Vítima de acidente tem parte da perna amputada e funcionária atingida pela explosão no Hospital Regional do Juruá se recupera na clínica cirúrgica

Vítima de acidente tem parte da perna amputada e funcionária atingida pela explosão no Hospital Regional do Juruá se recupera na clínica cirúrgica

O diretor clínico do Hospital Regional do Juruá, médico Marlon Holanda informou, na manhã desta sexta-feira (11), que as vítimas do acidente que ocorreu no final da tarde de quinta-feira (10), apesar da gravidade, se recuperam depois de terem sido submetidas a cirurgias. A mulher teve parte da perna amputada e o homem teve fratura exposta no tornozelo.

“As vítimas de uma colisão de moto com um caminhão deram entrada no pronto socorro do Hospital Regional do Juruá no final da tarde de ontem. Uma senhora já idosa, dona Raimunda, já chegou com amputação traumática da perna e o irmão dela com uma fratura exposta. Eles foram submetidos a cirurgia no mesmo momento, se recuperam bem e sem risco de vida, mas ficarão internados para tomar antibióticos para diminuir riscos de infecção”, disse.

O médico ressaltou que todos os dias muitas pessoas dão entrada no Hospital Regional vítimas de acidentes e que o setor de Ortopedia está funcionando normalmente, apesar de uma pequena carência de material, mas os profissionais são muito bons e estão conseguindo atender a demanda. “Temos seis ortopedistas, sendo que três deles vem de Rio Branco semanalmente e a maioria dos pacientes são operados no hospital”, afirma.

O diretor clínico destaca atendimento especializado de ortopedia tem um alto custo.

“O material cirúrgico da ortopedia é muito caro, uma fratura precisa de placas e parafusos de titânio que tem alto custo e observamos que quase todos os dias acontecem vários acidentes e essas pessoas são atendidas e operadas na unidade. Além do material tem também o custo hospitalar de medicação e internação que são altíssimos, mas estamos trabalhando com muito empenho para atender nossa população”, disse.

Sobre a vítima da explosão numa das dependência do Hospital Regional na semana passada, que está internada, o médico Marlon Holanda informa que dona Maria da Conceição depois de atendida ela foi internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) pela gravidade dos ferimentos – queimaduras de segundo e terceiro grau no rosto e no tórax, além deferimentos cortantes – mas  já foi transferida para a Enfermaria Cirúrgica e dever alta nos próximos dias.

“Os dois funcionários que morreram eram pessoas muito queridas, o Marcelo trabalhava desde a inauguração do hospital, o Elisson era também um jovem muito querido de todos e ficamos muito tristes com a fatalidade. Dona Maria da Conceição se recupera bem e tem previsão de alta nos próximos dias”, disse Marlon Holanda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*