Assinada ordem de serviço para recuperação de 428 quilômetros de estradas federais no Acre

Denit 1 capa

Nos próximos dois anos serão recuperados 428 quilômetros de estradas federais no Acre, nas rodovias 317 e 364, num investimento aprovado pela presidenta Dilma Rousseff de R$ 143,5 milhões

Nos próximos dois anos serão recuperados 428 quilômetros de estradas federais no Acre, nas rodovias 317 e 364, num investimento aprovado pela presidenta Dilma Rousseff de R$ 143,5 milhões. A ordem de serviço foi assinada hoje no Gabinete Civil pelo governador Tião Viana e pelo superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), nos estados de Rondônia e Acre, André Reitz do Valle.

Serão recuperados os trechos da BR-364 na divisa com Rondônia até Sena Madureira e da BR-317 entre Brasileia e Assis Brasil. A obra já foi licitada e três empresas vão executar os serviços a partir dos próximos dias. A operação envolve tapa-buracos, galeria, bueiros, recuperação de acostamentos, aterros e sinalizações. O prazo para conclusão é de dois anos e os primeiros resultados poderão ser vistos ainda neste período de inverno amazônico.

 

 

O governador Tião Viana agradeceu o empenho da presidenta Dilma, do Ministério dos Transportes e do Dnit em relação à BR-364, que será inaugurada no próximo ano

“É um esforço grande que o governo federal está fazendo para que a gente possa ter condições melhores nas rodovias de todo o país. Estamos reafirmando aqui uma parceria com o Acre emitindo hoje a ordem de serviço para que as obras iniciem nos próximos dias”, disse o superintendente do Dnit.

O governador Tião Viana agradeceu o empenho da presidenta Dilma, do Ministério dos Transportes e do Dnit em relação à BR-364, que será inaugurada no próximo ano “com a maior festa já vista na Amazônia. Sou muito grato à compreensão de vocês sobre o que é fazer uma estrada nas condições de solo e chuva da região e com confiança mútua estamos vencendo as dificuldades e avançando nas obras. As normas técnicas dos laboratórios que analisam solos de Brasília não podem ser consideradas no Acre, que tem um solo de tabatinga. São essas as diferenças que pouco a pouco estão sendo compreendidas e que para nós são fundamentais”, explicou o governador.

 

 

O diretor do Departamento de Estradas e Rodagens do Acre (Deracre), Ocírodo Oliveira, destacou que, com os investimentos federais na recuperação das rodovias, os recursos que serão economizados serão investidos no programa Ramais do Povo (Foto: Sérgio vale/Secom)

Em 2011 pela primeira vez em 44 anos a BR-364 ficou aberta no período de inverno, garantindo o direito de ir e vir de milhares de pessoas que moram às margens da estrada ou nos municípios que são cortados por ela. O diretor do Departamento de Estradas e Rodagens do Acre (Deracre), Ocírodo Oliveira, destacou que, com os investimentos federais na recuperação das rodovias, os recursos que serão economizados serão investidos no programa Ramais do Povo, com atendimento dos ramais ligados à produção.

Agência de Notícias do Acre - Tatiana Campos – Fotos: Sérgio Vale

Add a comment (0)

Detran abre Semana Nacional de Trânsito em Cruzeiro do Sul

Dando continuidade às ações da Década Mundial de Ação pela Segurança Viária, proclamada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 2010, o Departamento Estadual de Trânsito do Acre (Detran) também realiza uma vasta programação em Cruzeiro do Sul alusiva à Semana Nacional de Trânsito. A abertura oficial foi realizada na tarde de ontem, 18, no Teatro dos Náuas, com a participação de alunos da rede pública.

“As estatísticas mostram que o trânsito em Cruzeiro do Sul é um exemplo a ser seguido”, diz Sawana Carvalho (Foto: Jannice Dantas)

Add a comment (0)

Detran entrega mais de 100 kits de fardamento

site detran 1

Agentes de trânsito do Detran receberam na tarde de quinta-feira, 2, novos fardamentos

Agentes de trânsito do Detran receberam na tarde de quinta-feira, 2, novos fardamentos. Os modelos atuais estão de acordo com as necessidades e sugestões apontadas pelos próprios servidores da coordenadoria integrada de trânsito.

Agentes de trânsito do Detran receberam na tarde de quinta-feira, 2, novos fardamentos (Foto: Jannice Dantas/Detran)

Ao todo foram 116 kits, contendo, camisa, calça, gandola, coturno, colete, braçadeira e boné. O Detran possui 59 agentes da autoridade de trânsito, que estão lotados em Rio Branco, Brasileia e Cruzeiro do Sul. A capital concentra a maior quantidade - são 45, e 14 nos outros dois municípios.

Essa é mais uma das ações de humanização que estão sendo desenvolvidas pelo órgão. “Estamos ouvindo, compreendendo, considerando e respeitando as opiniões, queixas e necessidades de nossos servidores. Por isso, o fardamento foi confeccionado de acordo com o que eles solicitaram”, relatou a diretora-geral do órgão, Sawana Carvalho.

