Navio de Assistência Hospitalar “Dr. Montenegro” parte de Manaus para Operação “ACRE 2015”

Navio-Dr-Montenegro-parte-de-Manaus

O Navio de Assistência Hospitalar (NAsH) “Doutor Montenegro”, da Flotilha do Amazonas, transferido por contrato de cessão de uso celebrado entre a Marinha do Brasil (MB) e o Governo do Estado do Acre, partiu de Manaus nessa segunda-feira,12 de janeiro de 2015, do Cais da Estação Naval do Rio Negro, com destino ao município de Cruzeiro do Sul, no Acre, para iniciar a 15ª edição da “Operação Acre”.

Durante a “Operação Acre 2015”, prevista para acontecer até o dia 29 de abril, serão atendidas as populações das comunidades de Cruzeiro do Sul, Rodrigues Alves, Porto Walter e Marechal Thaumaturgo, todas no estado do ACRE, com consultas médicas e odontológicas; exames clínicos; cirurgias de pequeno porte; e entrega de medicamentos.

Segundo o Comandante do NAsH “Doutor Montenegro”, Capitão-de-Corveta  André Teixeira Borges, “O navio fará medicina preventiva; atendimento médico e odontológico; palestras para as comunidades e entrega de medicamentos”, afirmou.

De acordo com a Segundo-Tenente (RM2-S) Enfermeira Fernanda Kelly, o Comando da Flotilha do Amazonas inscreveu-se no Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde (CNES) do Ministério da Saúde, visando dar maior visibilidade sobre o atendimento realizado nos Navios de Assistência Hospitalar da Marinha e assim receber recursos e ampliar a parceria com o Ministério da Saúde. “Este ano, o Navio Dr.Montenegro realizará, pela primeira vez, durante a Operação Acre, testes rápidos de HIV, Sífilis e Hepatite B e C, possibilitando resultados em 20 minutos”, disse.

O momento da tripulação se despedir dos familiares é sempre marcado de muita emoção. Foi o caso do Primeiro-Tenente (RM2-S), Tiago Alberto Galvão Fernandes, que se despediu da esposa Dorimar Fernandes e do filho Kalil, de 10 anos. O dentista participa da Operação Acre pelo segundo ano consecutivo. “É um trabalho muito gratificante. Levamos saúde para pessoas que vivem isoladas e muitas vezes a nossa visita é a única oportunidade de cuidar da saúde”. Segundo o pequeno Kalil, o pai vai deixar muitas saudades. “Mas eu sinto orgulho dele”, disse o pequeno. A esposa afirmou que ao mesmo tempo em que a saudade aperta, a família apóia, pois, é um trabalho muito bonito.

A equipe de saúde é composta por 12 oficiais (2 farmacêuticos, 1 enfermeiro, 5 médicos e 4 cirurgiões-dentistas) e 10 praças (8 enfermeiros  e 2 técnicos em radiologia médica).

A previsão de atendimentos para esse ano, nesse período de cerca de 4 meses que permanecerá naquele estado, é de 25 mil pessoas.

Para prestar este apoio à população o navio é dotado de dois ambulatórios odontológicos com 4 cadeiras; um laboratório para exames; sala de trauma; centro cirúrgico; sala de parto; uma enfermaria; uma sala de vacinas preventivas e de soros; uma farmácia, onde será realizada a entrega de remédios às comunidades carentes; além de quatro lanchas orgânicas empregadas para atendimentos em locais de difícil acesso.

Como diferencial, o NAsH “Doutor Montenegro” possui um mamógrafo e comunicação por satélite. Nessa viagem, serão realizados, pela primeira vez, testes de HIV, Sífilis e Hepatite.

Conheça um pouco da História do NAsH “Doutor Montenegro”

O Hospital Fluvial Dr. Manoel Braga Montenegro terminou de ser construído em janeiro de 1997, sob encomenda do então Governador do Estado do Acre, o Sr. Orleir Messias Cameli, no estaleiro Conave, em Manaus, sendo entregue na cidade de Rio Branco-AC.

Após entendimentos entre o Ministério da Saúde, o Governo do Estado do Acre e o Comando da Marinha do Brasil, ficou decidido que o Navio seria transferido para Marinha por contrato de Cessão de uso a ser celebrado entre esta e o Governo do Estado do Acre, sendo incorporado à Marinha do Brasil, na Estação Naval do Rio Negro, em Manaus, em 19 de maio do ano de dois mil.

A Marinha do Brasil escolheu o nome do “Doutor Montenegro” para o navio, uma homenagem ao ilustre médico acreano Doutor Manuel Braga Montenegro, um homem simples, de poucas e boas palavras e sempre disposto ao trabalho. Assim, pode-se definir o perfil do médico Manoel Braga Montenegro, nascido na cabeceira do rio Liberdade em 14 de março de 1927, filho de uma família de imigrantes cearenses. O Navio tem como lema a frase “Saúde Sem Limite”.

Informações: Andrea Brito – Assessoria de Comunicação

Powered by Bullraider.com