Aventura pelos Andes e BR-364 até Cruzeiro do Sul

tino 1Família cruzeirense viaja pela primeira vez de Cochabamba, na Bolívia, àté Cruzeiro do Sul, de carro

O casal de empresários Miguel (Tino) e Nazaré, proprietários do Hotel e Restaurante Samaúma, acompanhados do filho Miguel Antonio (Papito), que cursa o quinto ano de Medicina na cidade de Cochabamba, Bolívia e da senhora Soyla, mãe de Tino, cruzaram a ponte do Juruá, numa caminhonete e num momento de muita emoção, que inclusive levou Nazaré as lágrimas, chegaram a Cruzeiro do Sul na tarde de sexta-feira (16) para passar as festas de final de ano junto com familiares e amigos.

Foram mais de 2.500 quilômetros percorridos de Cochabamba até Cruzeiro do Sul, numa bela aventura que marcou os cruzeirenses. A família partiu de Cochabamba às 5:00 horas da manhã da quarta-feira (14) por uma bela estrada na cordilheira dos Andes. O roteiro da viagem incluiu La Paz, na margem direita do lago Titicaca até a fronteira com o Peru. Puno, Uliaka e Azanguero, no Peru, até Assis Brasil, pela Interoceânica Sul, numa estrada toda sinalizada. De Assis Brasil até Cruzeiro do Sul foram nove horas de viagem pela BR-364 até encontrar a magnífica ponte do Juruá.   

“ O mais impressionante é que agora Cruzeiro do Sul está ligada com o mundo. O Acre todo pode ser cruzado, de Cruzeiro do Sul à Assis Brasil, em apenas nove horas. Daqui já dá para ir de carro para o Peru, Argentina, Chile e todos os lugares do mundo. Em fevereiro estarei indo com minha mãe para Lima visitar nossos parentes. A BR-364 de Rio Branco à Cruzeiro do Sul está muito boa, sem contar que a construção das pontes diminuiu o tempo de viagem na estrada em muitas horas. Chegando na fronteira de Assis Brasil se encontra a ponte Interoceânica que atravessa o Rio Madre de Dios e nos leva ao resto do mundo”, disse.    

Tino lembra o trabalho dos ex-governadores que garantiram a integração pela BR-364 e neste final de ano sua viagem para matar a saudade de familiares e amigos cruzeirenses, afirmando que foram tempos de muito trabalho, de desesperança e muitos ataques sofridos pelos governadores para conseguir a tão sonhada integração, que hoje é uma realidade.   

“ É preciso lembrar que o ex-governador Orleir Cameli é que começou a reabertura desta estrada que ficou muitos anos sem tráfego. Depois veio Jorge Viana que deu um grande impulso e a continuidade ao asfaltamento, seguido de Binho Marques. Agora,  o governador Tião Viana surpreendeu a todos e garantiu o tráfego na estrada neste ano, mesmo durante o inverno. Muitos não acreditavam e tantos torciam contra. Mas, graças a Deus conseguimos a tão sonhada integração rodoviária com o resto do Estado, do país e do mundo”, disse.

O empresário destacou que a viagem era um antigo sonho que foi realizado, apesar dele já ter feito outras viagens de motocicleta saindo de Cruzeiro do Sul pela BR-364 até o Peru.

“ Numa das viagens passei três dias parados na BR-364 por motivo da chuva. Agora, pode até chover durante a viagem que não tem problema e você tem a certeza que vai chegar em casa no mesmo dia. Muita gente já passou semanas jogadas nesta estrada. Agora, com o tráfego garantido até no inverno muitos problemas da cidade vão ser resolvidos e a vida da população pode melhorar. Em breve vou levar toda minha família para conhecer Machu Pichu”, afirmou.

Tino destaca o novo momento de sua vida junto com a esposa Nazaré, morando em Cochabamba, para apoiar os filhos que estão estudando Medicina.

“Minha preocupação era como dar condição de estudo aos meus filhos. Graças a Deus, muito trabalho e o apoio do ex-governador Jorge Viana, que nos incentivou a investir na hotelaria, através de um financiamento do Banco da Amazônia, com o Fundo de Aval, estamos conseguindo vencer e resolvemos acompanhar nossos filhos em seus estudos na Bolívia. Por isso, sempre serei grato ao ex-governador Jorge Viana, que além de nos incentivar nos apoiou dando condições de montarmos uma estrutura que está sendo útil para o município. Não me considero uma pessoa rica, minha riqueza está nas amizades. Dez anos atrás eu tinha um restaurante e com um projeto que tinha como slogan” Realize seu sonho” estamos conseguindo vencer”, lembrou e agradeceu o empresário.