Para o coordenador de fiscalização de trânsito, Herbson Sousa, esse é um investimento de bem-estar que está sendo realizado. “O departamento de trânsito teve o cuidado de atender as necessidades existentes dos agentes. Isso é investir também na melhoria das condições de trabalho”, enfatizou.

A fiscalização é uma das áreas de atuação de grande importância para o Detran. “Nossos agentes prestam serviços de excelência à comunidade do Estado, no que tange não somente ao respeito à legislação de trânsito, mas também à preservação de vidas nas vias públicas. Portanto, nada melhor que se sintam reconhecidos e fortalecidos”, destacou Sawana Carvalho.

O diretor de Operações, major Antônio Teles, explicou que de forma simbólica foram entregues fardamentos para dois agentes. “Com isso estamos nos dedicando para que eles trabalhem satisfeitos”, enfatizou.

Jannice Dantas (Assessoria Detran) - Foto: Janice Dantas

 

Add a comment (0)

Caminhonete afunda no Rio Juruá depois que balsa de madeira se afastou da rampa

carro-sendo-icado-do-rio

Governador Tião Viana atende reivindicação e determina volta da balsa Deodato em recuperação do porto

Uma caminhonete Toyota Hylux de cor prata, de propriedade do empresário José Valderi, caiu e submergiu nas águas do Rio Juruá, quando saia de uma das balsas de madeira que fazem a travessia de carros, motos e pessoas no porto do município de Rodrigues Alves.

José Valderi, que mora em Rodrigues Alves, atravessou o Rio Juruá na balsa para vir a Cruzeiro do Sul e no momento que o veículo arrancou para sair da embarcação ela afastou-se da rampa causando o acidente. O empresário estava acompanhado de sua filha de 18 anos e uma amiga da filha, de 19 anos que conseguiram sair do carro pelas janelas, antes que submergisse.

O empresário atravessou na balsa de madeira porque a balsa da empresa AS, alugada pelo governo do Estado para fazer a travessia, estava demorando muito. 

“Graças a Deus consegui sair do carro junto com minha filha e a colega dela antes que o carro afundasse. As janelas estavam abertas e facilitou a nossa saída. Agora é trabalhar para tirar o prejuízo porque o dono da balsa não tem condições de arcar com o valor da despesa”, disse Valderi que se machucou, mas sem gravidade.

O empresário Orleir Cameli atravessava o Rio Juruá pouco depois do acidente, para acompanhar o governador Tião Viana que foi a Rodrigues Alves inaugurar as obras do Programa Ruas do Povo, mandou um guinho da empresa Colorado fazer a retirada da caminhonete que estava presa por uma corda para não descer para o leito mais profundo do rio.

Depois do acidente um grande tumulto se formou rapidamente no lado do porto do município de Rodrigues Alves. Populares protestaram contra a saída da balsa Deodato, do Governo do Estado e também contra as péssimas condições de atendimento da balsa da empresa AS e fecharam a entrada na cidade impedindo os carros que atravessavam nas balsas e exigiam a presença do governador Tião Viana para liberarem o trânsito.

Homens do Pelotão de Trânsito e do Comando de Operações Especiais (COE), da Polícia Militar se deslocaram para o local e acompanharam o desenrolar das negociações para a desobstrução da via de acesso que foi realizada pelo Assessor Especial do Governo do Estado, Itamar de Sá.

Na primeira tentativa não houve negociação, mas depois de confirmar que o governador não poderia ir até o local o assessor propôs que os manifestantes liberassem o acesso e marcou uma reunião na Câmara Municipal para discutir o problema. Na reunião os manifestantes mostraram sua preocupação com a travessia da balsa, reclamaram do trabalho realizado pela balsa da empresa AS e pediram a volta da balsa Deodato.

Itamar de Sá explicou que o governador Tião Viana determinou a volta da balsa Deodato e pediu um prazo de 30 dias para o concerto do motor da balsa que está sendo recuperado em Rio Branco e ficará pronto nos próximos 15 dias. O prazo visa a contratação dos funcionários para prestarem o serviço na balsa. Os manifestantes concordaram com a decisão do governador e agradeceram o apoio do assessor na solução do problema.

“É preciso estreitar o relacionamento para solucionar os problemas. O governador Tião tem investido muito no município de Rodrigues Alves para melhorar a vida da comunidade e a pavimentação da BR-364 e da Variante são investimentos importantes. Hoje, o governador está inaugurando muitas ruas do Programa Ruas do Povo que faz da Rodrigues Alves o primeiro município acreano a ter toda a zona urbana pavimentada e por entender que a situação precisa ser revista determinou a volta da balsa Deodato logo que seja recuperada.

O representante do Deracre, Josinaldo, informou que o motor da balsa Deodato fica pronto num prazo de 15 dias e em 30 dias já estará em condições de fazer a travessia. A manutenção do porto também foi garantida pelo engenheiro que afirmou ser possível fazer um trabalho de aplicação asfáltica para o funcionamento no período do inverno.

O assessor do governo ainda garantiu a recuperação da rampa, aplicação asfáltica nas áreas do porto para garantir o tráfego no período inverno e apoio ao proprietário da caminhonete para recuperação do veículo.       

www.vozdonorte.com.br – Da redação 

Add a comment (0)