Ciretran comemora redução de 69% dos acidentes com vítimas fatais e alerta para perigos no tráfego na BR-364

“Se conseguirmos que o cidadão trafegue com conscientização no trânsito vamos dar um grande passo porque o policial vai ser sua própria consciência”, Valdeci Dantas 

Ciretran-valdecei

O gerente da 1ª Ciretran, Valdeci Dantas, informa que o órgão está dando prosseguimento as atividades do calendário anual que no início do ano concentrou o trabalho na área central, nos bairros da cidade e também com os idosos. Nesta semana se iniciam as palestras nas vilas da zona rural começando pela vila Santa Rosa e ramais da Mariana e em seguida no Paraná do Pentencostes e Vila São Pedro.

“ O trabalho de educação e conscientização no trânsito tem sido prioridade da 1ª Ciretran, com resultados muito positivos. O anúncio da redução de 69% dos acidentes com vítimas fatais é motivo de comemoração, apesar de continuarmos insistindo que poderemos ter índices ainda melhores e o trabalho na zona rural e na BR-364 é parte importante desta missão”, destacou o gerente.

Valdeci Dantas lamenta que infelizmente ainda foram registrados alguns acidentes com vítimas fatais, na sua maioria causados por imprudência, enfatizando que o Governo do Estado tem realizado investimentos significativos na educação no trânsito, sinalização e fiscalização, priorizando a preservação da vida, através da conscientização dos condutores e pedestres.

“ Nossa meta é zero de vítimas fatais, porque as perdas materiais se corrigem, mas com a vida não tem  o que se fazer. No centro da cidade não aconteceram mais acidentes depois da organização feita pela Ciretran.  A partir do mês de julho será iniciado um grande trabalho de sinalização horizontal/vertical, pintura de eixo de pistas e bordas das ruas e com  isso vamos avançar ainda mais na segurança”, disse.

Operação Álcool Zero

O gerente da Ciretran lembra que o Pelotão de Trânsito, junto com os agentes da 1ª Ciretran, estão realizando desde o mês de Abril a Operação Álcool Zero, para coibir o uso de bebida alcoólica ao volante, um perigo que tem causado muitos acidentes e vítimas fatais no trânsito.

“ O abuso de álcool é um dos grandes problemas do trânsito. Precisamos fazer o condutor entender que ele precisa contribuir com a segurança do trânsito e  a ingestão de bebida alcoólica ao volante é um delito grave que está sendo combatido com rigor. Conseguimos flagrar muitos condutores que estavam dirigindo alcoolizados que foram penalizados com multas rigorosas e a suspensão do direito de dirigir por um ano. O condutor tem que estar consciente que não pode associar bebida e volante. O grande beneficiado deste trabalho é o cidadão”, afirmou.

Valdeci destaca que a Operação Álcool Zero recebeu dois veículos, dando mais mobilidade, segurança e conforto para os agentes e um poder de fiscalização bem maior, lembrando que um Projeto de Lei que tramita no Congresso Nacional vai dobrar o valor da multa de R$ 957,00, além de outras penalidades.   

BR-364

O expressivo número de acidentes, alguns com vítimas fatais, registrados na BR-364 é preocupação do gerente da 1ª Ciretran, que alerta os condutores para algumas particularidades da estrada que tem seu fluxo de trânsito aumentado no início do verão, lembrando que nas áreas indígenas estão fixados quebra molas e redutores de velocidades e ainda existem outros perigos como animais na estrada, além de trechos inacabados.

 “ Nossos condutores tem que ter a consciência de que a BR-364 é um benefício que não pode se tornar em prejuízos, principalmente com perda de vidas. O excesso de velocidade é uma preocupação e uma das maiores causas dos acidentes sendo necessário manter um padrão de velocidade de segurança para garantir  uma viagem tranquila e sem acidentes. É preciso que nossos condutores entendam esse novo momento de progresso e trafeguem com segurança para se evitar perdas importantes de vidas” 

Pelotão de Trânsito e Ciretran

Valdeci Dantas destaca o importante trabalho do Pelotão de Trânsito da Polícia Militar, que tem contribuído com a diminuição dos acidentes.  

“ Afirmo que a Ciretran e o Pelotão de Trânsito são irmãos gêmeos. O Deracre é outro órgão que muito contribue com a estrutura e a junção destas instituições tem garantido resultados muito positivos que se refletem no trabalho de fiscalização, sinalização e da educação que sempre destaco como  prioridade. Se conseguirmos que o cidadão tenha a conscientização diferente no trânsito vamos dar um grande passo porque o policial vai ser a sua própria consciência”, finalizou.

www.vozdonorte.com.br  - Elson Costa

 

   

Powered by Bullraider.com