Ciretran realiza trabalho de orientação no trânsito em aldeias na BR-364

Ciretran indios 1

A 1ª Circunscrição de Trânsito de Cruzeiro do Sul (1ª Ciretran) realiza trabalho de orientação no trânsito em aldeias que estão localizadas às margens da BR-364 devido a grande circulação de veículos e a presença dos índios na rodovia.

 

A parceria da 1ª Ciretran com índios Katuquinas está no seu quinto ano e tem o objetivo de levar informações sobre regras de trânsito para evitar acidentes devido ao grande tráfego de veículos que chegam ao vale do Juruá passando por várias aldeias.

Com ajuda de um tradutor os educadores da 1ª Ciretran informam aos indígenas, através de palestras e vídeos,  como eles devem se portar no trânsito. Uma das preocupações das autoridades de trânsito é o uso de bebida alcoólica dentro das aldeias.

O gerente da 1ª Ciretran, Valdecir Dantas, explicou que alguns índios conduziam veículos sem a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e sob efeito de bebida alcoólica e as palestras estão reforçando e informando sobre as penalidades da lei.

“Essa prática era muito comum entre os índios, mas observamos que já melhorou muito, apesar de ser ainda preciso reforçar informações porque para eles dirigir de qualquer maneira é normal”, disse.

Segundo o gerente no entendimento dos índios eles poderiam dirigir de qualquer jeito e não tinham noção de que estavam infringindo a lei e cometendo crimes de trânsito. Reforçamos esse trabalho para orientá-los sobre as regras e os perigos do transito”, explicou.

Nas palestras os educadores ensinaram também como os índios devem atravessar na faixa de pedestre, andar pelo acostamento, como identificar as cores do semáforo e as placas de sinalização na área urbana da cidade. 

Add a comment (0)

Detran e Hemonúcleo de Cruzeiro do Sul firmam parceira para doação de sangue

Doação de sangue

 

Agência de Notícias do Acre - Cristina Souza (Assessoria Detran)

 

A parceria conscientiza os motoristas sobre a importância da doação de sangue. (Foto: Assessoria Sesacre)

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran), por meio da primeira Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran), firmou parceria com o Hemonúcleo de Cruzeiro do Sul, que se encontra com baixo estoque de bolsas de sangue. O objetivo da iniciativa é fortalecer as ações de captação na busca de novos doadores.

Atualmente, o Hemonúcleo possui mais de 800 doadores cadastrados, dos quais apenas 250 estão ativos, fator preocupante, levando em consideração que a unidade atende toda região do Juruá, inclusive Guajará e Ipixuna. Outra dificuldade é a grande incidência da malária e de Hepatites Virais, que deixa muitos doadores inaptos para realizar a doação.

Para o gerente Ciretran de Cruzeiro do Sul, Valdeci Dantas, a ação também vai mostrar o lado humano dos servidores da unidade. "Queremos ajudar a sociedade, mostrar a nossa solidariedade e que o nosso trabalho vai muito além de fiscalizar o trânsito”, afirma.

Segundo a diretora do Detran, Sawana Carvalho, a Ciretran, além de continuar com os trabalhos rotineiros de abordagens e ações educativas, agora investirá em conscientizar e estimular as pessoas a se tornarem doadoras. “A doação é um gesto de solidariedade e com a iniciativa pretendemos incentivar as pessoas, principalmente os condutores, a doarem sangue e salvar vidas”, disse.

Informações sobre doação de sangue

Para doar sangue é necessário:

- apresentar documento com foto, válido em todo território nacional;

- ter entre 18 e 65 anos de idade;

- ter peso acima de 50 kg.

Recomendações para o dia da doação:

- nunca vá doar sangue em jejum;

- faça um repouso mínimo de seis horas na noite anterior à  doação;

- não ingerir bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores;

- evitar fumar por pelo menos duas horas antes da doação;

- evitar alimentos gordurosos nas três horas antecedentes a doação;

- interromper as atividades por 12 horas pessoas que exerçam as seguintes profissões: piloto de avião ou helicóptero, condutor de ônibus ou caminhões de grande porte, profissionais que utilizem andaimes, mergulhadores e paraquedistas.

Quem não pode doar:

- quem teve diagnóstico de hepatite após os 10 anos de idade;

- mulheres grávidas ou amamentando;

- pessoas que estão expostas a doenças transmissíveis pelo sangue como Aids, hepatite, sífilis e doença de chagas;

- usuários de drogas;

- aqueles que tiveram relacionamento sexual com parceiro desconhecido ou eventual, sem uso de preservativos.

