Execuções continuam, mas polícias Civil e Militar não dão trégua e prendem e apreendem envolvidos com crimes, na sua maioria menores, além de muitas armas
Marido, que tinha ligação com facção, foi executada a tiros na frente da esposa, na zona rural

Execuções continuam, mas polícias Civil e Militar não dão trégua e prendem e apreendem envolvidos com crimes, na sua maioria menores, além de muitas armas

Marido, que tinha ligação com facção, foi executada a tiros na frente da esposa, na zona rural

Marido, que tinha ligação com facção, foi executada a tiros na frente da esposa, na zona rural

As mortes com características de execução continuam a acontecer nos municípios do vale do Juruá, na sua maioria crimes cometidos com requintes de crueldade em que as vítimas não tiveram a mínima chance de defesa e foram executadas com armas brancas e disparos de arma de fogo. Algumas delas com mãos amarradas foram jogadas no Rio Juruá. Outra morta a tiros na frente da esposa.

Outro envolvido com facção foi executado enquanto dormia na rede da casa do vizinho

Outro envolvido com facção foi executado enquanto dormia na rede da casa do vizinho

No início desta semana foram registrados mais três casos com características de execução na zona rural do município, crimes segundo informações das Polícias Civil e Militar difíceis de serem evitados por se tratarem de acerto de contas das facções criminosas que nos últimos tempos são responsáveis pelo elevado índice de violência na região. Além das mortes roubos de celulares e motocicletas fazem parte da estatística.

No Paraná do Pentecostes, município de Mâncio Lima, foi registrada a morte do diarista Francisco Oliveira, 31, segundo informações confirmadas pela Polícia Civil, vítima da guerra das facções criminosas que mais uma vez mostram requintes de crueldade nas suas execuções. O diarista morto teve sua cabeça decepada e levada do local do crime e só foi achada dois dias por moradores que acionaram a polícia.

Segundo a apuração do crime o assassino teria morado por cinco dias na casa da vítima e ganhado a confiança da família. Ele aproveitou o momento que a mulher do diarista saiu para cometer o crime encomendado por uma facção. O criminoso usou a própria arma da vítima para matá-la e a Polícia Civil avalia que os dois pertenciam a mesma facção criminosa. A morte do diarista deve ter sido a prova de entrada de Braga na facção.

delegado lindomar 1

O delegado Lindomar Ventura informou que o criminoso não foi preso em flagrante, mas a Polícia Civil já desvendou o crime, inclusive com as motivações e detalhamento da execução confirmada no depoimento do acusado. “O crime foi cometido por apenas uma pessoa com dois tiros de pistola 380. Depois de matar ele cortou a cabeça para servir como prova do cumprimento da missão”, disse o delegado que pediu a prisão preventiva do acusado.

 

Novamente na comunidade do Paraná do Pentecostes, um Roniscleisson João Costa de Souza, 27, foi vítima de disparos de arma de fogo, quando estava dentro de sua casa e na frente da esposa que relatou que estava na cozinha com a vítima quando uma pessoa chegou pelo lado da casa e efetuou disparos na direção do seu marido que depois de atingido caiu no chão de madeira. O criminoso entrou e deu ainda mais dois tiros.

Depois de atingir a vítima, que não resistiu aos ferimentos e morreu no local, o criminoso se evadiu e na garupa de uma motocicleta fugiu em direção a comunidade do Belo Monte o que mostra que as facções passam a agir na zona rural, provavelmente pelo intenso trabalho de policiamento ostensivo desencadeado pela Polícia Militar, inclusive com apoio de militares do Exército Brasileiro.

E mais um crime de homicídio, desta vez no Ramal do Darci, Projeto de Assentamento Santa Luzia, na madrugada desta quarta-feira (08). Foi registrada a ocorrência de mais um homicídio com característica de execução quando um homem matou com um tiro na cabeça uma pessoa acusada de roubo e de participação em facção. A vítima foi morta quando dormia na rede da casa de um conhecido onde se escondia de um estranho.

Segundo relato do dono da casa que acolheu a vítima, que tinha falado da presença de pessoas estranhas próximo de sua residência e pediu para dormir da casa do mesmo.  Mas, por volta de 01:00 hora da madrugada, ele se acordou com o barulho de um tiro e o filho gritando que o vizinho estava sangrando, mas que ninguém foi visto no local, porém a porta da cozinha, onde a vítima dormia na rede, estava aberta.

Em ação rápida suspeito de cometer crime é preso

Em ação rápida suspeito de cometer crime é preso

Resultado do trabalho permanente das polícias Civil e Militar é visto no grande número de prisões de pessoas envolvidas em crimes na região. Na última quarta-feira (01), resultado das investigações, foi preso Welinton de Souza Braga, 19, suspeito de matar o diarista Francisco Oliveira, 31, que teve a cabeça decapitada e escondida na região sendo achada dois dias depois as margens da BR-307. O acusado confessou o crime.

Operações estratégicas de patrulhamento ostensivo e combate ao crime organizado estão sendo realizadas nos municípios do Juruá por militares do 6o BPM

Operações estratégicas de patrulhamento ostensivo e combate ao crime organizado estão sendo realizadas nos municípios do Juruá por militares do 6o BPM

PM 2 rondas

No espaço de uma semana as polícias Militar e Civil prenderam mais de 20 pessoas envolvidas com crimes, que inclusive confessaram participação nas mortes que ocorreram na região. Numa operação no final de semana passada, na madrugada de sexta-feira (03) foram presas nove pessoas suspeitas de cometer pelo menos três dos homicídios em Cruzeiro do Sul e foram encaminhados a Delegacia Geral de Polícia Civil para depoimentos.

Acusados são encaminhados a Unidade Penitenciária Manoel Nery depois de confessarem crimes

Acusados são encaminhados a Unidade Penitenciária Manoel Nery depois de confessarem crimes

PM 7 vitima na rede

Os acusados tiveram participação de homicídios no mês de julho, no bairro da Lagoa em que num dos crimes a vítima foi encontrada com as mãos amarradas. Outro homicídio confessado pelo grupo foi o assassinato do homem cuja moto e posteriormente o cadáver foram encontrados no Rio Juruá. Além da prisão dos nove acusados a Polícia Civil apreendeu ainda com os acusados quatro espingardas e munições.

Na manhã desta terça-feira (07) agentes da Polícia Civil realizaram a prisão de um maior e de três menores envolvidos uma tentativa de homicídio na comunidade do Humaitá do Môa ocasião que foi apreendida ainda com os acusados uma escopeta utilizada no crime, além de uma motocicleta que foi roubada na ocasião. Na segunda-feira (06) tinha sido apreendido outros três menores e uma pistola calibre 380.

Muitas armas estão sendo apreendidas nas operações policiais

Muitas armas estão sendo apreendidas nas operações policiais

Outra ação de sucesso da Polícia Militar na regional do vale do Juruá resultou na prisão de duas pessoas em Cruzeiro do Sul e uma em Rodrigues Alves, além da apreensão de três armas. O Comandante do 6º Batalhão de Polícia Militar (6º BPM), Major PM Evandro Bezerra, destacou que as apreensões ocorrerão durante operações de ronda nos bairros dos municípios.

“ Fizemos um planejamento estratégico que está sendo mantido e conseguimos a apreensãod e três armas cujas apreeensões desde o início do ano já somam mais de 80 armas apreendidas em Cruzeiro do Sul. Isso mostra que estamos na rua e pedimos as pessoas que denunciem de forma anônima. vamos continuar fazendo esse trabalho de buscar e se antecipar contra a criminalidade”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*