultados da criminalidade. Mesmo perante as dificuldades, ainda conquistamos novos equipamentos e soldados, fortalecendo nosso trabalho”.

O comandante-geral da PM em exercício, coronel Mário César, lembrou que a PM tem recebido investimentos como um todo, como a chegada de novas armas e 15.500 cartuchos de munição. “E o resultado tem se traduzido em melhorias para a sociedade”, ressaltou o comandante. O secretário de Segurança Pública, Reni Graebner, reforça que, “Temos garantido o fortalecimento de todo o sistema, inclusive humano, com dois cursos no momento de aprimoramento do Bope e o de formação da Polícia Civil”.

Já o Ronda Diária é uma nova iniciativa do Batalhão para repreender e diminuir o número de furtos na cidade. Os grupos de ronda irão aumentar de três para sete todos os dias. Para o presidente da Associação Comercial de Cruzeiro do Sul, Assem Cameli, “Isso tudo é muito bom. Como presidente da Associação eu sempre tive conversas com o governador e é bom ver esses investimentos para proporcionar mais segurança pra gente”.

Add a comment (0)

Polícia Civil prende acusados de assaltos a vendedores de joias e perfumes e idoso

APolicia assaltos

Agentes da Polícia Civil desarticularam quadrilhas que praticavam assaltos na cidade e neste início de semana roubaram mais de R$ 30 mil em joias e perfumes de um casal de vendedores de Rio Branco e também R$ 450,00 em dinheiro do idoso que foi espancado pelos marginais.

Na tarde desta terça-feira (28) os policiais prenderam Silvânia Negreiros, José Francisco Azevedo, Edilson Souza e José Francisco, acusados de assaltar o casal de Rio Branco que vendia joias e perfumes em Cruzeiro do Sul. Pelo menos seis pessoas participaram do crime.

O casal foi atraído por uma mulher - Silvânia Negreiros - que se passou por cliente e os levou à sua residência no bairro São José demostrando interesse em comprar joias e perfumes. Ao deixar a casa da falsa cliente o casal foi abordado por dois homens armados que levaram toda a mercadoria causando um prejuízo de cerca de R$ 30 mil.

O delegado Luiz Tonini afirmou que segundo as investigações Silvânia planejou o assalto com o ex-marido - foragido da Justiça - e o atual namorado, que são irmãos e decidiram realizar o assalto na saída dos mesmos e a acusada convidou outro rapaz para se passar por seu namorado diante das vítimas.

“ Tomamos conhecimento do fato logo que ocorreu. Depois de diligências na segunda-feira conseguimos localizar dois suspeitos que depois de versões contraditórias confessaram o crime. Pelas informações localizamos a outra parte do bando e alguns produtos do crime. Dois ainda estão foragidos com a maior parte do roubo”, disse.

Silvânia ainda argumentou que não sabia nada sobre o assalto. “A mulher ficava me ligando oferecendo as coisas. Ela e o marido saíram da minha casa e foram assaltados. Eles voltaram e me pediram ajuda, mas eu não podia fazer nada. Quanto ao dinheiro foi da venda de uma casa”, se explicou a acusada.

Assalto e espancamento a idoso de 84 anos

Outro assaltante preso pelos agentes da Polícia Civil foi Manoel Augusto da Silva, 27, vulgo Bêga, que cumpre pena no regime aberto e junto com o comparsa José Iranízio Silva Nogueira, vulgo Chera, realizaram três assaltos na manhã de segunda-feira (27) roubando R$ 450,00 das três vítimas.

No início da manhã a dupla assaltou duas mulheres que caminhavam na estrada de acesso à comunidade da Boca do Môa, nas proximidades da Olaria e tomaram a bolsa das mulheres levando o dinheiro que elas próximo à uma olaria. Eles abordaram as vítimas, tomaram as bolas e levaram tudo que tinham.

Logo depois, cerca de 20 metros adiante, os assaltantes abordaram um idoso de 84 anos e o agrediram com pancadas e ainda um corte na mão feita com uma faca. Os agentes suspeitaram que os acusados estavam escondidos no bairro da Lagoa e na abordagem conseguiram prender Bêga em flagrante e estão no encalço do outro.

Add a comment (0)

Agricultor e preso acusado de estuprar filha menor de 13 anos desde os cinco anos

Casa pedofilo2

Casa onde pedófilo estuprava a filha

O agricultor Maurício da Rocha Castro, 47, morador do Ramal 2 do Projeto Santa Luzia, foi preso na última quinta-feira (23) acusado de estuprar a filha de 13 anos. A prisão aconteceu depois de denúncia anônima dos moradores da localidade ao Conselho Tutelar que registrou o caso na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher e ao Menor (DEAM).

A delegada Carla Ivani de Brito determinou diligências ao local para investigar as denúncias e os policiais civis confirmaram o caso e prenderam o acusado que foi encaminhado à DEAM e em seguida foi encaminhado à Unidade de Recuperação Social (URS) Manoel Néri onde ficará a disposição da Justiça. Na Delegacia a menor afirmou que o pai a estuprava desde os cinco anos.

Policiais e o conselheiro José Cláudio fizeram a abordagem e a prisão do pedófilo

O Exame de Conjunção Carnal confirmou o estupro e a menor foi encaminhada para um abrigo sob medida protetiva. As autoridades policiais suspeitam que familiares tinham conhecimento da prática criminosa do pai contra a filha.

 

Add a comment (0)

Polícia Civil prende acusado de latrocínio no Tancredo Neves

Policia prende latrocida

No inicio da tarde desta quinta-feira, 23, a Polícia Civil de Rio Branco deu cumprimento à prisão de Mayco Deyvid de Jesus, visto que o mesmo é acusado de ter participado do latrocínio ocorrido nesta madrugada, na rua Ayrton Sena, bairro Tancredo Neves, durante uma tentativa de roubo à residência.

Segundo informações, a vítima, Manoel Lima do Nascimento, 43, estava em casa, com a esposa, quando ouviu alguém mexendo no portão. Ela teria reagido ao assalto efetuando alguns golpes com pau que atingiu o assaltante Mayco Deyvid, que revidou baleando-o no peito. O marceneiro morreu no local.

Após ser acionada a Polícia Civil esteve no hospital onde o assassino buscou socorro, coletando informações que levassem às circunstâncias do crime e à identificação da autoria, sendo que em ação conjunta com a Polícia Militar logo se descobriu que outro assaltante também participou do crime, já identificado e pode ser preso a qualquer momento. 

A polícia elucidou o latrocínio ocorrido na madrugada desta quinta, em ação executada por policiais da Divisão de Investigações Criminais. Ficou apurado que após uma luta corporal travada entre Mayco Deyvid e a vítima teria sido a motivação do tiro no comerciante Manoel Nascimento. 

O delegado Alcino Ferreira Junior, localizou o acusado na UPA do Segundo Distrito, já que antes de ser assassinada, a vítima atingiu a cabeça do acusado com um pedaço de pau. 

Mayco confessou o crime e foi indiciado por latrocínio – a pena pode chegar a 30 anos de cadeia. O acusado tinha sido preso por furto e se encontrava com a prisão decretada por tráfico de entorpecente. 

Add a comment (0)