A empresária Nazaré estava muito emocionada ao receber nossa reportagem e tivemos que parar a entrevista algumas vezes porque ela não continha as lágrimas. Muita emoção.

Nazaré iniciou agradecendo o apoio dos ex-governadores Orleir Cameli e Jorge Viana que foram pessoas que deram uma grande força para sua empresa dando condições ao casal para acompanhar os filhos nos estudos na Bolívia.  

“Estamos em Cochabamba há três anos e fico muito emocionada em falar.... (lágrimas). Minhas primeiras palavras são de agradecimento ao ex-governador e senador Jorge Viana que nos apoiou durante seu governo utilizando as dependências de nosso hotel. Ele não nos deu dinheiro, mas sempre se hospedou no hotel e garantiu trabalho honesto. Ele dizia que quando vinha à Cruzeiro do Sul e se hospedava no nosso hotel estava em casa. Quero dizer para ele que gosto muito dele e não vou no Cristo de Cochabamba, parecido com aquele do Rio de Janeiro, sem fazer uma oração pelo sucesso dele e do ex-governador Orleir Cameli que alugou o hotel para nos dar esta oportunidade”, disse emocionada.

A empresária lembrou também dos amigos Nicolau e Abrahão Cândido que deram grande apoio na construção do hotel da família e são amigos de longas datas, afirmando que o sucesso dos filhos é uma das principais metas das suas vidas.

“Deus nunca me desamparou em toda minha vida e sempre me deu bons amigos. Por isso dou graças a Ele e aos nossos amigos. Para mim foi um sonho muito grande quando o carro se aproximou da bela ponte sobre o Rio Juruá. Não consegui conter as lágrimas. (Mais lágrimas)... Lembrei dos meus pais que sempre ouviram falar do sonho da estrada. Foi um momento que não tem explicação, tudo com a ajuda de Deus e dos governantes do Estado e o povo do Juruá está de parabéns”, disse a empresária.

Nazaré destaca a árdua luta dos jovens que estão estudando na Bolívia, a exemplo de seus filhos, cursando faculdades que exigem muito dos alunos, numa cidade grande, com o sonho de voltar para trabalhar em suas cidades, lembrando que as autoridades precisam viabilizar para que na volta eles possam conseguir trabalho.

“Meus filhos querem retornar para Cruzeiro do Sul depois de formados porque eles aprenderam conosco a amar essa terra. Em Cochabamba sofremos a falta dos amigos, lembro muito do amigo Lalau e seu irmão Abrahão, considero eles os pais que nunca tive e estamos nesta luta de apoiar nossos filhos para que consigam realizar seus sonhos. Os jovens que estão na Bolívia querem retornar para trabalhar na terra que nasceram e peço encarecidamente o apoio dos políticos a esses jovens estudantes. Tenho um amor muito grande por esta cidade e quando meus filhos se formarem estaremos retornando para residir perto dos nossos amigos”, afirmou.

O jovem acadêmico de Medicina da Universidade Upal, Miguel Antonio, filho do casal e mais conhecido por Papito, considera que as universidades da Bolívia tem uma qualidade muito boa, disponibilizando material técnico de qualidade e bons professores, afirmando ser uma grande alegria estar cursando Medicina na Bolívia, que é o sonho da sua vida.

“Para mim está sendo muito importante estar em Cochabamba para estudar Medicina e depois de formado retornar à Cruzeiro do Sul para trazer nossa experiência e ajudar a população. Em termos de ensino nossa universidade é muito boa e está ampliando sua estrutura a cada ano. Na Bolívia os alunos tem oportunidade de estudar mais porque a cada turma de dez alunos existe um cadáver para as aulas práticas. Então, estamos nesta luta para conseguir concluir o curso e depois lutar pelo CRM”, disse.

Papito destaca o trabalho do deputado Gladson Cameli que esteve recentemente na Bolívia e do governador Tião Viana, que desde os tempos de senador faz um trabalho de apoio aos estudantes que estão cursando faculdade no exterior.

“Quero agradecer ao deputado Gladson Cameli pela luta em favor dos estudantes, ao governador Tião Viana e ao senador Jorge Viana, que fizeram da capital um lugar muito melhor do que era antes e no interior tem feito um grande trabalho e não medem esforços para melhorar a vida dos acreanos. Eles merecem os louvores pela abertura da BR-364 que emociona todas as pessoas que chegam, como nós, a Cruzeiro do Sul e passam pela bela ponte do Juruá”, finalizou.

tino 2

www.vozdonorte.com.br - Da redação 

Powered by Bullraider.com