Add a comment (0)

Projeto Motociclista Legal e 100% consciente foi lançado no Juruá

Ciretran 1

Campanha alcança mais de cinco mil motociclistas e reduz número de acidentes

O Departamento Estadual de Trânsito do Acre (Detran) realizou durante o mês de Julho diversas atividades educativas nos municípios do interior do Estado, além de blitz de fiscalização com a finalidade de reduzir os índices de acidentes com vítimas fatais.

Considerada uma das cidades com maior índice de acidentes de trânsito envolvendo motocicletas de Cruzeiro do Sul conseguiu uma redução durante o período da campanha depois que mais de cinco mil motociclistas receberam orientações de segurança.

O Detran contratou mais de vinte educadores para levar as informações de educação no transito ao condutores num trabalho em parceria com a Polícia Militar que realizou várias blitz da Operação Álcool Zero que garantiu a redução dos acidentes.

O gerente da 1ª Circunscrição de Trânsito (1ª Ciretran) de Cruzeiro do Sul o educadores fizeram um trabalho durante o dia e nos finais de semana com operações educativas e de fiscalização que tiveram um resultado bastante proveitoso.

“Além da redução dos acidentes neste período da campanha não registramos nenhuma vitima fatal envolvendo motociclistas e muitas pessoas foram conduzidas a delegacia por estarem conduzindo sob efeito de bebida alcoólica”, disse.

Valdeci Dantas ressaltou que muitos condutores ainda não se conscientizaram do perigo de conduzir um veículo alcoolizado e infelizmente essas pessoas só dão atenção quando a irregularidade pesa em seu bolso.

“Não é isso que queremos, mas para salvar vidas vamos continuar fiscalizando e multando os motoristas que estiverem conduzidos sob efeito de bebida alcoólica que serão encaminhados à delegacia para responder pela infração, além da sanção administrativa de suspensão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ”, disse.    

Segundo dados da 1ª Ciretran em 2013 já foram registradas sete vítimas fatais na área urbana de Cruzeiro do Sul sendo que seis delas eram motociclistas.

O gerente da 1ª Ciretran ressaltou que as atividades educativas e de fiscalização vão continuar pela proximidade com o novenário de Nossa Senhora da Glória que vai movimentar muito o trânsito de Cruzeiro do Sul.

Add a comment (0)

Oficina de Educação conscientiza crianças das escolas dos perigos do trânsito

detran 2

A 3ª Oficina de Educação de Trânsito reuniu estudantes da rede pública de ensino no Teatro dos Náuas, na manhã desta sexta-feira (24). Organizada pela 1ª Circunscrição de Trânsito de Cruzeiro do Sul (1ª Ciretran) tem o objetivo de desenvolver nas pessoas uma consciência mais humana no trânsito, respeitando a sinalização e a forma correta de comportamento de condutores e pedestres para valorizar a vida.

Cedo da manhã as crianças participaram de brincadeiras na Mini Pista onde os educadores orientavam sobre a sinalização de trânsito e os cuidados básicos necessários para trafegar com segurança. O gerente da 1ª Ciretran, Valdeci Dantas, foi o palestrante do evento e destacou que foram vários dias de atividades com crianças nas escolas e lembrou que o trânsito de Cruzeiro do Sul tem uma média de 30 acidentes mensais.

“ Esse é um trabalho muito importante porque as crianças vão aprender desde cedo que o trânsito precisa de cuidados, que é preciso respeitar as leis e regulamentações para que no futuro tenhamos pessoas mais conscientes, um trânsito melhor e como menos acidentes em nossas vias. Percebemos que as crianças já tem uma outra visão melhor sobre o trânsito e elas que são o nosso futuro”, disse Valdeci Dantas.

O gerente da 1ª Ciretran lamentou que em 2013 já aconteceram seis vítimas no trânsito de Cruzeiro do Sul, apesar do intenso trabalho educativo realizado pelos 16 educadores do órgão que estão sempre nas ruas para orientar e cuidar dos pontos de maior fluxo de veículos, como por exemplo, nas proximidades de escolas, afirmando que a imprudência de condutores é uma das principais causas dos acidentes.

Valdeci Dantas destaca que Oficina de Educação de Trânsito trabalha pela preservação da vida, redução dos acidentes e a conscientização dos atores do trânsito, além de garantir conhecimentos aos alunos para que comecem desde cedo a ter bons hábitos no trânsito, ensinando sobre os cuidados básicos de atravessar a ruas para evitar acidentes e garantir paz, harmonia e segurança à população.

Mais de 400 crianças do Ensino Infantil de escolas de Cruzeiro do Sul participaram da festa de encerramento da oficina que teve como tema “ A Consciência no Trânsito Começa Mais Cedo”, que teve como alvo crianças de três a sete anos de idade. Cartazes e faixas confeccionados pelas escolas mostraram a preocupação da comunidade com a segurança no trânsito e cada escola realizou uma atividade relacionada ao tema.

Elson Costa - Fotos:Elson Costa

Add a comment (0)