Deracre e Ciretran implantam quebra molas na Variante e alerta que imprudências e excesso de velocidade são maiores causas dos acidentes com vítima fatal

Detran 3

“Um grande número de acidentes são imprudência pura”, Valdeci Dantas

O governo do Estado, através da 1ª Ciretran e do Deracre, iniciou nesta semana a implantação de redutores de velocidades (quebra-molas) para atender reivindicação da comunidade que reside ao longo da Variante de acesso à BR-364 que realizou recentemente manifestação reclamando do perigo causado pela alta velocidade dos veículos no trecho onde residem várias família.

O gerente da 1ª Ciretran, sargento Valdeci Dantas, destacou que a implantação dos redutores de velocidade na Variante atende um clamor da comunidade que reclamava muito do excesso de velocidade dos veículos, inclusive fazendo uma manifestação e a engenheira do Detran e o gerente do Deracre, responsável pelo trecho, decidiram implantar os redutores para garantir mais segurança à população que mora ao longo do trecho.

Segundo Valdeci Dantas a 1ª Ciretran adiantou a implantação das placas de sinalização de indicação nos locais de construção dos quebra molas para alertar os condutores e o Deracre já realizou a construção da primeira quantidade que agora serão avaliados e caso necessite vai ser aumentada a quantidade para que se consiga diminuir a velocidade dos veículos no trecho e evitar problemas para a comunidade.

“Geralmente a 1ª Ciretran coloca as placas um pouco antes da implantação dos redutores para que os condutores, na circulação diária, possam se familiarizar e ter esse prazo de adaptação. Os condutores precisam de atenção para a implantação das placas de que existe um redutor de velocidade para evitar acidentes. Os redutores são construídos de acordo com a legislação que tem critérios técnicos de altura e dimensão”, enfatizou.

Cuidados ao trafegar na BR-364

Valdeci Dantas destaca a grande conquista da construção da BR-364 pelo governo do Estado que tem garantido o acesso permanente de diversos tipos de veículo a capital e aos demais municípios durante todo o ano, mas faz um alerta aos condutores para a necessidade de se trafegar com responsabilidade ao enfatizar que a imprudência e o excesso de velocidade são os causadores da grande maioria dos acidentes, inclusive levando a mortes que poderiam ser evitadas.

“Infelizmente todos os anos temos perdido vidas na BR-364 em acidentes com proporções desastrosas. Nossa recomendação é a prudência, estamos vivendo uma nova realidade com a possibilidade de se deslocar até Rio Branco e aos demais municípios e orientamos que os condutores dirijam seus veículos com consciência, usando a direção defensiva, respeitando a sinalização e não devem andar com excesso de velocidade”, disse.

Para o gerente da Ciretran trafegar na BR-364 ou em outra rodovia com uma velocidade de 150, 160, 180 ou até maior é uma grande irresponsabilidade e falta de consciência de um condutor e alerta que este tipo de pressa é uma ação muito perigosa sendo necessário se ter consciência de limites e entender que determinada atitude pode tirar sua própria vida e a de pedestres que  transitam nas vias públicas.

“Tenho absoluta certeza de que quando conseguirmos conscientizar os condutores de que é preciso dirigir defensivamente e de forma prudente e os pedestres e ciclistas que precisam estar atentos, evitando procedimentos que podem acarretar acidentes, vamos melhorar os índices. Os acidentes apenas com danos materiais são reparáveis, mas aqueles que ceifam vidas não tem como reparar e um grande número de acidentes são imprudência pura”, disse.

Ao destacar a redução de 67% no número de acidentes com vítimas fatais nos primeiros meses de 2014, com referência ao mesmo período do ano passado, Valdeci Dantas comemora e ressalta que a Ciretran já iniciou o trabalho de educação no trânsito nas escolas que tem meta de alcançar todas as instituições de ensino sendo necessário o cidadão se associar ao pensamento do governo e do Detran para que se tenha um trânsito de mais paz.

Parceria com o Judiciário 

Detran 4

A parceria com o Poder Judiciário é lembrada pelo gerente da 1ª Ciretran que parabeniza a Juíza de Direito Ana Paula Saboia, da Vara Criminal, que iniciou no mês de Janeiro um mutirão para julgar os condutores flagrados dirigindo seus veículos sob efeito de álcool e acatou uma sugestão da Ciretran para que os sentenciados além de cumprir a pena alternativa participem de uma palestra educativa na Ciretran. 

Detran 5

Valdeci finaliza informando sobre a implantação de um memorial às vítimas do trânsito que vai ser implantado com apoio do Poder Judiciário e de empresários e colocado em caráter definitivo num local de grande visibilidade à população do município para despertar sobre o problema e mostrar um placar dos acidentes e das circunstâncias que aconteceram. 

“São conquistas da sociedade, precisamos alertar a todos que acidente de trânsito não trazem benefícios para ninguém, pois deixa órfãos, famílias sem seus provedores, mata pai, mãe, filho e amigos e estamos trabalhando para a sociedade despertar. Não adianta o governo desenvolver o trabalho sério que está fazendo se a comunidade não entender e se tornar a grande parceira da luta para se reduzir o número de acidentes e de vítimas fatais”, disse. 

Powered by Bullraider.com