Proprietários de veículos podem parcelar pagamento do DPVAT 2013

valdeci dantas boa

O gerente da 1ª Circuscrição Estadual de Trânsito (Ciretran),Valdeci Dantas, informou que em 2013 o pagamento do Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestre (DPVAT) poderá ser parcelado pelos proprietários de motos, ônibus, microônibus e vans, cujo imposto é mais caro do que os demais veículos.

“ A partir deste ano os proprietários dos veículos vão poder parcelar o pagamento do DPVAT e a Ciretran vai agir apenas como orientadora, pois ele mesmo vai entrar no site da seguradora e fazer o parcelamento conforme desejar. Um detalhe é que não se pode parcelar os seguros atrasados, o parcelamento só beneficia o seguro de 2013”, disse.   

Segundo Valdeci para se beneficiar do parcelamento o proprietário deve entrar no site oficial do Pagamento do DPVAT - http://www.dpvatsegurodotransito.com.br - para imprimir o boleto e pagá-lo nas agências da rede bancária. O pagamento pode ser feito em até três parcelas iguais e vence junto com o imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA).

O gerente destaca que o DPVAT é parte integrante da licença anual do veículo sendo necessário seu pagamento para o proprietário estar com o licenciamento do veículo em dia e cobre danos pessoais para qualquer pessoa envolvida em acidente de trânsito ocorrido nos últimos três anos, envolvendo veículo automotor de via terrestre.

A legislação define como veículo automotor terrestre aquele que tem motor próprio e roda em terra ou asfalto, ou seja, é um carro de passeio, motocicleta, caminhão, ônibus, micro-ônibus ou trator. Trens, bicicletas e barcos não se enquadram como veículo automotor de via terrestre.

Para requerer o pagamento do seguro DPVAT a pessoa precisa apresentar a documentação pessoal, Boletim de Ocorrência e Formulário de entrada no pronto-socorro, dar entrada em processo no Ministério Público e o prazo para fazer o pedido de indenização é de 3 anos a contar da data do acidente. O valor é liberado em média 30 dias após o protocolo.

www.vozdonorte.com.br - Helena Cristina é acadêmica do curso de Jornalismo da Ufac

Powered by Bullraider.com