Órgãos e entidades lançam campanha no Dia Mundial de Combate à Aids

AIDS 1

Órgãos e entidades ligadas à saúde lançaram, deste ontem( 30), uma campanha de combate à aids. Sob o lema Camisinha Transe Essa Ideia, os profissionais se concentraram na Praça do Centro Cultural e fizeram teste rápido do HIV, vacinaram contra hepatites e verificaram pressões arteriais. A Aids é uma doença que se manifesta após a infecção do organismo humano pelo vírus da imunodeficiência humana.

AIDS 4

Uma das coordenadoras da campanha, enfermeira Sandra Abensur, informou que existem 495 pessoas infectadas em todo o Estado, sendo que dessas 16 são casos confirmados em Cruzeiro do Sul. Disse ainda que, embora não haja cura, é possível que uma pessoa contaminada “leve uma vida normal”, deste que tome as recomendações e medicações de forma correta. “O que mata mesmo é o preconceito”, esclareceu.    

O diagnóstico da infecção é feito por meio de testes, realizados a partir da coleta de uma amostra de sangue. Nos centros de saúde especializados, além da coleta e da execução dos testes, há um processo de aconselhamento, antes e depois do teste, feito de forma cuidadosa para facilitar a correta interpretação do resultado.

O dia 1 de dezembro foi internacionalmente instituído como o Dia Mundial de Combate à Aids e é quando o mundo une forças para a conscientização sobre a doença. Desde o final dos anos 80, tal dia vigora no calendário de milhares de pessoas ao redor do mundo. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), ao final de 2012, 40 milhões de pessoas conviveram com o vírus do HIV no planeta e, diariamente, surgem 7.500 novos casos.

O laço vermelho da campanha é visto como símbolo de solidariedade e de comprometimento na luta contra a aids. O projeto do laço foi criado, em 1991, pela Visual Aids, grupo de profissionais de arte, de New York, que queriam homenagear amigos e colegas que haviam morrido ou estavam morrendo de aids.

Powered by Bullraider.com