LABSUL é o primeiro Laboratório Clínico no Brasil a adotar Citometria em Marcação por Imunofluorescência para acompanhar Pacientes HIV

 

Labsul 1

Dr. Luiz Augusto e Dra. Valesca Batista investem na aquisição de modernos equipamentos que garantem qualidade nos diagnósticos do LABSUL

O LABSUL – Diagnósticos Clínico-Laboratoriais é o primeiro Laboratório Clínico Privado do país a adquirir equipamento pela metodologia – Citometria Baseada em Marcação por Imunofluorescência, uma das metodologias mais seguras e rápidas do mundo. O WHO – WORLD HEALTH ORGANIZATION (Organização Mundial da Saúde), o CDC – CENTERS FOR DISEASE CONTROL AN PREVENTION dos Estados Unidos da América (Centro de Controle e Prevenção de Doenças) e o CLINTON HEALTH ACCESS INITIATIVE, Instituto de beneficência do Ex-Presidente dos Estados Unidos – Bill Clinton preconizam esta metodologia para uso mundial no acompanhamento de pacientes HIV Positivos e pacientes imunodeprimidos imunologicamente.

Labsul 4

A moderna sede do LABSUL foi recentemente inaugurada para melhor atender a população do Juruá 

Antes da aquisição do equipamento pelo LABSUL apenas outros três aparelhos foram instalados em Hospitais Públicos no Centro-Sul do Brasil. A preocupação permanente com pacientes portadores do vírus HIV e pacientes imunodeprimidos (Ex: Pacientes Transplantados) é a razão da compra do equipamento, visando um diagnóstico mais ágil referente à resposta imunológica dos pacientes.

Labsul 2

Importado da Alemanha o novo equipamento do LABSUL realiza o Exame de Quantificação de Linfócitos T Auxiliares – CD4 em no máximo 20 minutos, sendo o resultado liberado ao paciente, após a coleta da amostra sanguínea em 2 horas. O exame destina-se basicamente, em mensurar quantitativamente a qualidade do Sistema Imunológico do Paciente. A aquisição exemplifica o comprometimento do LABSUL Diagnósticos, na pessoa do Dr. Luiz Augusto Batista e da Dra Valesca Batista, com as necessidades Clínico-Laboratoriais da população do Vale do Juruá.

“Hoje os pacientes que necessitam deste exame, não precisam viajar para realizá-los e nem esperar de 20 a 40 dias pelo resultado. No LABSUL Diagnósticos terão o resultado no mesmo dia de seu atendimento e isso se traduz em qualidade de vida, pois, para pacientes HIV portadores e pacientes imunodeprimidos (Transplantados) quanto mais rápido o diagnóstico do quantitativo de células do sistema imunológico (CD4), mais precocemente a medicação pode ser ajustada, não permitindo a piora do quadro imunológico do paciente, gerando uma melhor qualidade de vida para estes pacientes”, afirmou o Dr. Luiz Augusto.

Labsul 3 outra

A concentração de Linfócitos T helper (CD4) no sangue é comumente referida como contagem absoluta de linfócitos T-CD4+ e medida em células/µL. A contagem basal de CD4 varia de pessoa a pessoa e depende em geral do estado do Sistema Imunológico. Isso está relacionado com a idade (crianças jovens tem valores significativamente mais altos que adultos aproximadamente 3000 céls/µL), estilo de vida (ex: fumantes tendem a ter uma contagem de CD4 maior que não fumantes) e múltiplos outros fatores.

Não existe um valor de linfócitos T-CD4+ “normal” definido para indivíduos saudáveis, mas em geral, se espera que este esteja entre 500 e 1500 céls/ µL.

Em indivíduos infectados pelo HIV, a contagem absoluta de linfócitos T-CD4+ se mostra como um marcador de escolha para avaliação da integridade do Sistema Imunológico. Profissionais de saúde procuram, portanto monitorar a contagem absoluta de linfócitos T-CD4+ de pacientes positivos para HIV a fim de monitorar o progresso da doença e mensurar quando a Terapia Anti-retroviral (TARV) deve ser iniciada. Mudança na contagem absoluta de CD4 nos pacientes em uso de TARV é o mais importante marcador da resposta aos medicamentos e da efetividade do tratamento.

 

Powered by Bullraider.com