Professor Dr. João Carlos lança seu quinto livro, o romance “Na pálida gestação da noite”
Professora Elenilda Maia destaca que o professor João Carlos além de ter sido o grande incentivador dela ter a coragem e disposição de escrever um livro, foi o prefaciador da sua obra e escolhido com toda honra

Professor Dr. João Carlos lança seu quinto livro, o romance “Na pálida gestação da noite”

A mais nova obra literária do Professor Doutor João Carlos de Carvalho, o romance “Na Pálida Gestação da Noite”, levou cerca de 17 anos para sua conclusão, segundo conta o autor, um carioca que está erradicado em Cruzeiro do Sul há mais de 27 anos e mantém fortes ligações com a região. A nova obra é o quinto livro do escritor.

Professor Doutor João Carlos autografa livro para a professora e escritora Elenilda Maia sua ex-aluna

Professor Doutor João Carlos autografa livro para a professora e escritora Elenilda Maia sua ex-aluna

João Carlos lembra que nasceu no Rio de Janeiro, sempre foi um sujeito inquieto em relação a escrita, gostava de desenhar, de criar, de poesia, de ficar na praia e se tornou professor meio por acaso porque tinha que fazer alguma coisa. Depois de apaixonou pelas letras e se tornou um militante do curso de Letras e estudos da literatura.

“Onde vou ou sou chamado procuro passar tudo que aprendi e adquiri e minhas experiências pessoais e com a escrita sempre procurei levar para a sala de aula. Inevitavelmente minha profissão me levou a cursar Letras e pretendo ainda continuar por muitos anos um trabalho no Campus da UFAC que muito me satisfaz”, afirma.

Ao lembrar o início de seu trabalho na UFAC João Carlos lembra que o começo foi exatamente no prédio do Projeto Rondon, onde inclusive ele morou, depois se transferiram para a sede na Rua Paraná onde ficaram por 12 anos e em seguida em 2006 para o Campus do Canela Fina que ganhou uma moderna estrutura que a cada ano que passa melhora mais.

“Só vejo crescimento, cada vez mais chegam professores habilitados, além dos filhos da terra que já podem fazer sua graduação, especialização, além de mestrado e doutorado e se fixar na região. Tudo teve um início e espero que não esqueçam de contar essa história do surgimento da universidade. Humildemente fazemos parte desse início e desse processo até hoje”, disse.

O professor doutor João Carlos de Carvalho é formado em Letras pela Universidade Veiga de Almeida UVA), no Rio de Janeiro. Sua tese de mestrado em Teoria Literária foi apresentada na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Desde 1992 mora em Cruzeiro do Sul onde é professor no curso de Letras do Campus Floresta da Universidade Federal do Acre (Ufac).

O lançamento da obra ocorreu na manhã desta quinta-feira (11) no anexo do Campus Floresta, da Universidade Federal do Acre UFAC), onde funcionava o Projeto Rondon. Amigos, professores e antigos alunos do doutor prestigiaram a sessão de autógrafos da obra que tem 246 páginas e aborda momentos do Brasil e seus impactos no contexto da Amazônia.

Na noite desta sexta-feira (12) acontece outra sessão de autógrafos do romance “Na Pálida Gestação da Noite”, no Teatro Rio Môa, no Campus Floresta, a partir das 20:00 horas.

“É meu quinto livro e o primeiro romance. É uma satisfação apresentar mais essa obra à sociedade cruzeirense, juruaense e acreana. Levei 17 anos para escrever, revisar e finalizar e agora espero que tenha longa vida, circule nos meios acadêmicos e também fora dele, que ganhe vida e tenha leitores, pesquisadores e curiosos para tentar compreendê-lo”, disse.

João Carlos destaca que o livro foi escrito como um desafio alegórico dentro da região amazônica e alegoriza a relação do homem com a Amazônia em pelo menos três contextos históricos definidos desde a implantação do regime militar, depois o mensalão no governo Lula em 2005 e ainda deixa aberta as especulações e diálogos com relação a história.

“Acho que consegui amarrar bem os três tempos por meio de três narradores específicos e individuais que testemunham numa verve muitas vezes poéticas a sua relação com a Amazônia”, disse ao destacar que tem uma boa relação com seus alunos e ex-alunos e sempre fez questão de firmar raízes em Cruzeiro do Sul.

“Estou em Cruzeiro do Sul há 27 anos, ajudei a formar a primeira turma regular de graduação num momento que tudo estava por acontecer. Hoje a gente não só lança livros como publica e agora temos a instalação dos nossos dois primeiro Mestrados, coisa impensável há 20 anos atrás, quando a gente mal conseguia dar conta da graduação”, disse.

Professora Elenilda Maia destaca que o professor João Carlos além de ter sido o grande incentivador dela ter a coragem e disposição de escrever um livro, foi o prefaciador da sua obra e escolhido com toda honra

Professora Elenilda Maia destaca que o professor João Carlos além de ter sido o grande incentivador dela ter a coragem e disposição de escrever um livro, foi o prefaciador da sua obra e escolhido com toda honra

A professora e escritora Elenilda Maia, que prestigiou o lançamento da obra, destacou ser um prazer adquirir o livro e que o mais importante foi mesmo ter tido o prazer e privilégio de ter o professor doutor João Carlos de Carvalho como seu mestre quando o ensino superior estava iniciando em Cruzeiro do Sul e ele chegou com muita sede de ensinar.

“O professor doutor João Carlos semeou em Cruzeiro do Sul o gosto pelas letras, pela escrita, literatura e a valorização do leigo escrever. Nas aulas deles era com se a gente conseguisse beber água. Todo mundo ficava sentado e calado. Aprendi com ele a ensinar com o esquema no quadro e sem estar com o livro na mão e isso fez um diferencial muito grande”, disse.

Segundo a professora Elenilda Maia, além de ter sido o grande incentivador dela ter a coragem e disposição de escrever um livro, foi o prefaciador da sua obra e escolhido com toda honra. “Todos os dias quando leio lembro sempre do professor João Carlos e isso é uma coisa muito importante porque Cruzeiro do Sul ganhou muito com sua presença aqui”, afirma.

20190411_102057(0)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*